António Lopes Mateus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
António Lopes Mateus
Nascimento 1878
Morte 1955 (77 anos)
Cidadania Portugal
Ocupação líder militar
António Lopes Mateus.

António Lopes Mateus GCCComAGOAGCICGCB (18781955) foi um militar do Exército Português, onde atingiu o posto de general, e político ligado à Ditadura Nacional e ao Estado Novo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi Ministro da Guerra e Ministro do Interior (de 21 de Janeiro de 1930 a 21 de Outubro de 1931), funções em que foi uma das figuras chave na fundação e estruturação da União Nacional, deputado à Assembleia Nacional[1] e governador-geral de Angola (1935-1939). A 31 de Dezembro de 1920 foi feito Comendador da Ordem Militar de Avis, então ainda no posto de Coronel, a 11 de Abril de 1931 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo, a 5 de Outubro de 1933 com a Grã-Cruz da Ordem de Benemerência e a 17 de Novembro de 1938 com a Grã-Cruz da Ordem do Império Colonial, e a 24 de Julho de 1944 foi elevado a Grande-Oficial da Ordem Militar de Avis.[2]

Referências

  1. «José Manuel Tavares Castilho, A Assembleia Nacional (1934-1974)» (PDF). repositorio.iscte.pt .
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "António Lopes Mateus". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 22 de outubro de 2015 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Júlio Garcês de Lencastre
Governador-Geral de Angola
19351939
Sucedido por
José Diogo Ferreira Mateus