São João da Barra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Município de São João da Barra
Fonte de água em Grussaí, em São João da Barra

Fonte de água em Grussaí, em São João da Barra
Bandeira de São João da Barra
Brasão de São João da Barra
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 17 de junho
Fundação 1850 (163–164 anos)
Gentílico sanjoanense
Prefeito(a) Neco (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de São João da Barra
Localização de São João da Barra no Rio de Janeiro
São João da Barra está localizado em: Brasil
São João da Barra
Localização de São João da Barra no Brasil
21° 38' 24" S 41° 03' 03" O21° 38' 24" S 41° 03' 03" O
Unidade federativa  Rio de Janeiro
Mesorregião Norte Fluminense IBGE/2008 [1]
Microrregião Campos dos Goytacazes IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Campos dos Goytacazes e São Francisco de Itabapoana
Distância até a capital 334 km
Características geográficas
Área 458,611 km² [2]
População 35,595 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 0,08 hab./km²
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,723 (RJ: 79º) – alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 2 686 844,166 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 88 534,47 IBGE/2008[5]
Página oficial

São João da Barra é um município da mesorregião do Norte Fluminense, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Ocupa uma área de 458,611 km², contando com 39 399 habitantes (2013).[6] Foi criado no ano de 1677.

História[editar | editar código-fonte]

Até a chegada dos portugueses ao Brasil, no século XVI, toda a região da foz do Rio Paraíba do Sul era ocupada pelos índios goitacá[7] . A partir de 1630, a região passou a ser colonizada por pescadores provenientes de Cabo Frio. Data, dessa época, a construção da Ermida de São João Batista, que daria origem à Vila de São João Batista da Barra. No século XVIII, a vila tornou-se um importante ponto de passagem para o açúcar proveniente de Campos dos Goytacazes em direção a Salvador. Em 17 de junho de 1850, a vila foi elevada à condição de cidade por decreto do imperador brasileiro dom Pedro II. Após um período de decadência durante a maior parte do século XX, a cidade voltou a prosperar com a descoberta de petróleo na Bacia de Campos no final desse século[8] .

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

A cidade possui seis distritos:[9]

  1. Grussai
  2. Sede
  3. Atafona
  4. Cajueiro
  5. Pipeiras
  6. Barcelos

Turismo[editar | editar código-fonte]

São João da Barra conta com diversas praias turísticas, como: Praia de Grussaí, Praia de Chapéu de Sol, Praia do Açu e Praia de Atafona, conhecida pelas ruínas de casas transgredidas pelo mar, tornando submersas algumas ruas da região, além da Lagoa de Iquipari e Lagoa do Salgado.

O Sesc Mineiro Grussaí e o Pontal de Atafona (local de encontro entre o Rio Paraíba do Sul e o mar) também constituem pontos de interesse à visitação. É uma cidade calma, tranquila, à beira-mar.

No verão de 2008, a cidade recebeu cerca de 400 000 turistas, principalmente da região de Campos dos Goytacazes e dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. Entretanto, ainda depende consideravelmente de Campos, maior município do Norte Fluminense, sobretudo nas áreas de saúde e educação de nível superior.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Transporte[editar | editar código-fonte]

A BR-356 é a sua principal rota de acesso, ao ligar a cidade de Campos dos Goytacazes à São João da Barra. A cidade é servida por uma empresa de ônibus, que tem linhas municipais e distritais. No verão, a empresa coloca à disposição dos moradores e turistas um ônibus do tipo "jardineira", que faz principalmente os itinerários ligados às praias.

Há também o transporte alternativo, ligando o centro à outros distritos como Atafona e Grussaí e vice-versa.

Outros meios de transporte bastantes utilizados em São João da Barra são as pequenas embarcações que transportam moradores para as ilhas fluviais bem como para o município vizinho de São Francisco do Itabapoana. Escunas turísticas são bem utilizadas por visitantes e turistas, que desejam conhecer o delta do Rio Paraíba do Sul e os manguezais.

Patrimônios Culturais e Turísticos[editar | editar código-fonte]

  • Igreja de São João Batista
  • Igreja de Nossa Senhora da Penha
  • Igreja de São Pedro
  • Igreja de São Benedito
  • Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte
  • Igreja Nossa Senhora dos Navegantes
  • Palácio Cultural Carlos Martins
  • Cine Teatro São João
  • Centro Cultural Narcisa Amália
  • Antiga Casa da Câmara e Cadeia Municipal
  • Estação das Artes Derly Machado
  • Igreja de Santo Amaro
  • Cais do Imperador
  • Cais da Imperatriz
  • Cais do Alecrim
  • Ruínas do Trapiche
  • Solar do Comendadador André Gonçalves da Graça (atual Fórum)
  • Delta do Rio Paraíba do Sul
  • Ruínas de Atafona
  • Praia Fluvial do Viana
  • Usina Barcelos
  • Palmeiras Imperiais
  • Estação de trem da extinta Companhia da Leopoldina Railway, em de Atafona
  • Complexo Portuário do Açu

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Estimativas da população para 1º de julho de 2009 (PDF) Estimativas de População. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 out. 2010). Página visitada em 16 de agosto de 2009.
  7. BUENO, E. Brasil: uma história. Segunda edição. São Paulo. Ática. 2003. p. 19.
  8. São João da Barra. Disponível em http://www.ferias.tur.br/informacoes/7068/sao-joao-da-barra-rj.html. Acesso em 10 de outubro de 2012.
  9. http://www.sjb.rj.gov.br/index.asp

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.