Zé Américo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zé Américo
Zé Américo e populares no programa Você Se Lembra?
Nome completo José Américo Niccolini
Nacionalidade  Brasileiro
Ocupação apresentador, ator, redator, secretário parlamentar

Zé Américo — pseudônimo de José Américo Niccolini — é um humorista, redator, dublador, ator brasileiro e atualmente secretário parlamentar do deputado federal Tiririca.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreia artística no rádio onde atuou em muitas rádios incluindo Jovem Pan, Transamérica, Nativa FM, Nova Record FM. Trasncontinental FM, Educadora FM, entre outras.

Criou e dirigiu por mais de 20 anos peças teatrais do grupo Café com Bobagem com diversas montagens e apresentaçoes por vários estados do Brasil e no exterior.

Atuou em programas de televisão como Agildo no País das Maravilhas, Veja o Gordo, A Praça É Nossa, Domingo Legal e Domingão do Faustão.

Também teve breve passagem pela equipe do programa humorístico Show de Rádio, ao lado de Oscar Pardini e Ivan de Oliveira, programa que satirizava jogos de futebol. Antes do Café com Bobagem, participava de inúmeros programas de rádio e de televisão e também trabalhou na Rádio Jovem Pan FM.

Foi um dos fundadores do grupo em 1989, mas antes disso, já se apresentava ao lado de Pardini como humorista da Pan. É técnico em Administração de Empresas pelo Colégio Objetivo.[1]

Secretário parlamentar do deputado Tiririca[editar | editar código-fonte]

Zé Américo foi responsável, junto com Ivan de Oliveira, pela confecção do roteiro da propaganda eleitoral gratuita do humorista Tiririca, eleito deputado federal por São Paulo com uma estrondosa votação de mais de um milhão e trezentos mil votos. Em março de 2011, Tiririca contratou o humorista como secretário parlamentar, com um salário de R$ 8 mil, apesar de Zé Américo morar em São Paulo e não cumprir expediente diário como servidor da Câmara, já que Tiririca não tem escritório na capital paulista.[2] [3] [4]

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Referências