Partido Republicano do Povo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Cumhuriyet Halk Partisi
(Partido Republicano do Povo)
Presidente Atatürk (fundador; 1919–1938)
İsmet İnönü (1938–1972)
Bülent Ecevit (1972–1980)
golpe militar de 1980
Deniz Baykal (1992–1995)
Hikmet Çetin (fev–set 1995)
Deniz Baykal (1995–1999)
Altan Öymen (1999–2000)
Deniz Baykal (2000–2010)
Kemal Kilicdaroglu (2010– )
Fundação 9 de setembro de 1923
Sede Anadolu Bulvarı 12
Söğütözü, Ancara, Turquia
Ideologia Social-democracia
Kemalismo
Afiliação internacional Internacional Socialista,
Partido dos Socialistas Europeus (membro associado)
Cores Vermelho e branco
Site www.chp.org.tr

O Partido Republicano do Povo (em turco: Cumhuriyet Halk Partisi ou CHP) é o mais antigo partido político da República da Turquia, principal partido da centro-esquerda no país. O partido foi estabelecido durante o Congresso de Suvas como uma união de grupos de resistência contra a invasão da Anatólia por forças estrangeiras. A união alegou representar o povo turco durante a guerra de independência turca, e, em 9 de setembro de 1923 o então chamado "Partido do Povo" se declarou uma organização política, e em 29 de outubro de 1923 anunciou a fundação da República Turca. Em 10 de novembro de 1924 o Partido do Povo passou a se chamar "Partido Republicano do Povo" (CHP, nas iniciais em turco), à medida que a Turquia passou para o período unipartidário.

Durante este período o CHP permaneceu a principal organização política; existiam, no entanto, dois partidos de oposição mesmo durante este período. O primeiro foi o Partido Progressivo Republicano, fundado em 1924 por generais como Kazım Karabekir e Ali Fuat Cebesoy, que se haviam destacado na guerra da independência turca; e o segundo foi o Partido Liberal Republicano, fundado por Ali Fethi Okyar em 1930. Ambos, no entanto, foram banidos pelo governo poucos meses depois de suas fundações. A estas duas experiências seguiu-se o Partido do Desenvolvimento Nacional, fundado por Nuri Demirağ, em 1945.

A atual estrutura do partido foi estabelecida com a transição para o período pluripartidário da República da Turquia. Depois da Segunda Guerra Mundial o general İsmet İnönü, detentor do título de Millî Şef("Chefe Nacional"), então presidente do partido, introduziu as eleições democráticas à sociedade turca. Reformas posteriores permitiram uma maior democratização, o que foi interpretado como uma reação à ameaça soviética, já que a URSS estava prestes a obter permissão de antigos aliados para invadir a parte oriental da Anatólia e limitar a soberania do país sobre os estreitos; İnönü optou por aliar-se ao Ocidente, de modo a preservar a soberania nacional; neste meio tempo, no entanto, o partido perdeu as primeiras eleições democráticas realizadas no país, em 1950, e İnönü teve de deixar seu cargo para um antigo companheiro, Celal Bayar.


Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ícone de esboço Este artigo sobre a Turquia é um esboço relacionado ao Projeto Europa e ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.