The Burning Red

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Burning Red
Álbum de estúdio de Machine Head
Lançamento 10 de agosto de 1999
Gravação 1998 - 1999
Gênero(s) Nu metal
Groove metal
Duração 50:02
Gravadora(s) Roadrunner Records
Produção Ross Robinson
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Machine Head
Último
Último
The More Things Change
(1997)
Supercharger
(2001)
Próximo
Próximo


The Burning Red é o terceiro álbum de estúdio da banda americana de groove metal, Machine Head, lançado em 1999. É um dos álbuns da banda que mais venderam em território americano. A sonoridade da banda tornou-se mais moderna, devido a produção de Ross Robinson, famoso por produzir bandas como Korn e Limp Bizkit e a mixagem de Terry Date, que já trabalhou com Pantera e Deftones, o que desapontou muitos fãs antigos. Liricamente a banda escolheu o tema vida e morte como o conceito do álbum. É também o primeiro álbum com o guitarrista Ahrue Luster, que estréia no lugar de Logan Mader, que mais tarde junta-se ao Soulfly, ficando um bom tempo depois. Uma versão limitada do álbum, contém duas faixas bônus, "House Of Suffering" do Bad Brains e "Alcoholocaust".

Faixas[editar | editar código-fonte]

Música por Machine Head, letras de Robb Flynn, exceto faixa 8.

  1. "Enter the Phoenix" – 0:53
  2. "Desire to Fire" – 4:49
  3. "Nothing Left" – 4:05
  4. "The Blood, the Sweat, the Tears" – 4:11
  5. "Silver" – 3:52
  6. "From This Day" – 3:56
  7. "Exhale the Vile" – 4:57
  8. "Message in a Bottle" (cover de The Police) – 3:32
  9. "Devil with the King's Card" – 4:05
  10. "I Defy" – 3:42
  11. "Five" – 5:18
  12. "The Burning Red" – 6:44

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Machine Head é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.