Antonov An-22

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
An-22 Antei
(OTAN: Cock)
Picto infobox aircraft.png
Um Antonov An-22 russo.
Descrição
Tipo / Missão Aeronave pesada de transporte tático militar e civil de linha aérea, com motores turboélice, quadrimotor monoplano
País de origem  União Soviética
Fabricante Antonov
Período de produção 1966-1976
Quantidade produzida 68 unidade(s)
Primeiro voo em 27 de fevereiro de 1965 (50 anos)
Introduzido em 1967
Variantes
  • An-22A
  • An-22PZ
Tripulação 5/6
Passageiros 290 passageiro(s)
Carga útil 80 000 kg (176 000 lb)
Especificações
Dimensões
Comprimento 57,9 m (190 ft)
Envergadura 64,40 m (211 ft)
Altura 12,53 m (41,1 ft)
Área das asas 345  (3 710 ft²)
Peso(s)
Peso vazio 114 000 kg (251 000 lb)
Peso de decolagem 250 000 kg (551 000 lb)
Propulsão
Motor(es) 4 x turboélices Kuznetsov NK-12MA com hélices contra-rotativas
Potência (por motor) 15 000 hp (11 200 kW)
Performance
Velocidade máxima 740 km/h (399 kn)
Alcance (MTOW) 5 000 km (3 110 mi)
Notas
Dados de: Jane's All The World's Aircraft 1982–83[nota 1]

O Antonov An-22 Antei foi a maior aeronave no mundo, antes da criação do Lockheed C-5 Galaxy (nome na OTAN: Cock). O An-22 é basicamente uma versão maior do An-12 com exceção da cauda dupla. Essa dupla cauda ajuda numa perfomace melhor e reduz as restrições de altura nos hangares.

Histórico operacional[editar | editar código-fonte]

O An-22 foi originalmente construído pela Força Aérea Soviética junto com a Aeroflot, um empresa aérea estatal. A primeira unidade foi operada no 556º Regimento de Aviação de Transporte Militar "Solnechnogorsk", o qual usou o An-22 de 1970 à 1987.

Aproximadamente 45 entraram em serviço na metade dos anos 90, a maioria pela Força Aérea Russa, mas lentamente foram substituído por um modelo maior, o An-124. Os An-22 restantes foram operados por um esquadrão de transporte militar independente chamado Tver, comandado em 2004 pelo tenente-coronel V. Borisenko.

Notas

  1. Taylor 1982, pp. 190–191.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Taylor, John W. R. (1983). Jane's All the World's Aircraft 1982-83. London: Jane's Publishing Company. ISBN 0-7106-0748-2.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Antonov An-22


Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.