Victor Ponta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Victor-Viorel Ponta
Victor Ponta em 2014
Primeiro-ministro da Roménia
Período 7 de maio de 2012
a 4 de novembro de 2015
Antecessor Mihai Răzvan Ungureanu
Sucessor Sorin Cîmpeanu (interino)
Dados pessoais
Nascimento 20 de setembro de 1972 (46 anos)
Bucareste
Partido PSD
linkWP:PPO#Roménia

Victor-Viorel Ponta (Bucareste, 20 de Setembro de 1972) é um jurista e político romeno. Foi primeiro-ministro da Roménia, desde que foi nomeado pelo presidente Traian Basescu, em Maio de 2012 até 4 de novembro de 2015, quando anunciou a retirada. Victor Ponta foi o mais novo primeiro-ministro da União Europeia.

Victor Ponta é doutorado em Direito e foi, até 2001, procurador anti-corrupção no Supremo Tribunal da Roménia. Membro do Partido Social Democrata (PSD) e seu líder desde 2010, bem como líder conjunta (2012-2014 ) do então governante União Social Liberal (USL). Ele tem sido um membro da Câmara dos Deputados para Gorj desde 2004. No gabinete Emil Boc, ele foi ministro-delegado para as relações com o Parlamento Europeu entre 2008 e 2009.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Politicamente formado nas juventudes social-democratas, Ponta entrou na alta política em 2001, como secretário de Estado, no Governo de Adrian Nastase, posteriormente condenado por corrupção. Entre 2008 e 2009, ocupou as funções de relações com o parlamento. Desde que foi eleito presidente do PSD, em 2010, dominou o partido com mão de ferro e evitou que, das suas fileiras, surgisse outro candidato à Presidência da República.[2]

Em 2010, o PSD ganhou a presidência com o slogan "Romania correto", centrada na mensagem de inovação, dinamismo e reconstrução da identidade do partido também estabelecer uma sociedade mais justa. Em 2011, após a criação da aliança entre o PSD, PNL e PC, Victor Ponta tornou-se co-presidente da União Social Liberal (USL).

Durante a presidência de Victor Ponta, o Partido Social Democrata venceu o mandato do primeiro-ministro da Roménia depois de oito anos. Em maio de 2012, Victor Ponta foi apontado como o primeiro-ministro e prometeu mudar a direção do país, através da implementação de políticas para estimular o crescimento económico e criar novos postos de trabalho, de acordo com a opinião progressista europeu.

Em 29 de julho de 2014, o PSD, apresentou em Craiova, a candidatura de unanimidade para as eleições presidenciais na Romênia de 2014[3] como seu candidata.

Victor Ponta é casado e com dois filhos, fala, além de romeno, inglês, francês e italiano.

Em 13 de julho de 2015, Victor Ponta, foi formalmente acusado de fraude, evasão fiscal e branqueamento de capitais. Os procuradores referiram que a investigação remonta à época em que o primeiro-ministro era advogado. Foram bloqueados uma parte dos bens de Ponta para, se for o caso, ressarcir o Estado pelos danos sofridos.[4]

Victor Ponta, anunciou a sua demissão em 4 de novembro de 2015, um dia depois de um grande protesto contra o Governo que juntou cerca de 20 mil pessoas nas ruas de Bucareste, na sequência do incêndio da discoteca Colectiv em Bucareste.[5]

Referências

  1. «Victor Ponta, candidat la alegerile prezidențiale 2014 (biografie) – AGERPRES». www.agerpres.ro. Consultado em 16 de novembro de 2015 
  2. «Atual primeiro-ministro é o favorito nas eleições presidenciais da Roménia». JN. Consultado em 16 de novembro de 2015 
  3. «Roménia testa popularidade de Victor Ponta nas eleições presidenciais». euronewspt. Consultado em 16 de novembro de 2015 
  4. «Primeiro-ministro romeno acusado de fraude e evasão fiscal» 
  5. observador.pt (4 de novembro de 2015). «Governo romeno demite-se depois de tragédia em discoteca». 4-11-2015. Consultado em 4 de novembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Mihai Răzvan Ungureanu
Primeiro-ministro da Roménia
2012 - atualidade
Sucedido por
Sorin Cîmpeanu
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.