Activina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Existe três tipos de activina: A, AB e B.

Activina ou Ativina é um hormônio produzido pelo ovócito I cujo papel é de regular a produção de hormônio folículo-estimulante (FSH) através de feedback positivo, ou seja: quanto mais activina é produzida, maior é a liberação de FSH e GnRH.[1]

A activina também tem um papel na cicatrização, na produção de espermatozoides e na neuroproteção. A activina é produzida nos ovários, testículos, na glândula pituitária e na placenta.[2]

Para balancear, a inibina é sua antagonista, creduzindo a liberação de FSH e GnRH. Ambas são fatores de crescimento transformante beta (TFG-B).[3]


Referências

  1. Chen YG, Wang Q, Lin SL, Chang CD, Chuang J, Chung J, Ying SY (Maio de 2006). «Activin signaling and its role in regulation of cell proliferation, apoptosis, and carcinogenesis». Experimental Biology and Medicine. 231 (5): 534–44. PMID 16636301 
  2. Sulyok S, Wankell M, Alzheimer C, Werner S (octubre de 2004). «Activin: an important regulator of wound repair, fibrosis, and neuroprotection». Mol. Cell. Endocrinol. 225 (1-2): 127-32. PMID 15451577. doi:10.1016/j.mce.2004.07.011.
  3. van Zonneveld P, Scheffer G, Broekmans F, Blankenstein M, de Jong F, Looman C, Habbema J, te Velde E (2003). «Do cycle disturbances explain the age-related decline of female fertility? Cycle characteristics of women aged over 40 years compared with a reference population of young women». Hum Reprod 18 (3): 495-501. PMID 12615813. doi:10.1093/humrep/deg138.
Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço relacionado ao Projeto Química. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.