Educação de adultos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de EJA)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O acesso a bibliotecas é chave na educação para adultos.

A educação de adultos é o tipo de educação orientada para adultos que completaram ou abandonaram a educação formal. É uma prática em que adultos se envolvem em atividades sistemáticas e sustentadas de autoeducação a fim de obter novas formas de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores.[1]

Pode significar qualquer forma de aprendizagem de adultos que envolve, além da escolarização tradicional, a alfabetização básica para a realização pessoal.[2] Em particular, a educação de adultos reflete uma filosofia específica sobre aprendizagem e ensino com base no pressuposto de que os adultos podem e querem aprender, que são capazes e dispostos a assumir a responsabilidade por sua aprendizagem e que a própria aprendizagem deve responder às suas necessidades.[3]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

O pedagogo Paulo Freire[4] desenvolveu importantes estudos sobre a educação que culminaram numa modalidade de ensino específico para o público adulto no Brasil, conhecida como "educação de jovens e adultos" (EJA). Essa política é construída com recursos financeiros próprios para a modalidade, além das especificidades das relações de ensino-aprendizagem, criação de material didático e formação específica e continuada de professores. Contudo, essa política, assim como outras, é marcada por avanços e retrocessos, passando na atualidade por uma desvalorização. [5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Merriam, Sharan, B. & Brockett, Ralph, G.. The Profession and Practice of Adult Education: An Introduction. Jossey-Bass, 2007, p. 7.
  2. «What is adult education» 
  3. «Adult Education». The Canadian Encyclopedia 
  4. FREIRE, Paulo (2011). Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra 
  5. Ceratti, Márcia (2007). «POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS» (PDF). Gestão Escolar. Consultado em 2 de maio de 2018