Angélica Rivera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Angélica Rivera
62.ª Primeira-dama do México
Período 1 de dezembro de 2012
até 30 de novembro de 2018
Presidente Enrique Peña Nieto
Antecessor Margarita Zavala
Sucessor Beatriz Gutiérrez Müller
Primeira-dama do Estado do México
Período 27 de novembro de 2010
até 15 de setembro de 2011
Governador Enrique Peña Nieto
Antecessor Mónica Pretelini
Sucessor Karitina Sáenz Vargas
Dados pessoais
Nome completo Angélica Rivera Hurtado
Nascimento 2 de agosto de 1969 (51 anos)
Cidade do México, México
Nacionalidade Mexicana
Cônjuge José Alberto Castro (c. 2004; div. 2008)
Enrique Peña Nieto (c. 2010; div. 2019)
Filhos 3
Profissão Atriz

Angélica Rivera Hurtado (Cidade de México, 2 de agosto de 1969) é uma cantora, modelo e atriz mexicana. Foi a primeira-dama do México de 2012 a 2018, quando esteve casada com o 64.º presidente do México, Enrique Peña Nieto.[1]

Foi presidente nacional do Conselho Consultivo para Cidadãos do Sistema Nacional de Desenvolvimento Integral da Família (DIF).

Ela tem seis irmãos, foi casada com o produtor José Alberto Castro, irmão da atriz Verónica Castro, com quem tem três filhas (Angélica Sofia, Fernanda e Regina).[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Angélica tinha dezessete anos quando descobriu que a atriz Verónica Castro, que mais tarde tornou-se sua cunhada, estava filmando um vídeo na rua, e ela decidiu acompanhar. Para sua surpresa, Verónica sugeriu que ela participasse do concurso de beleza "El rostro de El Heraldo de México", que Angélica ganhou em 1987. Tal acontecimento foi de extrema importância para a sua carreira.

Angélica participou do videoclipe "Ahora te Puedes Marchar ", do cantor Luis Miguel. Também participou de anúncios publicitários e como apresentadora de um programa de vídeos no canal pago TNT, junto a Martha Aguayo.

Angélica estreou como atriz na telenovela "Dulce Desafío", em 1989, junto de estrelas como Adela Noriega e Eduardo Yáñez, então foram se seguindo atuações em outras telenovelas e pouco a pouco ela foi demonstrando seu talento. No mesmo ano, Angélica foi selecionada para atuar em "Simplemente María".

Também interpretou a personagem Silvana, uma garota intrigante e oportunista, na telenovela "Alcanzar una Estrella", onde também cantou junto a Ricky Martin, Sasha Sokol e Erik Rubín.

Sua primeira telenovela como protagonista foi em "La Dueña", no ano de 1995, interpretando Regina Villareal. Nesta produção, atuou servindo de par romântico do ator Francisco Gattorno, tendo a atriz Cynthia Klitbo como antagonista principal.

Sua segunda telenovela como protagonista foi "Sin Pecado Concebido", no ano de 2001, junto a Sergio Goyri e Itatí Cantoral.

A atriz afastou-se por dois anos da televisão, já que deu à luz sua terceira filha, Angélica Sofia. Em 1997 regressou à telenovela Huracán, atuando ao lado do falecido ator Eduardo Palomo, telenovela esta que não obteve o êxito esperado.

Em 2003, antagonizou pela primeira vez numa telenovela mexicana, interpretando a vilã Marcia, na telenovela Mariana de La Noche, protagonizada pelos atores Alejandra Barros e Jorge Salinas, telenovela essa que foi produzida por Salvador Mejía Alejandre.

Seu último papel importante foi na telenovela Destilando Amor, em 2007, onde deu vida a Gaviota, atuando com o ator Eduardo Yáñez.

Primeira dama do México[editar | editar código-fonte]

Angélica Rivera recebe de Enrique Peña Nieto sua nomeação como presidente do Consejo Ciudadano Consultivo del Sistema Nacional DIF.

Em 1 de dezembro de 2012, Enrique Peña Nieto, seu então marido, assmiu a presidencia dos Estados Unidos Mexicanos, assim Rivera se convirteu primeira dama do país. Em 6 de março de 2013 foi nomeada presidente do Consejo Ciudadano Consultivo del Sistema Nacional para el Desarrollo Integral de la Familia (DIF), quando siguiu uma viagem pelo país para visitar os centros dessa instituição no país.[3]

Como primeira dama, acompanhou Enrique Peña Nieto em algumas viagens oficiais como a cerimônia de início de papado de Francisco I em 19 de março de 2013.[4] Assim como a visita oficial à Europa em 2014, onde visitaram França, Espanha e o Vaticano. Na Espanha Angélica Rivera foi condecorada com a Gran Cruz da Ordem de Isabel, a Católica.[5]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Casamento com José Alberto Castro[editar | editar código-fonte]

No dia 11 de dezembro de 2004, Angélica casou-se com o produtor José Alberto Castro, após quatorze anos de namoro e com quem já tinha duas filhas, e divorciaram-se em 2008. Seu casamento foi invalidado, ou seja, dado como nulo pela igreja católica.[6]

Casamento com Enrique Peña Nieto[editar | editar código-fonte]

Casou-se com Enrique Peña Nieto em 27 de novembro de 2010, quando era governador do Estado de México. A ceremônia aconteceu na catedral da cidade de Toluca. A partir desse momento, se convirteu em primera dama do referido estado. Alguns dias depois do casamento, anunciou sua retirada definitiva das telenovelas para dedicar-se a “essa grande responsabilidade ao lado do marido: dedicar-me a minha casa, a meus filhos”.[7][8]

Em 30 de março de 2012, iniciou-se a campanha de Enrique Peña Nieto para as eleições da Presidência da República Mexicana, na qual Rivera acompanhou seu esposo nos eventos que se realizaram em diversas partes da República; concomitantemente, publicou regularmente uma série de vídeos denominados “Lo que mis ojos ven y mi corazón siente”, onde documentou como vivenciou a campanha.[9]

Em 2008 foi a imagem oficial do Estado de México.

Em 2 de maio de 2019, anunciou oficialmente o término do seu casamento com Enrique Peña Nieto.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Angélica Rivera en un recorrido por el Hospital Infantil de México Federico Gómez.

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Fesrival Categoria Nomeações Resultado
1992 Prêmio TVyNovelas Melhor Atriz Jovem
Mi pequeña Soledad
Indicada
1994 Prêmio TVyNovelas Melhor Revelação Feminina
Sueño de amor
Indicada
1996 Prêmio TVyNovelas Melhor Atriz Protagonista
La dueña
Indicada
Melhor Revelação Feminina Venceu
Prêmios El Heraldo de México Melhor Atriz Venceu
1998 Prêmios El Heraldo de México Melhor atriz
Huracán
Venceu
2002 Prêmio TVyNovelas Melhor Atriz Protagonista
Sin pecado concebido
Indicada
2004 Premios Las Palmas de Oro[11] Melhor Atriz Antagônica
Mariana de la noche
Venceu
Prêmio TVyNovelas Melhor Atriz Antagonista Venceu
Prêmios ACE de Nova York[12] Rosto Feminino do Ano Venceu
2007 Prêmio TV Adicto Golden Awards Melhor Atriz
Destilando amor
Venceu
Melhor Par Romântico (com Eduardo Yáñez) Venceu
Premios Oye! Melhor Revelação Popular na Música Venceu
2008 Prêmio TVyNovelas[13] Melhor Atriz Protagonista Venceu
Premios Furia Musical Melhor Revelação Popular na Música Venceu
Prêmios Bravo Melhor Atriz Protagonista Venceu

Referências

  1. «Recibe Peña Nieto constancia de mayoría - Grupo Milenio». archive.vn. 19 de abril de 2013. Consultado em 28 de novembro de 2020 
  2. Esmas.com. «Informações e carreira de Angélica Rivero» (em espanhol) 
  3. Presidencia de México. (6 de marzo de 2013) La familia es el corazón que hace que México se mueva: Angelica Rivera de Peña
  4. 20 minutos. (19 de marzo de 2013) Peña Nieto y Angélica Rivera saludan al papa Francisco y lo invitan a visitar México
  5. El Informador. (9 de junio de 2014) El rey de España condecora a Peña Nieto y Angélica Rivera
  6. People en español. «Invalidam o casamento de Angélica Rivera e José Alberto Castro» (em espanhol) 
  7. Angélica Rivera se retira por amor Arquivado em 18 de dezembro de 2013, no Wayback Machine. Vanguardia, 21 de diciembre de 2010.
  8. Terra Mx. «Angélica Rivera se casa novamente» (em espanhol). Consultado em 7 de julho de 2012. Arquivado do original em 1 de dezembro de 2010 
  9. Los videos detrás de cámaras de 'La Gaviota' con Peña Nieto Arquivado em 19 de julho de 2012, no Wayback Machine. ADN Político 22 de abril de 2012.
  10. «Angélica Rivera, se lanza de lleno al mundo de la canción - Kebuena». 19 de septiembre de 2007. Consultado em 26 de septiembre de 2016  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  11. «Premian lo mejor del espectáculo mexicano». Consultado em 26 de septiembre de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  12. «COLOMBIA EN PREMIOS DE LA GRAN MANZANA - Archivo Digital de Noticias de Colombia y el Mundo desde 1.990 - eltiempo.com». Consultado em 26 de septiembre de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  13. Noroeste (Arrasa Destilando amor en los Premios Bravo)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Angélica Rivera