Chivu Stoica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Chivu Stoica
Nascimento 8 de agosto de 1908
Smeeni
Morte 18 de fevereiro de 1975 (66 anos)
Bucareste
Cidadania Romênia
Ocupação político
Prêmios
  • Herói do Trabalho Socialista
Causa da morte Perfuração por arma de fogo

Chivu Stoica (Smeeni, 8 de agosto de 1908Bucareste, 18 de fevereiro de 1975)[1][2] foi um importante político comunista romeno, que serviu como 48º primeiro-ministro da Romênia.

Juventude[editar | editar código-fonte]

Stoica discursando em Berlim, 18 de janeiro de 1963

Stoica nasceu em Smeeni, Condado de Buzău, o sexto filho de um lavrador.[3] Aos 12 anos, ele saiu de casa e começou a trabalhar como aprendiz na Căile Ferate Române, a empresa ferroviária estatal. Em 1921 mudou-se para Bucareste, onde trabalhou como caldeireiro nas empresas Vulcan, Lemaître e Malaxa. Lá ele conheceu Gheorghe Vasilichi, que o recrutou para o Partido Comunista (PCR).[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na primavera de 1931, Stoica começou a trabalhar para a Grivița Railway Yards, onde conheceu Gheorghe Gheorghiu-Dej, Vasile Luca e Constantin Doncea; juntos, eles começaram a organizar uma greve.[3] Em 20 de agosto de 1934, ele foi condenado a 15 anos de prisão por seu papel na Greve de Grivița de 1933.[4] Na prisão de Târgu Jiu, ele era próximo a Gheorghiu-Dej, que pode ter desejado que Stoica fosse seu sucessor como secretário-geral.

Ele foi membro do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores Romeno de 1945 a 1975 e membro do Politburo. Ele foi primeiro-ministro da Romênia entre 1955 e 1961 e como presidente do Conselho de Estado da Romênia (chefe de estado de fato) de 1965 a 1967.

Em seus últimos anos, Stoica caiu em desgraça com Nicolae Ceaușescu e sua esposa Elena.[5][6]

Morte[editar | editar código-fonte]

Sua morte, por uma bala de rifle de caça Holland & Holland na cabeça, foi considerada suicídio.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Tismăneanu, Vladimir. «Balta fetidă a minciunii: Nepmanul Ponta intre bolșevism și peronism» (em romeno). Consultado em 12 de junho de 2014 
  2. «Dosarele de cadre ale Ceaușeștilor» (em romeno). 18 de dezembro de 2013. Consultado em 12 de junho de 2014 
  3. a b c (em romeno) Paula Mihailov Chiciuc, "Din înaltul ordin al partidului" Arquivado 2014-03-02 no Wayback Machine, Jurnalul Național, July 18, 2006
  4. (em romeno) Stelian Tănase, Dej – omul resentimentului Arquivado 2007-10-10 no Wayback Machine, from Magazin Istoric
  5. Betea, Lavinia (15 de janeiro de 2007). «Zvonurile 'epocii de aur'» ["Rumors from the 'Golden Age']. Jurnalul Național (em romeno). Consultado em 3 de janeiro de 2021 
  6. Betea, Lavinia (21 de maio de 2013). «"Sinuciderea" lui Chivu Stoica, consilierul Pacepa și traducătorul "savantei" Lenuța». Adevărul. Consultado em 12 de junho de 2014 


Precedido por
Gheorghe Gheorghiu-Dej
Primeiro-ministro da Romênia
19551961
Sucedido por
Ion Gheorghe Maurer
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) político(a) é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.