Chivu Stoica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chivu Stoica
Nascimento 8 de agosto de 1908
Smeeni
Morte 18 de fevereiro de 1975 (66 anos)
Bucareste
Cidadania Romênia
Ocupação político
Prêmios Herói do Trabalho Socialista
Causa da morte trauma balístico

Chivu Stoica (Smeeni, 8 de agosto de 1908Bucareste, 18 de fevereiro de 1975) foi um líder político romeno do período comunista.

Nascido em Smeeni, condado de Buzău, foi o sexto filho de um lavrador. Aos doze anos, saiu de casa e começou a trabalhar na Căile Ferate Române, a companhia estatal de trens. Em 1921, mudou-se para Bucareste, onde trabalhou como caldeireiro. Ali encontrou Gheorghe Vasilichi, que o recrutou para o Partido Comunista.

Na primavera de 1931, começou a trabalhar em uma companhia ferroviária, onde conheceu Gheorghe Gheorghiu-Dej, Vasile Luca, e Constantin Doncea, que juntos organizaram uma greve. Em 20 de agosto de 1934, foi sentenciado a quinze anos de prisão por sua participação em uma greve em 1933. Na prisão, esteve perto de Gheorghe Gheorghiu-Dej.

Foi membro do Comitê Central do Partido Comunista da Romênia de 1945 a 1975 e do Politburo. Foi primeiro-ministro do país entre 1955 e 1961 e presidente do Conselho de Estado da Romênia de 1965 a 1967.

Em seus últimos anos, caiu em desgraça com o líder máximo do país, Nicolae Ceauşescu, e sua esposa. Sua morte, alvejado por uma bala de rifle de caça na cabeça, foi considerada como suicídio, o que sempre gerou dúvidas.

Precedido por
Gheorghe Gheorghiu-Dej
Primeiro-ministro da Romênia
19551961
Sucedido por
Ion Gheorghe Maurer
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.