Octavian Goga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Octavian Goga.jpg
assinatura

Octavian Goga, (Rășinari, 1 de abril de 1881Ciucea, 7 de maio de 1938), foi poeta, dramaturgo, jornalista, tradutor e político fascista romeno.

Nascido em Rășinari, perto de Sibiu, foi um ativo membro do movimento nacionalista romeno na Transilvânia e do grupo que o liderava, o Partido Nacional Romeno (PNR) na Áustria-Hungria. Antes da Segunda Guerra Mundial, foi preso pelas autoridades húngaras. Em diferentes períodos, até a união da Romênia com a Transilvânia em 1918, refugiou-se na Romênia, tornando-se conhecido nos círculos político e literário. Deixou o PNR para juntar-se ao Partido do Povo (PP), liderado pelo general Alexandru Averescu, um movimento populista criado no fim da guerra.

Foi primeiro-ministro da Romênia entre 28 de dezembro de 1937 e 10 de fevereiro de 1938, nomeado pelo rei Carol, como estratégia para reforçar seu próprio poder ditatorial. Seu curto período como primeiro-ministro ficou conhecido especialmente pela criação das primeiras leis antissemitas. Em 12 de janeiro de 1938, seu governo excluiu a cidadania romena dos judeus.

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Octavian Goga».


Precedido por
Gheorghe Tătărescu
Primeiro-ministro da Romênia
1937 – 1938
Sucedido por
Miron Cristea
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.