Never Say Never Again

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Never Say Never Again
Nunca Mais Digas Nunca (PT)
007 Nunca Mais Outra Vez (BR)
 Reino Unido /  Estados Unidos /  Alemanha Ocidental
1983 • cor • 134 min 
Direção Irvin Kershner
Roteiro Kevin McClory
Jack Whittingham
Ian Fleming
Lorenzo Semple Jr.
Ian La Frenais
Dick Clement
Elenco Sean Connery
Klaus Maria Brandauer
Max von Sydow
Kim Basinger
Barbara Carrera
Rowan Atkinson
Género acção / aventura
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Never Say Never Again (pt: Nunca Mais Digas Nunca / br: 007 Nunca Mais Outra Vez) é um filme da série 007, que marca o regresso de Sean Connery ao papel que o tornou famoso em todo mundo nos anos 60.

Este filme é na realidade uma refilmagem de Thunderball, e não é considerado integrante da série oficial, pois não foi produzido pelo detentor dos direitos do personagem para o cinema, o produtor Albert Broccoli.

Dizem que este título foi proposto pela esposa de Connery, Michelline (a tradução literal de Never Say Never Again é "nunca diga nunca outra vez"), depois de Sean Connery declarar que jamais faria um filme de 007 de novo, após as filmagens Os Diamantes São Eternos, estrelado por ele doze anos antes.

Lançado em 1983, mesmo ano que 007 contra Octopussy (Octopussy), estrelado por Roger Moore - então o Bond oficial - e produzido por Broccoli e sua empresa EON, detentores dos direitos do personagem, Nunca Mais Outra Vez não teve o mesmo sucesso que os anteriores filmes, tendo tido algumas críticas positivas, nomeadamente da critica especializada, que de certa forma estava a rejeitar o caminho que Roger Moore estava dando à personagem de Ian Fleming.

Neste filme, os produtores não puderam usar marcas registradas dos filmes bond oficiais, como a logomarca 007, a trilha sonora oficial do agente etc., propriedades exclusivas dos produtores oficiais, tirando muito do charme e das referências tradicionais visuais do personagem no cinema. Apesar de Sean Connery ter dado novamente ao personagem o ar sério que ele sempre teve nos livros, existem algumas referências ao bom-humor, marca registrada do personagem de Roger Moore.

O detentor dos direitos do livro, Kevin McClory tinha planos de fazer uma outra versão do filme(entre os anos de 1991-1994), que seria estrelada por Timothy Dalton e levaria o nome de Warhead 2000 A.D., mas os produtores oficiais da série conseguiram junto a justiça, impedir a realização de novas produções por outros estúdios.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.