Coleção Heloísa Alberto Torres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Coleção Heloísa Alberto Torres é uma das coleções em exposição no Museu Nacional, no Rio de Janeiro. O acervo, formado por Heloísa Alberto Torres e composto aproximadamente de 3.000 peças, é considerado um registro da formação da antropologia no Brasil, com objetos ligados a expedições indigenistas e a manifestações culturais afro-brasileiras.[1]

Eram da coleção itens de destaque na Sala Kumbukumbu, como elementos do candomblé da Bahia. Exemplos são os orixás, produzidos por Afonso de Santa Isabel.[2]

Esta coleção foi destruída no incêndio de 2018 no Museu Nacional.[3]

Galeria[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Coleção Heloísa Alberto Torres

Referências

  1. Hoffmann, MB. «Coleção Heloísa Alberto Torres» (PDF) 
  2. «Kumbukumbu | Museu Nacional - UFRJ». museunacional.ufrj.br. Consultado em 29 de setembro de 2018 
  3. «Nos roubaram uma segunda vez: sobre as cinzas do Museu Nacional». Alma Preta 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]