Park Geun-hye

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Este é um nome coreano; o nome de família é Park
Park Geun-hye
박근혜
11ª Presidente da Coreia do Sul Coreia do Sul
Mandato 25 de fevereiro de 2013
a
Primeiro-ministro Jung Hong-won
Antecessor(a) Lee Myung-bak
Sucessor(a) -
Líder do Partido Saenuri
Mandato 17 de dezembro de 2011
a 15 de maio de 2012
Antecessor(a) Hong Jun-pyo
Sucessor(a) Hwang Woo-yea
Mandato 23 de março de 2004
a 10 de julho de 2006
Antecessor(a) Choe Byeong-ryeol
Sucessor(a) Kang Jae-sup
Primeira-dama da Coreia do Sul
Mandato 16 de agosto de 1974
a 26 de outubro de 1979
Antecessor(a) Yuk Young-soo
Sucessor(a) Hong Gi
Membra da Assembleia Nacional
Mandato 30 de maio de 2012
a 10 de dezembro de 2012
Mandato 3 de abril de 1998
a 29 de maio de 2012
Antecessor(a) Kim Suk-won
Sucessor(a) Lee Jong-jin
Vida
Nascimento 2 de fevereiro de 1952 (62 anos)
Daegu, Coreia do Sul
Dados pessoais
Alma mater Universidade Sogang
Universidade de Grenoble
Partido Saenuri
Religião Ateísmo[1]
Park Geun-hye
Nome em coreano
Hangul 박근혜
Hanja 槿
Romanização Revisada Bak Geunhye
McCune-Reischauer Pak Kŭnhye

Park Geun-hye (Daegu, 2 de fevereiro de 1952) é a atual presidente da Coreia do Sul, e a primeira presidente mulher de seu país.[2] Ela foi a presidente do conservador Grande Partido Nacional (GNP) entre 2004 e 2006 e entre 2011 e 2012 (o GNP mudou seu nome para "Partido Saenuri" em fevereiro de 2012). Park foi membro da Assembleia Nacional da Coreia do Sul, servindo por quatro legislaturas consecutivas como representante constituinte entre 1998 e 2012, e seu quinto mandato foi de junho à dezembro de 2012. É filha de Park Chung-hee (que foi presidente de 1963 a 1979), seu pai, cujo governo foi marcado pelo forte anti-comunismo e pelo Milagre do Rio Han, período de significativo crescimento econômico. Enquanto jovem, teve ambos os pais assassinados: em 1974, no Teatro Nacional da Coréia, sua mãe Yuk Young-soo foi morta por um tiro disparado por um norte-coreano, que tinha como objetivo assassinar Park Chung-hee, seu pai. Em 1979, seu pai foi morto por um tiro disparado pelo diretor da Agência Central de Inteligência da Coréia do Sul.

Park Geun-hye, assim como seu predecessor e companheiro de partido Lee Myung-bak, é contra a chamada Sunshine Policy ("Política do Pôr-do-sol"). A presidente adota uma política mais dura ante agressões norte-coreanas, mas é a favor da reunificação da península. Ela é geralmente considerada como uma das políticas mais influentes da Coreia desde os "três Kims" (Kim Young-sam, Kim Dae-jung e Kim Jong-pil).[3]

Referências

  1. Kang Hyun-kyung (3 de setembro de 2012). Atheist Park may have advantages. Página visitada em 20 de dezembro de 2012.
  2. Geoffrey Lou Guray (19 de dezembro de 2012). South Korea Elects First Female President -- Who Is She?. PBS NewsHour. Página visitada em 19 de dezembro de 2012.
  3. Sin Su-jeong(신수정) (14 de julho de 2009). 역시 박근혜! 지지율 29% 1위…5월보다 다소 하락 (Park Geun-hye topped with 29% approval rate.. slightly declined from May) (em Coreano). Herald Business(헤럴드 경제). Página visitada em 13 de maio de 2012.
Precedido por
Lee Myung-bak
Presidente da Coreia do Sul
2013 - presente
Sucedido por
Incumbente
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Park Geun-hye