Corrida de Reis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde junho de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde junho de 2012)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde junho de 2012).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Corrida de Reis acontece nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande Mato Grosso, Brasil), é organizada pela TV Centro América, afiliada da Rede Globo.

A corrida de rua com percurso entre as duas cidades de 10 km com data sempre prevista no primeiro domingo após o Dia de Reis Magos (6 de Janeiro). É homologada pela Confederação Brasileira de Atletismo e faz parte do calendário de atletas do Brasil e do mundo como uma das principais corridas do Brasil. Conta com uma das maiores premiações nacionais, premiando com um carro popular novo os ganhadores de ambas as duas principais categorias, e premiando também as categorias por faixa etária e categoria especial, atletas com deficiência física, o que atrai a participação até de competidores de renome internacional.

História[editar | editar código-fonte]

A Corrida de Reis foi realizada pela primeira vez em 1985: o nome da prova surgiu em homenagem aos Três Reis Magos e reuniu nos primeiros anos da competição uma média de 200 a 300 corredores.

A primeira corrida teve como vencedor Juarez Sabino e Jorilda Sabino. A partir de 1997, o pelotão de elite passou a ser composto por 100 atletas, 70 no masculino e 30 no feminino. A partir de 2009, são 150 corredores na elite, sendo formado pelos 100 melhores colocados no masculino e 50 no feminino da corrida de Reis do ano anterior, mais 50 atletas que comprovarem ter participado em outras corridas de nível nacional e internacional em 2008/2009 e ter se classificado entre os 10 primeiros colocados.

Na corrida de 2013, o queniano Edwin Rotich, que liderou toda corrida, foi atacado por Walace de Souza Nogueira, cujo lembrou o caso do brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima, nas Olímpiadas de 2004 .[1]

Recordes[editar | editar código-fonte]

Depois de oficializada pela Confederação Brasileira de Atletismo, em 1997, a Corrida de Reis tem como recordista no masculino Valdenor Pereira dos Santos com o tempo de 29’29” (em 2002). No feminino, o recorde é de Maria Zeferina Baldaia, com o tempo de 34’15” (em 2002).

Percurso[editar | editar código-fonte]

A partir de 2009[editar | editar código-fonte]

Percurso da Corrida de Reis.

O novo percurso se tornou mais difícil, sem declives como no percurso anterior. No novo trajeto as avenidas são planas e nos 3 últimos quilômetros são de aclive moderado, na avenida Rubens de Mendonça.

  1. Saída na Av. Dr. Paraná (1 km)
  2. Ultrapassando a ponte Sérgio Motta sobre o rio Cuiabá
  3. Avenida Beira Rio (3 km)
  4. Rua Tufik Affi (1 km)
  5. Avenida Tenente Coronel Duarte (Prainha) (2 km)
  6. Avenida Historiador Rubens de Mendonça (3 km)

Até 2008[editar | editar código-fonte]

Percurso da Corrida de Reis nos últimos anos.

O percurso é relativamente fácil, com muitas retas e um grande declive durante a Avenida da FEB e para o final um aclive na Avenida Mato Grosso, um fator de grande desgaste é a temperatura, em média 35 graus °C.

  1. Avenida Arthur Bernardes
  2. Avenida Filinto Müller
  3. Avenida orleans
  4. Rua Tufik Affi
  5. Avenida Tenente Coronel Duarte (Prainha)
  6. Avenida Mato Grosso

Vencedores[editar | editar código-fonte]


Ano Feminino País Tempo Masculino País Tempo
1985 Jorilda Sabino Flag of Brazil.svg Brasil Juarez Sabino Flag of Brazil.svg Brasil
1986 Jorilda Sabino Flag of Brazil.svg Brasil Tadeu Dias Flag of Brazil.svg Brasil
1987 Jorilda Sabino Flag of Brazil.svg Brasil Amauri Ribeiro Flag of Brazil.svg Brasil
1988 Jorilda Sabino Flag of Brazil.svg Brasil Amauri Ribeiro Flag of Brazil.svg Brasil
1989 Nadir Sabino Flag of Brazil.svg Brasil Airton Miro Flag of Brazil.svg Brasil
1990 Nadir Sabino Flag of Brazil.svg Brasil Amauri Ribeiro Flag of Brazil.svg Brasil
1991 Cleuza Irineu Flag of Brazil.svg Brasil Amauri Ribeiro Flag of Brazil.svg Brasil
1992 Nadir Sabino Flag of Brazil.svg Brasil João Neto Flag of Brazil.svg Brasil
1993 Solange Cordeiro Flag of Brazil.svg Brasil João Neto Flag of Brazil.svg Brasil
1994 Cleuza Irineu Flag of Brazil.svg Brasil João Neto Flag of Brazil.svg Brasil
1995 Viviane de Oliveira Flag of Brazil.svg Brasil 34:28 Tomix Alves Flag of Brazil.svg Brasil
1996 Nadir Sabino Flag of Brazil.svg Brasil Daniel Lopes Flag of Brazil.svg Brasil
Oficializada pela Confederação Brasileira de Atletismo
1997 Viviane de Oliveira Flag of Brazil.svg Brasil Ronaldo da Costa Flag of Brazil.svg Brasil
1998 Viviane de Oliveira Flag of Brazil.svg Brasil Adalberto Garcia Flag of Brazil.svg Brasil
1999 Viviane de Oliveira Flag of Brazil.svg Brasil 34:35 Valdenor dos Santos Flag of Brazil.svg Brasil 29:42
2000 Fabiana Silva Flag of Brazil.svg Brasil 35:28 Daniel Lopes Flag of Brazil.svg Brasil 30:20
2001 Marcia Narloch Flag of Brazil.svg Brasil 35:18 Daniel Lopes Flag of Brazil.svg Brasil 29:53
2002 Maria Zeferina Baldaia Flag of Brazil.svg Brasil 34:15 Valdenor Pereira dos Santos Flag of Brazil.svg Brasil 29:29
2003 Fabiana Cristine da Silva Flag of Brazil.svg Brasil 35:06 Daniel Lopes Flag of Brazil.svg Brasil 30:11
2004 Deborah Mengich Flag of Kenya.svg Quênia 35:00 Benson Cherono Flag of Kenya.svg Quênia 29:39
2005 Nadir Sabino Flag of Brazil.svg Brasil 35:11 Wagner Rômulo da Silva Flag of Brazil.svg Brasil 29:42
2006 Margaret Toroitich Flag of Kenya.svg Quênia 34:51 Wagner Rômulo da Silva Flag of Brazil.svg Brasil 29:54
2007 Lucélia de Oliveira Peres Flag of Brazil.svg Brasil 35:24 Clodoaldo Gomes da Silva Flag of Brazil.svg Brasil 29:51
2008 Alice Timbilili Flag of Kenya.svg Quênia 35:25 Franck Caldeira Flag of Brazil.svg Brasil 30:03
2009 Nancy Jepkosgei Kipron Flag of Kenya.svg Quênia 34:37 Marco Joseph Flag of Tanzania.svg Tanzânia 30:03
2010 Kipkoech Pasalia Chepkorir Flag of Kenya.svg Quênia 34:24 Marco Joseph Flag of Tanzania.svg Tanzânia 29:59
2011 Eunice Jepkirui Kirwa Flag of Kenya.svg Quênia 34:30 Barnabas Koplagat Kosgei Flag of Kenya.svg Quênia 30:24
2012 Eunice Jepkirui Kirwa Flag of Kenya.svg Quênia 34:35 Mark Korir Flag of Kenya.svg Quênia 30:03
2013 Nancy Jepkosgei Kipron Flag of Kenya.svg Quênia 35:57 Edwin Kipsang Rotich Flag of Kenya.svg Quênia 30:03
2014 Nancy Jepkosgei Kipron Flag of Kenya.svg Quênia 33:52 recorde Edwin Kipsang Rotich Flag of Kenya.svg Quênia 29:13 recorde
2015 Delvine Meringor Flag of Kenya.svg Quênia 33:53 Alphonce Feliz Simbu Flag of Tanzania.svg Tanzânia 30:08

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. IG (6 de janeiro de 2013). «Queniano supera invasão de torcedor e vence Corrida de Reis». 14:43. Consultado em 7 de janeiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]