Octavian Goga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Translation arrow.svg
Este artigo ou secção resulta, no todo ou em parte, de uma tradução do artigo «Octavian Goga» na Wikipédia em inglês, na versão original. Você pode incluir conceitos culturais lusófonos de fontes em português com referências e inseri-las corretamente no texto ou no rodapé. Também pode continuar traduzindo ou colaborar em outras traduções. Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Octavian Goga.jpg
assinatura

Octavian Goga, (Răşinari, 1 de abril de 1881Ciucea, 7 de maio de 1938), foi poeta, dramaturgo, jornalista, tradutor e político fascista romeno.

Nascido em Răşinari, perto de Sibiu, foi um ativo membro do movimento nacionalista romeno na Transilvânia e do grupo que o liderava, o Partido Nacional Romeno (PNR) na Áustria-Hungria. Antes da Segunda Guerra Mundial, foi preso pelas autoridades húngaras. Em diferentes períodos, até a união da Romênia com a Transilvânia em 1918, refugiou-se na Romênia, tornando-se conhecido nos círculos político e literário. Deixou o PNR para juntar-se ao Partido do Povo (PP), liderado pelo general Alexandru Averescu, um movimento populista criado no fim da guerra.

Foi primeiro-ministro da Romênia entre 28 de dezembro de 1937 e 10 de fevereiro de 1938, nomeado pelo rei Carol, como estratégia para reforçar seu próprio poder ditatorial. Seu curto período como primeiro-ministro ficou conhecido especialmente pela criação das primeiras leis anti-semitas. Em 12 de janeiro de 1938, seu governo excluiu a cidadania romena dos judeus.

Precedido por
Gheorghe Tătărescu
Primeiro-ministro da Romênia
19371938
Sucedido por
Miron Cristea
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.