Economia da Inglaterra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A moeda utilizada na Inglaterra é a libra esterlina (£), ou pound, uma das mais fortes moedas do mundo. Os centavos são conhecidos como pences. Uma das quatro principais economias européias, a Inglaterra é um centro líder de comércio exterior e de serviços financeiros, com o 5º Maior Produto Interno Bruto (PIB), próximo aos 2 trilhões de dólares, inferior apenas aos Estados Unidos, Japão, China e Alemanha. Nas últimas duas décadas o governo tem contido o crescimento de programas de bem estar social.

Setores[editar | editar código-fonte]

Setor primário[editar | editar código-fonte]

Agricultura, pecuária, pesca e silvicultura[editar | editar código-fonte]

Sua agricultura é intensiva, altamente mecanizada e muito eficiente, mesmo para os padrões europeus.

Setor secundário[editar | editar código-fonte]

Indústria[editar | editar código-fonte]

Nas últimas duas décadas o governo tem diminuído fortemente sua participação em empresas mediante o processo de privatizações, enquanto a participação industrial continua perdendo importância.

Energia[editar | editar código-fonte]

A Inglaterra possui grandes reservas de carvão, gás e petróleo.

Setor terciário[editar | editar código-fonte]

Finanças e comércio[editar | editar código-fonte]

A Inglaterra é um dos maiores exportadores europeus de produtos manufaturados, petróleo, químicos, veículos automotores, aeronaves, metais, têxteis acabados, maquinário. A agricultura é um dos setores mais importantes da economia, com cereais, como trigo, aveia, centeio, etc. As indústrias também se destacam na economia inglesa. Mas o sector dos serviços, como bancos, seguros, serviços financeiros, etc., é aquele que contribui para a maior parte do PIB da Inglaterra. Muitas empresas tecnológicas produzem e comercializam seus produtos no mundo todo. A economia inglesa é uma das mais fortes da Europa, embora não esteja totalmente integrada ao Mercado Comum Europeu.

Serviços[editar | editar código-fonte]

O setor de serviços, particularmente os bancários, seguros e os empresariais, somam de longe a maior parcela do PIB.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bandeira da Inglaterra Inglaterra
Bandeira • Brasão • Hino • Cinema • Culinária • Cultura • Demografia • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens