Bruno Graveto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bruno Graveto
Informação geral
Nome completo Bruno Cesar Bezerra
Também conhecido(a) como Graveto
Nascimento 8 de dezembro de 1982 (37 anos)
Origem Santos, SP
País  Brasil
Gênero(s) Skate punk
Rapcore
Ska
Rap metal
Rock Alternativo
Reggae
Ocupação(ões) músico
Instrumento(s) bateria
Período em atividade 1994 - presente
Gravadora(s) Sony Music, Radar Records, Independente
Afiliação(ões) Charlie Brown Jr, Fusion, Pipeline, O Surto, Strike, Cali

Bruno Graveto (Santos, 8 de dezembro de 1982), nome artístico de Bruno Cesar Bezerra, é um baterista brasileiro, conhecido por seu trabalho com a banda Charlie Brown Jr..[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Bruno Graveto começou a tocar bateria aos 12 anos de idade. Antes de ficar conhecido nacionalmente com seu trabalho junto ao Charlie Brown Jr., que começou em 2008, Bruno havia tocado em muitas bandas da cena musical do litoral paulista, incluindo Luccas Trevisani[2][3] Pipeline e O Surto. Tocou também com o Baixista do CPM 22, Heitor Gomes em uma banda chamada Fusion. Com o Charlie Brown Jr, gravou o décimo disco da banda, Camisa 10 e Música Popular Caiçara (Ao Vivo). Sua primeira apresentação com o Charlie Brown Jr. foi em uma gravação para o Estúdio Coca Cola zero-com a Vanessa da Mata (Troca de Baladas) feita no Chorão Skate Park. Já o primeiro show foi dias depois, em Divinópolis, Minas Gerais no dia 25 de Abril.

Graveto permaneceu na banda até a morte do Chorao, quando o CBJr. terminou. Formou com os integrantes remanescentes a banda A Banca, que encerrou as atividades 6 meses depois de sua criação, quando Champignon morreu.

Em Novembro de 2013 foi confirmado oficialmente como membro da banda Strike.[4]

Em março de 2019 anunciou que iria sair do Strike por motivo de incompatilidade de ideias e tomou a decisão de sair em comum acordo com o resto da banda. Hoje faz parte da banda "Cali" junto com o ex-vocalista do Tihuana, Egypcio.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Com Charlie Brown Jr.[editar | editar código-fonte]

Com A Banca[editar | editar código-fonte]

Com Strike[editar | editar código-fonte]

  • 2015: Collab - Parte 1
  • 2018: Fênix

Com Luccas Trevisani[editar | editar código-fonte]

  • 2009 - Certos Dias[5][6]
  • 2018 - Luccas Trevisani Ao Vivo - Remasterizado[6][7][3]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Indicação Notas Resultado Ref.
2011 Prêmio Multishow de Música Brasileira 2011 "Melhor Instrumentista do Ano" Como baterista da banda Charlie Brown Jr. Indicado [8][9]

Grammy Latino[editar | editar código-fonte]

Prêmio Rock Show[editar | editar código-fonte]

Festa da Música[editar | editar código-fonte]

Google +[editar | editar código-fonte]

  • 2013- Recorde de views em show ao vivo no Google+, A Banca.

Disco de Ouro[editar | editar código-fonte]

  • 2014- Disco de Ouro com o Álbum La Família 013 , venda superior a 40 mil Cópias.

Referências

  1. g1.globo.com/ Baterista lamenta a morte de Chorão: "Era meu irmão mais velho"
  2. «Marcelo D2 faz show na A. A. Portuários». Jornal da Orla. 19 de abril de 2009 
  3. a b Publicidade, Jurujuba. «Entrevista com Bruno Graveto». Musica para ouvir, é aqui! | Quer ouvir músicas? Clique aqui!. Consultado em 6 de novembro de 2018 
  4. musica.uol.com.br/ Um ano sem Chorão: Músicos do Charlie Brown Jr. dedicam-se a novos projetos
  5. ‎Certos Dias by Luccas Trevisani (em inglês), 30 de abril de 2009, consultado em 6 de novembro de 2018 
  6. a b Trevisani, Luccas. «Músico do litoral - Luccas Trevisani». Luccas Trevisani. Consultado em 6 de novembro de 2018 
  7. ‎Luccas Trevisani Ao Vivo - Remasterizado by Luccas Trevisani (em inglês), 9 de fevereiro de 2018, consultado em 6 de novembro de 2018 
  8. rollingstone.com.br/ NX Zero e Restart são os grandes vencedores do Prêmio Multishow 2011
  9. cenadabaixada.com.br/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]