Medianeira (Porto Alegre)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Medianeira
—  Bairro do Brasil  —
Medianeira porto alegre.JPG
Município Porto Alegre
Área
 - Total 140 hectares
População
 - Total 12,428 hab (2 000)
5,620 homens
6,808 mulheres
    • Densidade 89 hab/ha/km2 
Taxa de crescimento (-) 0,9% (de 1991 a 2000)
Domicílios 4.096
Rendimento médio mensal 10,10 salários mínimos
Fonte: Não disponível

Medianeira é um bairro da zona sul da cidade de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Foi criado pela Lei 1762 de 23 de julho de 1957, com limites alterados pela Lei 4626 de 21 de dezembro de 1979. Foi o primeiro bairro criado por lei.

Histórico[1] [editar | editar código-fonte]

O nome Medianeira é atribuído à paróquia eclesiástica que ali se localiza.

Em seus primórdios, a região era definido como local de travessia para a chegada em outros pontos mais expressivos da cidade como, por exemplo, o Arraial do Menino Deus.

Características atuais[editar | editar código-fonte]

O bairro Medianeira ainda preserva muito de seu passado, o que pode ser percebido através da quantidade de casas com características arquitetônicas correspondentes ao início do século XX.

Conta com instituições que remontam mais de cem anos, como o Club Grêmio Gaúcho[2] , inaugurado em 1898 pelo militar João Cezimbra Jacques, com objetivo de exaltação da tradição gaúcha. Mas, com o tempo o tempo, o clube foi foi se distanciando de sua proposta original. Possui ainda, uma instituição bastante antiga, o Colégio Maria Imaculada[3] [4] , fundado em 21 de novembro de 1933.

O bairro também abriga o Estádio Olímpico Monumental[5] , do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, que fica nos limites com o bairro vizinho da Azenha. Entretanto, como o acesso se dá por este último - e, para confundir, por uma avenida homônima ao bairro -, muitas pessoas acreditam que o referido estádio fica no bairro Azenha, o que é uma inverdade.

O Medianeira é bem servido por linhas de ônibus de diversas empresas, e possui um expressivo comércio local.

Pontos de referência[editar | editar código-fonte]

Áreas verdes
  • Praça Alcides Maia
  • Praça Cícero do Amaral Viana
  • Praça Doutor Josetti
  • Praça George Black
  • Praça Recanto dos Amigos
Educação
  • Escola de Ensino Fundamental Venezuela
  • Colégio Municipal Emílio Meyer
  • Escola Estadual de Ensino Fundamental Medianeira
  • Escola de Ensino Médio Maria Imaculada
Outros

Limites atuais[editar | editar código-fonte]

Rua José de Alencar, da rótula desta quando converge com a Avenida Érico Veríssimo até a Avenida Dr. Carlos Barbosa; Rua Goiás e no prolongamento desta, por uma linha imaginária, seca e reta até a Avenida Professor Oscar Pereira; desta, até a Rua Caldre e Fião; desta, até a Rua Marieta; e, por esta, até a Rua Águas Mortas; desta, até a Rua Martim Minaberry; por esta, até a Rua D. João VI; desta, até a Rua Professor Oscar Pereira; desta, até a Rua Nunes; desta, até a Travessa Irmãos Calvet; e, desta, até a Rua Silva Paes; por esta, até encontrar a Rua General Gomes Carneiro; desta, até a Rua Catumbí; desta, até a Rua Professor Clemente Pinto; por esta, pela qual se limita com o bairro Santa Tereza, até a Avenida Tronco; desta, até a Rua Mariano de Matos; desta, pela qual se limita com o bairro Santa Tereza, até a Rua José de Alencar; e, daí, até a rótula com a Avenida Érico Veríssimo.

Seus bairros vizinhos são: Azenha, Santa Tereza, Teresópolis, Glória e Santo Antônio.

Referências

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • Franco, Sérgio da Costa. Porto Alegre: Guia Histórico. 2ª edição. Porto Alegre: Editora da Universidade - UFRGS, 1992.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]