Solange Knowles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Solange
Solange Knowles at the Ruby Lounge.jpg
Knowles ao vivo em Ruby Lounge, Manchester em 15 de novembro de 2008.
Informação geral
Nome completo Solange Piaget Knowles
Também conhecido(a) como Sol
Nascimento 24 de Junho de 1986 (27 anos)
Origem Houston, Texas
País  Estados Unidos
Gênero(s) R&B, pop, soul
Ocupação(ões) Cantora
Período em atividade 2001-presente
Outras ocupações Compositora, atriz, dançarina, modelo, DJ
Gravadora(s) Columbia Records (2003)
Geffen Records (2008)
Terrible Records (2012-)
Saint Records (2013-)
Afiliação(ões) Destiny's Child, Beyoncé, Kelly Rowland
Influência(s) Beyoncé, Ashford & Simpson, En Vogue, Whitney Houston,The Supremes, Mary Wells, Mary J. Blige, Jermaine Dupri, Dru Hill[1]
Página oficial Solange Music

Solange Piaget Knowles, (nascida em 24 de Junho de 1986), ou simplesmente Solange, é uma cantora, compositora, DJ, dançarina, atriz e modelo norte-americana. Knowles nasceu em Houston, Texas, filha de Matthew e Tina Knowles, ambos os quais deixaram suas carreiras para dar suporte aos interesses musicais da irmã mais velha de Solange, Beyoncé. Expressando um interesse na música desde pequena, Solange teve algumas participações temporárias com o grupo Destiny's Child, antes de ingressar em carreira solo pela gravadora de seu pai, a Music World Entertainment. Com 16 anos, Knowles lançou seu primeiro álbum de estúdio Solo Star (2002), que teve moderado sucesso comercial e crítico.

Em 2004, Knowles casou-se com Daniel Smith, e acabou dando à luz ao filho do casal, Daniel Julez J. Smith Jr., o que gerou a mudança da família para Idaho. Entre 2005 e 2007, Knowles teve vários papeis em filmes, incluindo As Apimentadas - Tudo ou Nada (2006) e continuou a escrever músicas para sua irmã Beyoncé e os outros ex-membros do Destiny's Child, Kelly Rowland e Michelle Williams. Em 2007, Knowles divorciou-se de Smith e mudou-se para Los Angeles, California, onde começou a escrever e gravar música novamente. Seu segundo álbum de estúdio Sol-Angel and the Hadley St. Dreams (2008) desviou-se da música orientada pelo pop de seu primeiro álbum e foi para o estilo da Motown Records das décadas de 1960 e 1970. O álbum conseguiu ficar em 9º na Billboard 200 e recebeu crcíticas positivas. O disco foi seguido pelo EP "True" (2012), que é influenciado pelo pop e R&B da década de 1980. Knowles pretende lançar seu terceiro álbum de estúdio em 2014 pela sua própria gravadora, Saint Records.

Knowles é muito influenciada pelos grupos femininos da Motown e disse que sua primeira paixão é escrever músicas. Ela também é reconhecida como um ícone fashion e conhecida por uma pesada imagem cultural que mistura estampas mistas e estilo retrô. Ela frequentemente recebe comparações da mídia com sua irmã Beyoncé, porém insiste que elas tem diferentes aspirações e são musicalmente diferentes. Seus outros empreendimentos incluem um contrato de patrocínio com a Rimmel London e uma linha de mercadorias relacionada com o estilo hip-hop para crianças, que foi inspirada em seu filho.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Knowles nasceu em Houston, Texas, filha de Mathew Knowles e Tina Knowles. Solange é a segunda filha de Mathew e Tina, e é a irmã mais nova de Beyoncé. Seu pai é afro-americano e sua mãe é uma crioula (descendente de africanos, franceses, irlandeses e nativos americanos).[2] [3] Seus avós maternos são Lumis Beyoncé e Agnéz Deréon (uma costureira). Ela também é uma descendente de Acádia.[4] Quando criança, Knowles estudou dança e teatro. Aos cinco anos de idade, fez seu primeiro show em um parque de diversões. Ela começou a escrever músicas com 9 anos.[5] Com 13 anos, ela decidiu que já queria gravar suas músicas, porém seus pais incialmente pediram que ela esperasse. Com 15, Knowles substituiu uma dançarina e fez uma performance com o grupo de sua irmã Destiny's Child em turnê.[6] Durante os atos de abertura dos shows da turnê de Christina Aguilera, Solange substituiu temporariamente Kelly Rowland, depois que Rowland quebrou seu dedão enquanto trocava de roupa no camarim.[7] Quando Knowles tinha 16, seu pai, que também era seu empresário, firmou-a à sua própria gravadora, Music World Entertainment.

Carreira[editar | editar código-fonte]

2001–03: Começo da carreira e Solo Star[editar | editar código-fonte]

Empresariada por seu pai Mathew, a primeira inclusão de Solange como artista solo no mundo da música foi em 2001, quando gravou uma trilha sonora com a participação do Destiny's Child, que era destinada para a série animada de televisão "A Família Radical".[8] Ela também fez participação em "Hey Goldmember" para a trilha sonora do filme de 2002 Austin Powers in Goldmember,[8] e também como cantora de apoio na música "Little Drummer Boy" no álbum de férias de 2001 do grupo de sua irmã, 8 Days of Christmas.[9] Em 2002, ela participou do segundo álbum de estúdio de Lil Romeo, Game Time, cantando partes da música "So Amazing", escrita por Luther Vandross, no single "True Love", e também participou no primeiro álbum de Rowland, Simply Deep, para o qual ela também escreveu a música "Alone". Em 2001 ela também apareceu como o par de Lil' Bow Wow no vídeo da música "Puppy Love".[10] Ela também fez uma aparição Ela também fez uma participação na trilha sonora de Mestre do Disfarce e fez participações especiais no vídeo da banda Play para a música M.A.S.T.E.R. (Part II).

Em 2002, ela dublou Chanel, primo do protagonista Penny Proud no episódio "Behind Family Lines" para a série animada de televisão A Família Radical.[11] Em Junho de 2003, Mathew Knowles anunciou que estava considerando adicionar Solange no Destiny's Child quando o grupo se reuniu em 2004, e então torná-lo um quarteto pela primeira vez desde a saída de Farrah Franklin em 2000. Mathew Knowles disse que estava testando as reações, e, julgando pelo que ouviu, "parece uma boa ideia".[12] Mais tarde, em Agosto, Beyoncé disse que era apenas um rumor e que o Destiny's Child continuaria um trio. Rowland acrescentou, "ela é uma 'Solo Star'", um trocadilho que se referia ao primeiro álbum de Solange, com nome que significa "estrela solo".[13]

Com 14 anos, Solange Knowles começou a trabalhar em seu primeiro álbum Solo Star,[14] que involveu produtores americanos como Jermaine Dupri, The Neptunes, Linda Perry and Timbaland, entre outros. O álbum contém um estilo up-tempo R&B, porém Knowles disse que o disco tem pop, rock, reggae e hip-hop como influências.[8] [9] Knowles co-escreveu e co-produziu algumas das 15 faixas do álbum,[15] incluindo o single líder, "Feelin' You (Part II)". A música falhou em entrar na Billboard Hot 100, mas conseguiu número 3 nas tabelas de Hot R&B/Hip-Hop Singles Sales e Hot Dance Singles Sales.[16] [17] Solo Star foi lançado em 21 de Janeiro de 2003 nos Estados Unidos, onde ficou na 49ª posição na Billboard 200 e alcançou o número 23 na tabela Top R&B/Hip-Hop Albums.[18] [19] Solo Star recebeu críticas mistas. Na metade de 2008, o álbum tinha vendido 112000 cópias domésticas.

2004–08: Filmes e Sol-Angel and the Hadley St. Dreams[editar | editar código-fonte]

Em 2004, ela participou como convidada do episódio "The Catch" da série One on One. Knowles interpretou uma adolescente em 2004 no filme de comédia Férias da Família Johnson. Ela fez uma música para a trilha sonora do filme, "Freedom", uma colaboração com a banda Drop Trio. As críticas sobre a música foram, em geral, negativas.

Em 2006, ela estrelou como uma capitã de líder de torcida no filme As Apimentadas - Tudo Ou Nada. A pouca quantidade de críticas que o filme recebeu foram em geral negativas e falaram mal sobre o baio orçamento[20] e Knowles foi descrita como uma "jovem estrela acessível".[21] Knowles usa seu nome completo para atuar, enquanto utiliza somente seu primeiro nome para ser creditada em músicas. No filme As Apimentadas - Tudo Ou Nada", ela foi creditada como Solange Knowles-Smith,[22] refletindo seu estado de casada na época.

Depois de ter lançado seu primeiro álbum, Solange começou a atuar em filmes, uma sequência seguida por uma pausa em sua carreira.[23] Quando estava casada, sua família se mudou para Idaho, e, enquanto estavam lá, Solange resumiu-se à escrever músicas, incluindo os singles "Get Me Bodied" e "Upgrade U" para o segundo álbum de estúdio de sua irmã, "B'Day".[23] [24] Knowles recebeu elogios em "R&B and Hip-Hop Song"pfor "Get Me Bodied" em 2008 pela ASCAP Awards.[25] Ela também escreveu músicas para o Destiny's Child, e os membros do mesmo, Kelly Rowland and Michelle Williams.[6] Em 2004, enquanto estava grávida, ela fez uma participação especial no clipe da música "Soldier" do Destiny's Child. [26]

Depois de seu divórcio, Knowles retornou à Houston para começar a trabalhar em seu segundo álbum. Solange renovou sua gestão, firmando-se na Geffen Records e um contrato de publicação com a EMI. [27] [28] Knowles terminou de trabalhar em seu segundo álbum em 2008 e nomeou o projeto como Sol-Angel and the Hadley St. Dreams. O projeto incluiu a produção de Cee-Lo Green, Soulshock & Karlin and Mark Ronson, e também uma aparição de Bilal. Uma coleção de músicas influências pelo estilo das décadas de 1960 e 1970,[29] o disco é visto como como um afastamento do seu primeiro álbum mais pop, [30] [31] o que a revista Billboard chamou de "um toque moderno de hip-hop e R&B salpicado com reflexos de blues e jazz".[19] O álbum foi lançado em 26 de Agosto de 2008 nos Estados Unidos. Em Dezembro de 2008, o álbum havia vendido mais de 114000 cópias, de acordo com Nielsen Soundscan.[32] O álbum foi recebido positivamente pelos críticos,[33] e alguns consideraram muito melhor do que seu primeiro álbum.[34] O single principal do álbum, "I Decided", foi lançado dem Abril de 2008, e conseguiu o topo da tabela da Billboard Hot Dance Club Play;[32] A revista Rolling Stone rotulou-o como um avanço.[35] Em suporte ao seu álbum, Knowles a Solange Presents Sol-Angel and the Hadley St. Dreams Tour em solo britânico em Novembro de 2008.[36]

Knowles anunciou, através de seu blog HadleyStreetJournal.com, que ela estaria lançando uma série de mixtapes, para coincidir com seu álbum. O primeiro mixtape, "I Can't Get Clearance...", inclui a faixa que vazou "Fuck the Industry (Signed Sincerely)". Nessa gravação, Knowles expressa sua opinião sobre o atual estado da indústria da música. A letra da música faz referências à artistas como Mary J. Blige, Ashanti, Keyshia Cole, and Beyoncé, e fez um ponto que a música "não insulta nenhuma [delas]".[37] O mixtape nunca foi lançado, mas Solange lançou "Fuck the Industry (Signed Sincerely)" como single em 2010.

2009–presente: EP True e terceiro álbum de estúdio[editar | editar código-fonte]

Em uma entrevista para a MTV em 2009, Knowles revelou que ela estava determinando o tipo de música para o sucessor Sol-Angel and the Hadley St. Dreams.[38] Knowles também se separou da Geffen Records. Ela não irá lançar seu terceiro álbum independentemente.[39] No começo de 2010, Knowles viajou para a Austrália para trabalhar com a banda australiana Midnight Juggernauts em seu terceiro álbum.[40] Knowles planeja lançar seu álbum no verão, como ela revelou em sua conta oficial no Twitter em 2009.[41] Ela também revelou em sua conta no Twitter que ela alugou uma casa em Santa Barbara, California para entrar em um estado mental mais tranquilo enquanto escrevia e fazia música.[42] Em 7 de Maio de 2010, Solange fez uma participação como convidada no famoso programa infantil Yo Gabba Gabba! para "Mothers Day Special" (especial de dia das mães), onde ela fez uma performance de uma música original chamada "Momma Loves Baby".[43] [44] [45] Em uma entrevista com a revista Vibe em 7 de Julho de 2010, Solange relatou que sofreu "um pouco de um colapso mental" enquanto gravava seu novo álbum: "Eu literalmente desisti da minha sanidade por um tempo para gravar esse disco. [...] Nós literalmente estávamos acordando de manhã e somente fazendo música durante todo o dia, toda a noite. [...] Aquilo simplesmente começou se vestir em mim em várias maneiras diferentes. Eu comecei a ter esses loucos ataques de pânico". Knowles explicou como ela fez sacrifícios "mentais, emocionais e financeiros", e continuou, "Esse disco é mais do que um álbum para mim. É um momento de transição em minha vida". Em relação à direção de música do álbum, ela disse que a inspiração veio de New Wave e relatou, "Isso é um álbum dance, mas as letras podem ser bem obscuras às vezes".[46] A cantora também trabalhou em músicas com Chromeo e o colaborador de longo tempo Pharrell.

Em Setembro de 2012, Solange lançou um teaser para "Losing You", o futuro single de seu terceiro álbum. Esse lançamento marca o primeiro como firmada à gravadora independente Terrible Records.[47] O vídeo foi filmado em Cidade do Cabo, África do Sul, no começo de Setembro de 2012. Knowles revelou em uma entrevista que sua mãe, Tina Knowles, pagou para ela e seus amigos voarem para a África do Sul e gravar o vídeo, como seu presente de aniversário. Em 24 de Outubro de 2012, Solange promoveu uma festa na cidade de Nova Iorque para seu EP "True", lançado como download digital no iTunes em 27 de Novembro de 2012.[48] O CD e vinil estavam disponíveis em 8 de Janeiro de 2013. Após o lançamento do EP, Solange apareceu na capa da 84ª edição da revista The FADER.[49]

Em 14 de Maio de 2013, Solange anunciou que ela havia criado sua própria gravadora chamada Saint Records, a qual ela utilizará para lançar seu terceiro álbum completo e futuros projetos musicais que serão distribuídos pela Sony Music Entertainment.[50]

Solange também colaborou com o The Lonely Island na música "Semicolon", a qual fez parte da Semana da Comédia do YouTube nos Estados Unidos e também faz parte do futuro álbum do grupo, "The Wack Album".

Arte[editar | editar código-fonte]

Música e influências[editar | editar código-fonte]

Knowles cita suas influências sendo os grupos femininos da Motown Records, como The Supremes e The Marvelettes, e Martha Reeves, cantora principal do Martha and the Vandellas.[6] Ela também escutou o pop inglês da cantora Dusty Springfield, e de acordo com Solange, sua "maior influência" é sua mãe, Tina Knowles, quem foi membro do grupo da década de 1960 "The Veltones".[6]

Knowles diz que sua primeira paixão é escrever músicas. Suas composições iniciais foram vastamente inspiradas pelo estilo de escrita do poeta francês Paul Verlaine. Ela vem fazendo isso desde que tinha 9 anos de idade, e vem colaborando com vários escritores e produtores.[5] Em seu primeiro álbum, Knowles não teve controle sobre quais tipos de música produzir, porque "quando você tem 14, todos os outros são mais velhos que você e mais amadurecidos, e você confia em suas decisões".[14] Knowles estava mais preocupada em agradar sua gravadora, submetendo-se à seus desejos.[28] Suas influências musicais são expressadas de uma maneira melhor em Sol-Angel and the Hadley St. Dreams, quando ela considerou ela mesma madura e estava capaz de escrever e produzir músicas como ela queria, sem se preocupar com as expectativas dos outros. [14] As letras das músicas de Solange abordam as relações, questões mundiais, e amigos falecidos,[28] [51] tendo seu segundo álbum focado em eventos de sua vida, como casamento, divórcio e maternidade.[28]

Além de gravar música, Knowles ocasionalmente pinta, como seu hobby: "Eu acho que pintura, para min, é como uma expressão afirmativa em algo que às vezes você não sabe como será o resultado e cada traço e cada pincel para mim é uma emoção e, no final, aquilo vem como uma a coisa mais incrível possível. [...] Isso definitivamente da uma diferente saída".[30]

Imagem pública[editar | editar código-fonte]

Knowles é sempre comparada pela mídia à sua irmã, Beyoncé, quem ela considera uma de todos os seus modelos. Ela expressa sua opinião sobre as comparações na letra da música "God Given Name": "Eu não sou ela e nunca irei ser"[14] [52] — que foi propositadamente definida como faixa de abertura de seu álbum para mostrar as suas diferenças.[53] Em sua crítica sobre o álbum, Jody Rosen da revista Rolling Stone referiu-se à letra como uma declaração de independência.[54] Em uma entrevista com o Daily Mail, Knowles comentou: "As pessoas pensam que deveria existir uma grande rivalidade entre nós, mas nunca tivemos nenhum tipo de competição. Existe uma grande diferença de idade e nós duas somos personagens muito diferentes".[6] Em outra entrevista, Solange disse que ela não viveria no nível de fama de sua irmã, enfatizando que ela e Beyoncé são artisticamente diferentes, e ainda declarou que o blogueiro Teddy Birmingham foi "desrespeitoso" ao dizer que ela vivia na sombra de sua irmã em seu site "Teddytalks" em Junho de 2009.[28] Beyoncé não estava disposta à trazer sua irmã para a indústria da música, argumentando que isso "envolve muita pressão". Solange contrapôs dizendo, "É uma boa ideia ter dicas dela, mas nós realmente temos metas diferentes".[14]

Nos últimos anos, Solange recebeu considerável importância como um ícone fashion. Seu talento para cores fortes, estampas misturadas e estilos retro, bem como o seu dom para glamour, à frente da moda é visível em sua videografia musical e aparições públicas, algo que tornou-se parte integrante de sua imagem atual. Ela já foi fotografada vestindo Alexander Wang, Alexander McQueen e Chanel. O clipe da música para seu single de 2012 "Losing You" teve uma pesada demonstração do movimento da alfaiataria contemporânea de toda a África, La Sape. Similiarmente, a decisão dela de crescer seu cabelo natural inicialmente gerou fortes reações do público. Desde que deixou o cabelo esticado de lado, seus penteados afro nostálgicos e modernos captaram a atenção da mídia e do público em geral.[carece de fontes?]

Outros empreendimentos[editar | editar código-fonte]

Knowles vem promovendo "Baby Jamz", uma coleção de brinquedos com estilo hip-hop para bebês.[24] [55] A coleção foi inspirada por seu filho, Julez, quem é apaixonado por música hip-hop.[28] Ela é a produtora executiva do CD, composto do estilo atual de hip-hop e com rimas inspiradas, o qual é destaque em todos os brinquedos.[24] Também, Solange é conhecida por seu trabalho no premiado programa de TV infantil, Yo Gabba Gabba!. Ela fez a performance de "Momma Loves Baby" durante a apresentação ao vivo quando o programa fez uma turnê na área de Dallas, Texas. Ela também fez uma performance de "Mama Loves Baby" durante um episódio de 2010 chamado "Baby". Em 2011, Solange, junto com Alejandra Ramos Munoz e Zooey Deschanel, foi anunciada como o novo rosto da Rimmel Londres.[56] Em Fevereiro de 2012, Solange virou uma blogueira convidada da VOGUE.COM Today I'm Wearing compartilhando uma fotografia de suas roupas diariamente por um mês.

House of Deréon[editar | editar código-fonte]

Solange e sua irmã Beyoncé modelam para a linha de roupas de sua família, House of Deréon, nomeada em homenagem à sua avó, Agnéz Deréon. Ela também ajudou a lançar Deréon, uma uma coleção de vestuário júnior e uma linha irmã à House of Deréon.[57] Ambas as irmã~s modelam para Deréon, e são vistas na maioria das campanhas da marca. Elas estavam na campanha publicitária "Got Milk?", enquanto vestiam House of Deréon. Em 2008, Solange foi nomeada embaixadora da linha de difusão mais jovem da marca Giorgio Armani, Armani Jeans. Armani disse que Knowles sintetiza o estilo, que é uma "visão de um estilo de vida descontraído, jovem, independente, com uma forte e legal sensibilidade".[58]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Knowles casou-se com Daniel Smith em Fevereiro de 2004 quando ela tinha 17 anos e ele tinha 19.[28] [59] Em 18 de Outubro de 2004, Knowles deu à luz ao filho do casal, Daniel Julez J. Smith, Jr.[60] Knowles expressou um parcial arrependimento porque teve um filho muito cedo, mas diz que seu filho é a melhor bênção não-planejada. Uma música que ela escreveu para seu bebê, "6 O'Clock Blues", foi incluída em Sol-Angel and the Hadley St. Dreams.[51] Depois do nascimento de Daniel Julez, a família se mudou para Moscow, Idaho, onde o marido de Knowles continuou a estudar na faculdade.[31] Em Outubro de 2007, Solange confirmou em uma entrevista com a revista Essence que ela e Smith haviam se divorciado. Eles dividem a guarda da criança.[6] [28] Depois do divórcio, Knowles e seu filho se mudaram para Los Angeles, California, onde eles se estabilizaram.[30] Em Agosto de 2013, Knowles anunciou que ela e seu filho se mudariam para New Orleans, Louisiana.[61]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Extended Plays

Turnês[editar | editar código-fonte]

Atração principal

Suporte

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2001 Intimate Portrait Ela mesma 1 episódio
2002 A Família Radical Chanel 1 episódio
Taina Rachel 1 episódio
Taff Ela mesma 2 episódios
2003 Soul Train Ela mesma 1 episódio
The 30th Annual American Music Awards Ela mesma
The Today Show Ela mesma 1 episódio
The Brothers García Ela mesma 1 episódio
2004 One on One Charlotte 1 episódio
Férias da Família Johnson Nikki Johnson
2005 Listen Up! Erika 1 episódio
2006 As Apimentadas - Tudo Ou Nada Camille creditada como Solonge Knowles-Smith
2008 Entre Vidas Cantora 1 episódio
2008 Lincoln Heights Ela mesma 1 episódio
2010 Yo Gabba Gabba! Ela mesma 1 episódio

Prêmios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Ano Beneficiário Prêmio Resultado
2009 Solange Knowles BET Centric Award por BET Awards Indicado
2009 Solange Knowles Best New Artist por Soul Train Music Awards Indicado

References[editar | editar código-fonte]

  1. Influenced By. Allmusic. Página visitada em 26 de Fevereiro de 2011.
  2. Fox News. "Beyoncé Knowles' Biography", Fox News, 15 de Abril de 2008. Página visitada em 05 de Junho de 2008.
  3. Smolenyak, Megan. "A Peek into Blue Ivy Carter's Past", The Huffington Post, 12 de Janeiro de 2012. Página visitada em 30 de Janeiro de 2012.
  4. A Peek into Blue Ivy Carter's Past. The Huffington Post. AOL (12 de Janeiro de 2012). Página visitada em 14 de Janeiro de 2012.
  5. a b Solange Knowles Q&A. Cosmo Girl (25 de Agosto de 2008). Página visitada em 10 de Dezembro de 2008.
  6. a b c d e f Thrills, Adrian. "Little sis Solange emerges from 'bootylicious' Beyoncé's shadow", Daily Mail, 07 de Agosto de 2008. Página visitada em 06 de Novembro de 2008.
  7. Manning, Kara. "Destiny's Child Has Tough Backstage Break", MTV, 09 de Outubro de 2000. Página visitada em 04 de Novembro de 2008.
  8. a b c Bliss, Karen. "Solange Knowles Has "Star" Power", Rolling Stone, 06 de Agosto de 2002. Página visitada em 31 de Janeiro de 2009.
  9. a b Moss, Corey. "Solange, Beyoncé's Lil' Sis, Says She's No Destiny's Child", MTV, 18 de Março de 2002. Página visitada em 04 de Novembro de 2008.
  10. Corey, Moss. "Kelly Rowland Moves Into 'Leave It To Beaver' House", MTV, 23 de Agosto de 2002. Página visitada em 04 de Novembro de 2008.
  11. D'Angelo, Joe. "Ashanti, Keys, Solange 'Proud' Participants In Animated Series", MTV, 04 de Novembro de 2002. Página visitada em 03 de Fevereiro de 2009.
  12. Moss, Corey. "Destiny's Child May Get A New Member Next Year", MTV, 26 de Junho de 2003. Página visitada em 04 de Novembro de 2008.
  13. Corey, Moss. "Destiny's Child To Remain A Trio, Says Beyoncé", MTV, 25 de Agosto de 2003. Página visitada em 04 de Novembro de 2008.
  14. a b c d e Ramaswamy, Chitra (02 de Novembro de 2008). Solange Knowles interview - Soul sister. Scotland on Sunday. Página visitada em 03 de Novembro de 2008.
  15. Wiederhorn, Jon. "Solange 'Feeling' It With Beyoncé, N.O.R.E., Others", MTV, 06 de Novembro de 2002. Página visitada em 04 de Novembro de 2008.
  16. Hot R&B/Hip-Hop Singles Sales. Billboard. Nielsen Business Media (25 de Janeiro de 2003). Página visitada em 21 de Julho de 2008.
  17. Hot Dance Music/Maxi-Singles Sales. Billboard (04 de Janeiro de 2003). Página visitada em 21 de Julho de 2008.
  18. The Billboard 200: Solo Star. Billboard. Nielsen Business Media (Fevereiro 2008). Página visitada em 04 de Novembro de 2008. [ligação inativa]
  19. a b Concepcion, Mariel (16 de Maio de 2008). Solange Not Out To Top Sister Beyoncé On New Album. Billboard. Nielsen Business Media. Página visitada em 21 de Julho de 2008.
  20. Bring It On: All or Nothing (2006). Rotten Tomatoes. Página visitada em 03 de Fevereiro de 2009.
  21. Cornelius, David. "Bring It On: All or Nothing", Efilmcritic.com, 10 de Agosto de 2006. Página visitada em 03 de Fevereiro de 2009.
  22. Bring It On: All Or Nothing. ABC Family. Arquivado do original em August 22, 2008. Página visitada em 01 de Janeiro de 2009.
  23. a b Breaking: Solange. Rolling Stone (23 de Setembro de 2008). Página visitada em 31 de Janeiro de 2009.
  24. a b c Solange Knowles Signs a Worldwide Co-Publishing Deal With EMI Music Publishing (20 de Agosto de 2007).
  25. "Solange Knowles Enjoys the #1 Spot Again", PR Newswire, 22 de Julho de 2008. Página visitada em 05 de Novembro de 2008.
  26. {{{título}}}.
  27. Crosley, Hillary. "Solange Knowles Inks With Geffen", Billboard, Nielsen Business Media, 11 de Dezembro de 2007. Página visitada em 06 de Novembro de 2008.
  28. a b c d e f g h Edwards, Jeanine. Solange Knowles Flying Solo. Essence. Página visitada em 03 de Novembro de 2008.
  29. Arthur, Sylvia (01 de Julho de 2008). Destiny’s Child: Solange Comes of Age. Clutch. Página visitada em 06 de Novembro de 2008.
  30. a b c Barker, Lynn (14 de Maio de 2008). Solange Knowles: She's "Decided"!. Teen Hollywood. Página visitada em 01 de Fevereiro de 2009. [ligação inativa]
  31. a b Kennedy, Mark. "Solange Knowles, little sister to Beyonce, channels her inner soul with her sophomore CD", WXIN-TV, 03 de Novembro de 2008. Página visitada em 01 de Fevereiro de 2009.
  32. a b Caulfield, Kieth. Ask Billboard: Sol-Angel doesn't get wings. Billboard. Nielsen Business Media. Página visitada em 31 de Janeiro de 2009. [ligação inativa]
  33. Sol-Angel and the Hadley St. Dreams by Solange. Metacritic. Página visitada em 16 de Agosto de 2008.
  34. Gittins, Ian. "Solange", The Guardian, 10 de Novembro de 2008. Página visitada em 31 de Janeiro de 2009.
  35. "On the Breaking Blog: Solange", Rolling Stone, 24 de Setembro de 2008. Página visitada em 31 de Janeiro de 2009. [ligação inativa]
  36. Solange Announces UK Dates. Polydor Records (03 de Outubro de 2008). Página visitada em 09 de Novembro de 2008.
  37. Awwwwwhhhh Dammmmnnn......... Solangel.typepad.com (01 de Agosto de 2008). Página visitada em 03 de Novembro de 2008.
  38. Vena, Jocelyn. "Will New Solange Album Have A Duet With Sister Beyoncé?", MTV, 15 de Abril de 2009. Página visitada em 17 de Abril de 2009.
  39. Solange Exits Interscope Records. Rap-Up.com (31 de Outubro de 2009). Página visitada em 02 de Dezembro de 2009.
  40. Solange Starts Work On New Album ThatGrapeJuice.net - Acessado 16 de Junho de 2010
  41. Solange At Work on 2010 Album Singersroom Celebs - Acessado 16 de Junho de 2010
  42. Solange Readies Next Album The Young, Black & Fabulous - Acessado 16 de Junho de 2010
  43. Solange Knowles Does Yo Gabba Gabba' for Mothers Day Entertainment News - Acessado 16 de Junho de 2010
  44. Solange Knowles "Yo Gabba Gabba" Guest Appearance May 7 Acessado 16 de Junho de 2010
  45. Solange on Yo Gabba Gabba for Mothers Day Acessada 16 de Junho de 2010
  46. Murphy, Keith (7 de Julho de 2010). A Long Convo With... Solange. Vibe. Página visitada em 7 de Julho de 2010.
  47. (http://www.solange-k.net/wordpress/2012/09/02/solange-shoots-video-for-losing-you-in-south-africa/ Solange New Video - Losing You
  48. (http://www.rap-up.com/2012/10/25/solange-previews-true-ep-at-new-york-listening-party/
  49. Solange: Rise and Shine.
  50. Nessif, Bruna. "Solange Knowles Launches New Record Label, Releases Latest Track Featuring Kendrick Lamar", 14 de Maio de 2013. Página visitada em 14 de Maio de 2013.
  51. a b Beyoncé's little sister Solange manages motherhood, music and a divorce. Sister 2 Sister (May 2008). Arquivado do original em 5 de Agosto de 2008. Página visitada em 11 de Dezzembro de 2008.
  52. Murphy, Keith. "VOLUME NOW: Solange Knowles", Vibe, 29 de Outubro de 2008. Página visitada em 11 de Dezembro de 2008. [ligação inativa]
  53. "Solange Steps Out On Sophomore Solo Disc", Billboard, Nielsen Business Media, 05 de Setembro de 2008. Página visitada em 31 de Janeiro de 2009. (em Ni) [ligação inativa]
  54. Rosen, Jody (04 de Setembro de 2008). Solange Knowles: Sol-Angel & The Hadley St. Dreams. Rolling Stone. Página visitada em 31 de Janeiro de 2009.
  55. Smith, Olivia. "Sister act: Solange Knowles, Beyonce's younger sibling, comes into her own", New York Daily News, 17 de Junho de 2008. Página visitada em 11 de Dezembro de 2008.
  56. Solange Knowles. Rimmel London. Página visitada em 25 de Novembro de 2011.
  57. "Beyoncé launches her clothing line in Toronto", CTV News, 16 de Agosto de 2007. Página visitada em 05 de Abril de 2008.
  58. Barnett, Leisa. "Armani Says Solange", Vogue, 31 de Julho de 2008. Página visitada em 01 de Fevereiro de 2009.
  59. "Crazy in Love". People. 22 de Março de 2004.
  60. Grossman, Wendy; Peterson, Todd (26 de Outubro de 2004). Solange Knowles Gives Birth to a Boy. People. Time. Página visitada em 06 de Dezembro de 2008.
  61. Robertson, Iyana. "Watch: Solange Talks About Her Upcoming Album", Vibe, 5 de Agosto de 2013. Página visitada em 7 de Agosto de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]