Procissão do Fogaréu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Procissão do Fogaréu é uma tradicional procissão católica realizada anualmente na cidade de Goiás, na quarta-feira santa.

Imagem na encenação da Última Ceia.

A procissão encena a prisão de Jesus Cristo e tem início às 0:00 da quarta-feira santa, com a iluminação pública apagada e ao som de tambores, à porta da Igreja da Boa Morte, na praça principal da cidade. Os penitentes, vestidos em indumentária especial e representando soldados romanos, seguem então para a escadaria da Igreja de N. S. do Rosário, onde encontram a mesa da última ceia já dispersa. Em seguida, avançam na direção da Igreja de São Francisco de Paula, que simboliza o Jardim das Oliveiras, onde se dará a prisão de Cristo. Este é representado por um estandarte de linho pintado em duas faces, obra do artista plástico oitocentista Veiga Valle.

A Procissão do Fogaréu foi introduzida em Goiás pelo padre espanhol Perestelo de Vasconcelos, em meados do século XVIII. A indumentária utilizada pelos penitentes caracteriza-se por uma túnica comprida e e por um longo capuz cônico e pontiagudo, guardando fortes semelhanças com as vestimentas que ainda hoje são comuns nas celebrações da semana santa na Espanha.[1] Trata-se, com efeito, de um traje de origem medieval, o qual era costumeiramente utilizado por penitentes que assim podiam expiar seus pecados sem ter que revelar publicamente sua identidade.

Outras Procissões do Fogaréu[editar | editar código-fonte]

  1. Em Caxias-MA é realizada a Procissão do Fogaréu na quarta-feira santa as 20hs na Catedral de Nossa Senhora dos Remédios. A iluminação pública do centro histórico é apagada e mais de 15 mil pessoas carregam tochas conduzidos por 40 farricocos que vão a frente da Procissão em direção a Igreja do Rosário, onde pode ser visto uma mesa com farelos de pães e resto de vinho, em seguida a procissão se dirigi a Igreja Nossa Senhora do Sorriso, onde se ouve o clarim anunciando a Prisão de Cristo. Após o sermão do Bispo Diocesano Dom Vilsom Basso, a Procissão segue para a Igreja Nossa Senhora da Assunção, que simboliza o local da prisão de Jesus.

Em Lorena-SP também se realiza a Procissão, porém na sexta-feira santa, com início às 11:30. Todos se vestem com trajes pretos, e no caminho há pequenas encenações dos momentos passados por Jesus Cristo.

Em Petrópolis-RJ, a procissão foi introduzida no calendário da Igreja Católica na Paróquia de São João Batista, localizada no distrito da Posse, a 40 km do centro da cidade.

Em Braga, Procissão dos Fogaréus ou Ecce Homo.

Em Santa Luzia-PB, a procissão é realizada na 00:00 da quinta para a sexta feira santa, saindo da igreja de são josé operario até a capela de São Sebastião com 40 farricocos e suas tochas e o público em geral que tambem á acompanha.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]