Kim Basinger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kim Basinger
Kim Basinger no Festival du cinéma américain à Deauville (Normandia, França) em Setembro de 1989.
Nome completo Kimila Ann Basinger
Nascimento 8 de dezembro de 1953 (60 anos)
Athens, Geórgia
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Ocupação Atriz
Cônjuge Alec Baldwin (1993 - 2002)
Ron Snyder (1980 - 1988)
Atividade 1976 - presente
Oscares da Academia
Melhor atriz coadjuvante
1998 - L.A. Confidential
Prêmios Globo de Ouro
Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante em cinema
1998 - L.A. Confidential
Prémios Screen Actors Guild
Melhor atriz secundária no cinema
1998 - L.A. Confidential (Dividido com Gloria Stuart por Titanic)
Página oficial
IMDb: (inglês) (português)

Kimila "Kim" Ann Basinger (Athens, 8 de dezembro de 1953) é uma premiada atriz norte-americana, famosa por uma beleza que sobrevive à idade madura. Kim é de ascendência alemã, irlandesa e sueca e tem sangue indígena, da etnia cherokee.

Tem uma filha única chamada Ireland Eliesse Basinger Baldwin nascida em 1995 da então união com o ator Alec Baldwin.

Modelo[editar | editar código-fonte]

Começou uma carreira de modelo aos 16 anos, quando venceu um concurso de beleza na sua cidade natal para depois conquistar o título de Miss Geórgia Junior.

Quando estava em Nova Iorque para concorrer ao título de Miss USA Junior, conheceu Eileen Ford, dona da Agência Ford, que a contratou como modelo. Kim relutou em aceitar o convite pois, desde então, pensava em uma carreira como cantora e atriz.

No início dos anos 70 seu belo rosto emoldurava a capa de numerosas revistas e centenas de outdoors. Alcançou o status de top model aos 20 anos de idade, com um salário diário de mil dólares. Alternava então seu trabalho como modelo com aulas de arte dramática e atuações em clubes de Greenwich Village.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Atriz[editar | editar código-fonte]

Em 1976 decidiu interromper sua carreira de modelo e mudou-se para Los Angeles com o propósito de iniciar a carreira de atriz.

Kim tornou-se conhecida quando fez o papel de bond girl no filme de 1983 007 Nunca Diga Nunca Outra Vez, estrelado por Sean Connery e se transformou em sex simbol com o filme de 1986 9 1/2 Semanas de Amor (BR), contracenando com Mickey Rourke. Depois foi a namorada de Batman, no filme homônimo de 1989.

Kim Basinger na entrega do Oscar 1990.

Tinha projetos de se associar a Maurício de Sousa[1] , mas acabou virando desenho animado sem o traço do brasileiro: no filme de 1992 Mundo Proibido, do qual também participa Brad Pitt.

Casou-se em 1993 com o ator Alec Baldwin, mas acabou se divorciando em 2002 de forma polêmica. Em 1997 participaria do premiado filme Los Angeles — Cidade Proibida, com o qual receberia o Oscar de melhor atriz coadjuvante e chegaria ao ponto alto da carreira como atriz dramática.

Em 1989, Kim comprou por 20 milhões de dólares uma pequena cidade — Braselton — de seu estado natal, a Geórgia, que pretendia transformar numa atração turística, com estúdios, um parque com personagens baseados na atriz e criados por Maurício de Sousa e um festival de cinema, mas enfrentou dificuldades financeiras e a revendeu em 1993.

Sua mãe também foi modelo. Kim tem dois irmãos — Mick (que é um diretor de marketing) e Skip — e duas irmãs — Ashley e Barbara. Kim Basinger sofre de agorafobia, que é o medo de estar em espaços abertos ou no meio de uma multidão. É colaboradora da PETA,[2] grupo defensor dos direitos dos animais.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Kim Basinger na entrega do Oscar 1990.
Oscar
  • 1998 - Melhor atriz coadjuvante, por L.A. Confidential
Prêmio Saturno
  • 2005 - Indicada melhor atriz coadjuvante, por Cellular
  • 1991 - Indicada melhor atriz coadjuvante, por Batman
  • 1990 - Indicada melhor atriz, por My Stepmother Is an Alien
BAFTA[desambiguação necessária]
  • 1998 - Indicada melhor atriz, por L.A. Confidential
Globo de Ouro
  • 1998 - Melhor atriz coadjuvante em filme de cinema, por L.A. Confidential
  • 1985 - Indicada melhor atriz coadjuvante em filme de cinema, por The Natural
Framboesa de Ouro
  • 2005 - Indicada pior perdedora dos primeiros 25 anos do framboesa de ouro;
  • 2001 - Indicada pior atriz, por Bless the Child
  • 2001 - Indicada pior atriz, por I Dreamed of Africa
  • 1995 - Indicada pior atriz, por The Getaway
  • 1993 - Indicada pior atriz, por Cool World
  • 1993 - Indicada pior atriz, por Final Analysis
  • 1992 - Indicada pior atriz, por The Marrying Man
  • 1987 - Indicada pior atriz, por Nine 1/2 Weeks

Notas

  1. Kim. Monica.com.br. Página visitada em 25 de dezembro de 2012.
  2. Activistcash (em inglês). Activistcash.com. Página visitada em 23 de maio de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Precedida por:
Juliette Binoche
por The English Patient
Oscar de melhor atriz coadjuvante
por L.A. Confidential

1998
Sucedida por:
Judi Dench
por Shakespeare in Love
Precedida por:
Lauren Bacall
por The Mirror Has Two Faces
Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante em cinema
por L.A. Confidential

1998
Sucedida por:
Lynn Redgrave
por Gods and Monsters
Precedida por:
Lauren Bacall
por The Mirror Has Two Faces
Screen Actors Guild para melhor atriz secundária no cinema
por L.A. Confidential
dividido com Gloria Stuart
por Titanic

1998
Sucedida por:
Kathy Bates
por Primary Colors