Coleção de meteoritos do Museu Nacional do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Exposição de meteoritos no museu.

As coleções do Museu Nacional do Brasil incluem uma exposição de meteoritos descobertos no Brasil e em outros países.[1]

Um dos mais importantes meteoritos que estava em exposição é o meteorito de Bendegó, que pesa mais de 5.000 kg e foi descoberto em 1784.[2] Ele sobreviveu ao incêndio que destruiu o museu em 2018 sem grandes danos.[3]

Imagem Nome Tipo Local de descoberta
Ano TKW Notas
Meteorito Avanhandava MN 01.jpg Meteorito Avanhandava Condrito Avanhandava, São Paulo, Brasil 1952 9.33 kg Composto em sua maior parte de ferro (27.15%) e olivina (17.3%).[4]
Bendegó meteorite, front, National Museum, Rio de Janeiro.jpg Meteorito do Bendegó Siderito Bahia, Brasil 1784 5260 kg É o maior meteorito de ferro já encontrado em solo brasileiro.[5]
Meteorito Brehan MN 01.jpg Meteorito Brenham Pallasite Estados Unidos
Meteorito Campos Sales MN 01.jpg Meteorito Campos Sales Condrito Ceará, Brasil 1991 [6]
Meteorito Carlton MN 01.jpg Meteorito Carlton Siderita Hamilton County, Texas, Estados Unidos [7]
Meteorito Glen Rose MN 01.jpg Meteorito Glen Rose Glen Rose, Estados Unidos
Museu Nacional do Brasil - Julho 2018 (172) (Henbury).jpg Meteorito Henbury Siderita Austrália 1922 [8]
Meteorito Krasnojarsk Pallasita Rússia 1749 [9]
Meteorito Pará de Minas 01.jpg Meteorito Pará de Minas Siderita Minas Gerais, Brasil 1934 112 kg
Meteorito Patos de Minas MN 01.jpg Meteorito Patos de Minas Octaedrito Minas Gerais, Brasil 1925 218.4 kg Composto de ferro e níquel.[10]
Meteorito Pirapora MN 01.jpg Meteorito Pirapora Siderita Minas Gerais, Brasil Composto de ferro e níquel.[11]
Museu Nacional do Brasil - Julho 2018 (177) (Santa Catarina).jpg Meteorito Santa Catarina Siderita Santa Catarina, Brasil 1875 [12]
Meteorito São João Nepomuceno Siderita São João Nepomuceno, Brasil [13]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]