Eleições estaduais de Mato Grosso do Sul em 1998

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Eleições estaduais de Mato Grosso do Sul em 1998
  1994 ← Mato Grosso do Sul → 2002
5 de outubro de 1998
(primeiro turno)
26 de outubro de 1998
(segundo turno)
ZecaPT.jpg Male portrait placeholder cropped.jpg
Candidato Zeca do PT Ricardo Bacha
Partido PT PSDB
Companheiro de chapa Moacir Kohl
(PDT)
Humberto Teixeira
(PMDB)
Votos 548.040 346.466
Porcentagem 61,27% 38,73%


Brasão de Mato Grosso do Sul.svg
Presidente de Mato Grosso do Sul

Titular
{{{presidente_titular}}}
PMDB

Eleito
{{{presidente_eleito}}}
PT

As eleições estaduais em Mato Grosso do Sul, em 1998, foram realizadas em 5 de outubro (1º turno) e 26 de outubro (2º turno), como parte das eleições gerais no Brasil. Os eleitores aptos a votaram elegeram o Presidente da República, Governador do Estado e um Senador da República, além de 8 deputados federais e 24 deputados estaduais. Como nenhum dos candidatos a governador obteve mais da metade dos votos válidos, um segundo turno foi realizado. Os principais candidatos a governador foram Ricardo Bacha (PSDB), Pedro Pedrossian (PTB) e Zeca do PT (PT). Para o Senado os principais candidatos foram Juvêncio da Fonseca (PMDB) e Carmelino Rezende (PSB).

Contexto[editar | editar código-fonte]

Nessa disputa eleitoral, os partidos de esquerda formaram a coligação Movimento Muda Mato Grosso do Sul, que tinha à frente o Partido dos Trabalhadores (PT) e incorporava mais cinco partidos políticos: o Partido Popular Socialista (PPS); o Partido Democrático Trabalhista (PDT); o Partido Comunista do Brasil (PCdoB); o Partido Socialista Brasileiro (PSB) e o Partido dos Aposentados Nacional (PAN).

A formação de aliança, com o maior número de partidos, era uma das orientações do PT nacional para aquela disputa eleitoral, e procurava estabelecer um campo democrático popular, especialmente com o PCdoB, o PSB e o PDT, em torno da candidatura de Lula para Presidente. Em Mato Grosso do Sul, José Orcírio Miranda dos Santos tinha pouquíssimas possibilidades de ser eleito; pois, na época, aparecia nas pesquisas em último lugar. Fato, este, que salienta uma das características do eleitorado do estado de estrutura agrária e um caráter conservador. O Mato Grosso do Sul, nesses 30 anos de criação e 28 anos de constituição política, teve três governadores nomeados pelo presidente da República e seis eleitos pelo voto direto.

Candidaturas[editar | editar código-fonte]

Governo do Estado[editar | editar código-fonte]

Candidato(a) a governador(a) Candidato a vice-governador Coligação
Heitor Pereira
PRONA
Mário Xavier Martins
PRONA

PRONA
Pedro Pedrossian
PTB
Ricardo Bernal
PFL
O Caminho da Esperança
(PTB, PFL)
Ricardo Bacha
PSDB
Humberto Teixeira
PMDB
Frente pela Renovação
(PSDB, PMDB, PPB, PL, PTdoB, PGT, PSD, PRN, PSDC)
Zeca do PT
PT
Moacir Kohl
PDT
Frente Popular MS
(PT, PDT, PCdoB, PPS, PMN, PCB, PAN)

Senado Federal[editar | editar código-fonte]

Candidato(a) a senador(a) Coligação
Carmelino Rezende
PPS
Frente Popular MS
(PT, PDT, PCdoB, PPS, PMN, PCB, PAN)
Juvêncio da Fonseca
PMDB
Frente pela Renovação
(PSDB, PMDB, PPB, PL, PTdoB, PGT, PSD, PRN, PSDC)
Marco Antônio Monje
PSTU

PSTU
Marcos Antônio dos Santos
PRONA

PRONA
Saulo Queiroz
PFL
O Caminho da Esperança
(PTB, PFL)

Resultados[editar | editar código-fonte]

Governo do Estado[editar | editar código-fonte]

Candidato(a) Vice 1º turno
5 de outubro de 1998[1]
2º turno
26 de outubro de 1998[1]
Total Percentagem Total Percentagem
Zeca do PT (PT) Moacir Kohl (PDT) 263.350 32,77% 548.040 61,27%
Ricardo Bacha (PSDB) Humberto Teixeira (PMDB) 309.330 38,50% 346.466 38,73%
Pedro Pedrossian (PTB) Ricardo Bernal (PFL) 220.362 27,42% Não participou
Heitor Pereira (PRONA) Mário Xavier Martins (PRONA) 10.489 1,31%
→ Total de votos válidos 803.531 80,59% 894.506 95,64%
→ Votos em branco 116.816 11,71% 9.503 1,01%
→ Votos nulos 76.770 7,69% 31.271 3,34%
Total 997.117 935.280
Abstenções
Total de inscritos 100% 100%
  Eleito(a)

Gráficos[editar | editar código-fonte]

Senado Federal[editar | editar código-fonte]

Candidato (a) Votos
Juvêncio da Fonseca (PMDB) 384.264
Carmelino Rezende (PPS) 239.050
Saulo Queiroz (PFL) 102.560
Marcos Antônio dos Santos (PRONA) 9.821
Marco Antônio Monje (PSTU) 8.888
  Eleito(a)

Câmara dos Deputados[editar | editar código-fonte]

No estado elegeram-se 8 deputados federais[1][2]. O ícone Marca de reeleito.svg indica os que foram reeleitos.

Candidato Partido Votos Coligação
Ben-Hur Ferreira PT 79.655
Frente Popular MS
Waldemir Moka PMDB 67.756
Frente pela Renovação
Marisa Serrano Marca de reeleito.svg PSDB 54.537
Frente pela Renovação
Marçal Filho PSDB 50.769
Frente pela Renovação
Flávio Derzi Marca de reeleito.svg PPB 50.589
Frente pela Renovação
Pedro Pedrossian Filho PFL 43.587
O Caminho da Esperança
Nelson Trad Marca de reeleito.svg PTB 28.976
O Caminho da Esperança
João Grandão PT 19.169
Frente Popular MS

Obs.: A tabela acima mostra somente os candidatos eleitos.

Assembleia Legislativa[editar | editar código-fonte]

No estado elegeram-se 24 deputados estaduais[1][3]. O ícone Marca de reeleito.svg indica os que foram reeleitos.

Candidato (a) Partido Votos Coligação
Londres Machado Marca de reeleito.svg PSDB 30.957
Frente pela Renovação
Celina Jallad Marca de reeleito.svg PMDB 23.605
Frente pela Renovação
Waldir Neves Marca de reeleito.svg PSDB 20.497
Frente pela Renovação
Roberto Orro Marca de reeleito.svg PSDB 19.274
Frente pela Renovação
Cícero de Souza Marca de reeleito.svg PTB 17.012
O Caminho da Esperança
Jerson Domingos Marca de reeleito.svg PSDB 16.838
Frente pela Renovação
Maurício Picarelli Marca de reeleito.svg PFL 16.098
O Caminho da Esperança
Murilo Zauith Marca de reeleito.svg PSDB 15.965
Frente pela Renovação
Laerte Tetila PT 15.952
Frente Popular MS
Zé Teixeira Marca de reeleito.svg PFL 15.890
O Caminho da Esperança
Onevan de Matos PMDB 15.334
Frente pela Renovação
Flávio Kayatt PSDB 14.872
Frente pela Renovação
Antônio Braga PMDB 14.845
Frente pela Renovação
Nelito Câmara Marca de reeleito.svg PMDB 13.996
Frente pela Renovação
Akira Otsubo Marca de reeleito.svg PSDB 13.663
Frente pela Renovação
Paulo Corrêa PTB 13.051
O Caminho da Esperança
Antônio Carlos Arroyo Marca de reeleito.svg PTB 12.040
O Caminho da Esperança
Pastor Reginaldo Ferreira PL 11.370
Frente pela Renovação
Luizinho Tenório PDT 10.713
Frente Popular MS
Ary Rigo PTB 9.599
O Caminho da Esperança
José Monteiro PDT 9.156
Frente Popular MS
Sandro Fabi PPS 9.127
Frente pela Renovação
Geraldo Resende PPS 8.953
Frente pela Renovação
Dr. Loester PDT 8.355
Frente Popular MS

Obs.: A tabela acima mostra somente os candidatos eleitos.

Referências

  1. a b c d TRE-MS. «Eleições 1998 - 1º e 2º turnos». Consultado em 9 de outubro de 2016 
  2. Câmara dos Deputados. «Deputados federais de MS na 51ª Legislatura». Consultado em 9 de outubro de 2016 
  3. Assembleia Legislativa de MS. «Deputados estaduais na 6ª Legislatura». Consultado em 9 de outubro de 2016