Pedro II da Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Pedro II
Imperador e Autocrata de Todas as Rússias
Imperador da Rússia
Reinado 18 de maio de 1727
a 30 de janeiro de 1730
Coroação 25 de fevereiro de 1728
Predecessora Catarina I
Sucessora Ana
Nome completo
Pedro Alekseyevich Romanov
Casa Romanov
Pai Alexei Petrovich da Rússia
Mãe Carlota Cristina de Brunvique-Volfenbutel
Nascimento 23 de outubro de 1715
São Petesburgo, Império Russo
Morte 30 de janeiro de 1730 (14 anos)
Moscou, Império Russo
Enterro Catedral do Arcanjo, Moscou

Pedro II (em russo: Пётр II Алексеевич Романов; transl.: Pyotr II Alekseyevich Romanov) (23 de Outubro de 171530 de Janeiro de 1730) foi imperador da Rússia de 1728 até à data de sua morte. Foi o único filho de Alexey Petrovich, filho de Pedro o Grande com sua primeira esposa Eudoxia Lopukhina, e Carlota Cristina de Brunswick-Wolfenbüttel, filha de Luís Rudolfo de Brunswick-Wolfenbüttel. Foi o único neto homem da linhagem de Pedro o Grande.

Pedro nasceu em São Petersburgo em 12 de Outubro de 1715 (Calendário Juliano). Seu avô, Pedro o Grande, sempre o ignorou. Os seus primeiros governantes foram a esposa de um alfaiate e um taberneiro dinamarquês. Um marinheiro chamado Norman ensinou-lhe o essencial da navegação e, quando mais velho, passou para os cuidados de um refugiado húngaro, Janos Zeikin, que teria sido um professor responsável.

Durante o reinado de Catarina I, Pedro era muito ignorado, mas logo após a morte de Catarina, ficou claro para muitos que Pedro deveria subir ao trono o mais rápido possível. A maior parte da nação e três quartos da nobreza estavam do seu lado. Outra pessoa também ambicionava o trono, o seu tio, Imperador Carlos VI. Após um acordo entre Alexandre Danilovich Menshikov e o conde Andrei Osterman, em 18 de maio de 1727, Pedro II, de acordo com o desejo de Catarina I, foi proclamado soberano autocrata.

O senado e o comitê de conselheiros prestaram juramento imediatamente. A educação do jovem príncipe foi confiada ao vice-chanceler Ostermann. Menshikov, que alojou Pedro II no seu próprio palácio, na ilha de Vasilievsky, procurou casá-lo com sua filha, Maria, mas o plano foi frustrado com sua queda (21 de setembro de 1727). Pedro então ficou sob responsabilidade do príncipe Vasili Lukich Dolgorukov, que o levou de São Petersburgo para Moscou. Foi coroado em 25 de fevereiro de 1728 e, pouco depois, ficou noivo da sobrinha de seu mentor, princesa Catarina Dolgorukova. O casamento ocorreu em 30 de janeiro de 1730, mas naquele mesmo dia faleceu de varíola. É o único monarca russo que teve a honra de ser enterrado no Kremlin.

Com a morte de Pedro, a linhagem masculina da Dinastia Romanov termina, sendo então sucedido por Ana Ivanovna, filha de meio-irmão de Pedro o Grande, Ivan V.

Precedido por
Catarina I
Imperador da Rússia
18 de maio de 172729 de janeiro de 1730
Sucedido por
Ana

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Michel Heller (trad. Anne Coldefy-Faucard), Histoire de la Russie et de son empire, Paris, Flammarion, coll. « Champs Histoire »,‎ 2009 (1re ed. 1997), 985 p. (ISBN 2081235335)