Mixtecas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Os Mixtecas (ou Mistecas, ou Mixteques) são um povo ameríndio da família lingüística Otomanque, habitante dos atuais estados mexicanos de Oaxaca, Guerrero e Puebla, na chamada região Mixteca. A cultura mixteca floresceu no sul do México do século IX ao início do XVI e seus membros foram os artesãos mais famosos do México. Seus trabalhos em pedra e em diferentes metais nunca foram superados.

Entre os séculos XI e XII de nossa era, apoderaram-se do Monte Albán, que havia sido abandonado pelos zapotecas. O transformaram em um cemitério, enriqueceram notavelmente seus monumentos funerários e adotaram conceitos arquitetônicos evoluídos como as gregas geométricas de pedras encaixadas que adornam os palácios.

Os mixtecos influenciaram o declínio da civilização maia no sul, e permaneceram independentes dos Astecas no norte.

A população mixteca atual possui cerca de meio milhão de pessoas, distribuídas em 3 regiões principais: a Mixteca Alta (nas regiões frias da sierra Madre do Sul), a Mixteca Baixa (seguindo o curso do rio Atoyac) e a costa (estados de Oaxaca e Guerrero).