Carlos Cámara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos Cámara
Nascimento 9 de janeiro de 1934
República Dominicana
Nacionalidade Venezuelano,  Venezuela
Morte 24 de fevereiro de 2016 (82 anos)
Ocupação Ator
IMDb: (inglês)

Cárlos Cámara (República Dominicana, 9 de janeiro de 1934 - 24 de fevereiro de 2016)[1] foi um ator Dominiacano, de telenovelas radicado na Venezuela, que tem uma amplia trajetória artistica na televisão mexicana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Proveniente de uma família artistica sua mãe foi a atriz Lolita Lázaro e seu irmão Francisco era bailarino. Carlos se casou com a atriz Elisa Parejo, com quem tem dois filhos, os atores venezuelanos Carlos Cámara Jr, e Víctor Cámara.[2]

Entre suas atuções em telenovelas podesse se destacar El alma no tiene color de 1997, onde desempenhou o papel do incensível Humberto Roldan que tornou a vida de suas três filhas impossível por conta da sua ambição. Nesta telenovela atuou com ao lado de Laura Flores, Celia Cruz, Arturo Peniche.

Outros trabalhos seus estão Rodrigo Junquera em La Intrusa de 2001, compartilhando cenas com Gabriela Spanic, Chantal Andere, Guillermo García Cantú, entre outros atores, nesta telenovela Carlos substituiu o ator Enrique Lizalde por volta do 10 capítulo, e continuou até o final. Atuou como o implacável Ramón Márquez em Amor real de 2003, onde contracenou com Fernando Colunga.

Seu primeiro casamento terminou em divórcio, e Carlos se casou novamente e teve outra filha Norma. Se radicou no México no final da década de 60, traballhando na televisão, no cinema e no teatro. Carlos ao longo de sua carreira já atuou mais de 20 filmes como En busca de un muro (1973), El Monasterio de los buitres (1973) e Una Mujer honesta (1972).

O nome deste extraordinário ator está escrito na história da televisão, do teatro e do cinema mexicano.[3]

Cárlos Cámara faleceu,dia 24 de Fevereiro em sua casa na Cidade do México vitima de infarto deixando três filhos os atores Cárlos , Victor Cámara ,e Norma fruto de seu segundo casamento.

Telenovelas[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

  • Gata por liebre (1992)
  • La Guerra contra las drogas (1990)
  • Y tú.. quién eres? (1990)
  • Masacre en el río Tula (1985)
  • La Leyenda de Rodrígo (1981)
  • La Guerra santa (1979).... Padre Soler
  • Supervivientes de los Andes aka Survive! (1976)
  • Aventuras de un caballo blanco y un niño (1974)
  • Conserje en condominio (1974)
  • En busca de un muro (1973)
  • El Monasterio de los buitres (1973)
  • Una Mujer honesta (1972)
  • Las Chicas malas del padre Mendez (1971) Película
  • Fallaste corazón (1969)

Referências

  1. Esmas.com. «Carlos Cámara nascido na Republica Dominicana». Consultado em setembro de 2010.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. Alma Latina. «Informações em Alma Latina e carreira de Carlos Cámara». Consultado em setembro de 2010.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. Esmas.com. «Biografia e Carreira de Carlos Cámara». Consultado em outubro de 2012.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]