Democracia Cristã (Itália)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Democracia Cristã
Democrazia Crisitiana
Líder Mino Martinazzoli (último)
Fundação 1942
Dissolução 1994
Ideologia Democracia cristã
Popularismo
Anti-comunismo
Anti-fascismo
Pró-europeísmo
facções internas:
Liberalismo
Conservadorismo
Social-democracia
Espectro político Centro com facções de Centro-direita e Centro-esquerda
Sucessor Partido Popular Italiano
Membros (1990) 2.109.670
Afiliação internacional Internacional Democrata Centrista
Afiliação europeia Partido Popular Europeu
Grupo no Parlamento Europeu Partido Popular Europeu
Cores Branco e Azul

A Democracia Cristã (em italiano Democrazia Cristiana; DC) foi um partido político italiano de inspiração democrata-cristã, fundado em 1942 por Alcide De Gasperi a partir dos vestígios do partido proibido pelo fascismo Partido Popular Italiano do padre Luigi Sturzo[1][2].

O partido, após a queda do fascismo em Itália, viria a tornar-se o partido dominante, vencendo todas as eleições legislativas de 1946 a 1992[2].

Os democratas-cristãos italianos, ao contrário dos seus congéneres europeus, eram um partido pega-tudo, com facções de centro-direita a centro-esquerda, algo que fizesse com que houvesse enormes divisões internas[1][2]. Estas divisões eram postas de lado, em grande parte, pelo forte anti-comunismo de todas as facções e o receio que o Partido Comunista Italiano chegasse ao poder[2].

Ao longo da sua história, a DC iria fazer governos de coligação com diferentes partidos, como o Partido Liberal Italiano, o Partido Republicano Italiano, o Partido Socialista Democrático Italiano e, a partir da década de 1960, com o Partido Socialista Italiano, sempre com o objectivo de alargar a influência dos governos democratas-cristãos e, assim, evitar a ascensão dos comunistas ao poder[2].

Com o final da Guerra Fria, o desaparecimento das tensões ideológicas com a queda da URSS e, acima de tudo, o envolvimento de diversos dirigentes da DC em diversos escândalos de corrupção, como o Tagentopoli, levaram, não só à dissolução do partido, como muitos dos seus parceiros de coligação governativa, como o Partido Socialista Italiano[2]. Numa tentativa de limpar a imagem, os democratas-cristãos mudam de nome para Partido Popular Italiano, mas os resultados nas eleições de 1994, provaram que a dominância dos democratas-cristãos na política italiana tinha chegado ao fim[2].

Resultados Eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data Líder Eleição Cl. Votos % +/- Membros +/- Estatuto
1946 Alcide De Gasperi Assembleia Constituinte 1.º 8 101 004
35,21 / 100,00
207 / 556
Governo
1948 Alcide De Gasperi Câmara dos Deputados 1.º 12 740 042
48,51 / 100,00
Aumento13,30
305 / 574
Aumento98 Governo
Senado 1.º 10 899 640
48,11 / 100,00
131 / 237
1953 Alcide De Gasperi Câmara dos Deputados 1.º 10 862 073
40,10 / 100,00
Baixa8,41
263 / 590
Baixa42 Governo
Senado 1.º 9 660 210
39,76 / 100,00
Baixa8,35
112 / 237
Baixa19
1958 Amintore Fanfani Câmara dos Deputados 1.º 12 520 207
42,35 / 100,00
Aumento2,25
273 / 596
Aumento10 Governo
Senado 1.º 10 780 954
41,23 / 100,00
Aumento1,47
123 / 246
Aumento12
1963 Aldo Moro Câmara dos Deputados 1.º 11 773 182
38,28 / 100,00
Baixa4,07
260 / 630
Baixa13 Governo
Senado 1.º 10 017 975
36,47 / 100,00
Baixa4,76
129 / 315
Aumento6
1968 Mariano Rumor Câmara dos Deputados 1.º 12 437 848
39,12 / 100,00
Aumento0,84
266 / 630
Aumento6 Governo
Senado 1.º 10 972 114
38,34 / 100,00
Aumento1,87
135 / 315
Aumento6
1972 Arnaldo Forlani Câmara dos Deputados 1.º 12 912 466
38,66 / 100,00
Baixa0,46
266 / 630
Estável Governo
Senado 1.º 11 465 529
38,07 / 100,00
Baixa0,27
135 / 315
Estável
1976 Benigno Zaccagnini Câmara dos Deputados 1.º 14 209 519
38,71 / 100,00
Aumento0,05
263 / 630
Baixa3 Governo
Senado 1.º 12 227 353
38,88 / 100,00
Aumento0,81
135 / 315
Estável
1979 Benigno Zaccagnini Câmara dos Deputados 1.º 14 046 290
38,30 / 100,00
Baixa0,41
262 / 630
Baixa1 Governo
Senado 1.º 12 010 716
38,34 / 100,00
Baixa0,54
138 / 315
Aumento3
1983 Ciriaco de Mita Câmara dos Deputados 1.º 12 153 081
32,93 / 100,00
Baixa5,37
225 / 630
Baixa37 Governo
Senado 1.º 10 077 204
32,41 / 100,00
Baixa5,93
120 / 315
Baixa18
1987 Ciriaco de Mita Câmara dos Deputados 1.º 13 233 620
34,31 / 100,00
Aumento1,38
234 / 630
Aumento9 Governo
Senado 1.º 10 897 036
33,62 / 100,00
Aumento1,21
125 / 315
Aumento5
1992 Arnaldo Forlani Câmara dos Deputados 1.º 11 640 265
29,66 / 100,00
Baixa4,65
206 / 630
Baixa28 Governo
Senado 1.º 9 088 494
27,27 / 100,00
Baixa6,35
107 / 315
Baixa18

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Data Cabeça de Lista Cl. Votos % +/- Deputados +/-
1979 Emilio Colombo 1.º 12 774 320
36,45 / 100,00
29 / 81
1984 Ciriaco De Mita 2.º 11 583 767
32,96 / 100,00
Baixa3,49
26 / 81
Baixa3
1989 Arnaldo Forlani 1.º 11 451 053
32,90 / 100,00
Baixa0,06
26 / 81
Estável

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Newell, James L.; Newell, James (28 de janeiro de 2010). The Politics of Italy: Governance in a Normal Country (em inglês). [S.l.]: Cambridge University Press. ISBN 9780521840705 
  2. a b c d e f g «Christian Democrat Party (DC) Democrazia Cristiana». www.globalsecurity.org. Consultado em 14 de abril de 2016