Final da Liga Europa da UEFA de 2012–13

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Liga Europa da UEFA de 2012–13
Final da Liga Europa da UEFA de 2012–13
Evento Liga Europa da UEFA de 2012–13
Data 15 de maio de 2013
Local Amsterdam ArenA, Amesterdão, Países Baixos
Árbitro Países BaixosNED Björn Kuipers
Público 46 163

A Final da Liga Europa da UEFA de 2012–13 foi a 42ª edição da decisão da segunda principal competição da Europa. Ela foi disputada em 15 de maio de 2013 na Amsterdam ArenA, em Amesterdão.[1] O ex-jogador Patrick Kluivert foi o embaixador do evento.[2]

Bilhetes[editar | editar código-fonte]

Cada equipe recebeu cerca de 10.000 ingressos para distribuição entre seus torcedores. Vendidos exclusivamente no sítio da UEFA. Os demais serão reservados a organização e membros da UEFA, parceiros comerciais e de televisão do evento. Os preços variam entre €45 e €135.[3]

Caminho até a final[editar | editar código-fonte]

As equipes finalistas disputaram a Fase de Grupos da Liga dos Campeões 2012–13 e concluíram esta fase terceiro lugar em seus respectivos grupos. Pelo regulamento, obtiveram ainda o direito de disputar as Fases finais da Liga Europa da UEFA de 2012–13.

Benfica Fase Chelsea
Grupo G
Time Pts J V E D GP GC SG
Espanha Barcelona 13 6 4 1 1 10 6 +4
Escócia Celtic 10 6 3 1 2 9 8 +1
Portugal Benfica 8 6 2 2 2 5 5 0
Rússia Spartak Moscou 3 6 1 0 3 7 14 –7
Fase de Grupos da Liga dos Campeões 2012–13 Grupo E
Time Pts J V E D GP GC SG
Itália Juventus 12 6 3 3 0 12 4 +8
Ucrânia Shakhtar Donetsk 10 6 3 1 2 12 8 +4
Inglaterra Chelsea 10 6 3 1 2 16 10 +6
Dinamarca Nordsjælland 1 6 0 1 5 4 22 –18
Adversário Agregado Jogos Fases finais da Liga Europa de 2012–13 Adversário Agregado Jogos
Alemanha Bayer Leverkusen 3–1 1–0 (F); 2–1 (C) Dezesseis-avos de final República Checa Sparta Praha 2–1 1–0 (F); 1–1 (C)
França Bordeaux 4–2 1–0 (C); 3–2 (F) Oitavas de final Romênia Steaua București 3–2 0–1 (F); 3–1 (C)
Inglaterra Newcastle 4–2 3–1 (C); 1–1 (F) Quartas de final Rússia Rubin Kazan 5–4 3–1 (C); 2–3 (F)
Turquia Fenerbahçe 3–2 0–1 (F); 3–1 (C) Semifinal Suíça Basel 5–2 2–1 (F); 3–1 (C)

Legenda: (C)-casa; (F)-fora


Partida[editar | editar código-fonte]

15 de maio de 2013 Benfica Portugal 1–2 Inglaterra Chelsea Amsterdam ArenA, Amesterdão
20:45 (CET)
Cardozo Gol marcado aos 68 minutos de jogo 68' (pen) Relatório Torres Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60'
Ivanović Gol marcado aos 90+2 minutos de jogo 90+2'
Público: 46 163
Árbitro: Países BaixosNED Björn Kuipers
GK 1 Brasil Artur Moraes
RB 34 Portugal André Almeida
CB 4 Brasil Luisão Capitão Penalizado com cartão amarelo após 62 minutos 62'
CB 24 Argentina Ezequiel Garay Penalizado com cartão amarelo após 45+1 minutos 45+1'
LB 25 Paraguai Lorenzo Melgarejo
DM 21 Sérvia Nemanja Matić
CM 35 Argentina Enzo Pérez
RW 18 Argentina Eduardo Salvio
AM 20 Argentina Nicolás Gaitán
LW 19 Espanha Rodrigo
CF 7 Paraguai Óscar Cardozo
Substitutos:
GK 13 Portugal Paulo Lopes
DF 33 Brasil Jardel
MF 89 Portugal André Gomes
MF 23 Uruguai Jonathan Urretavizcaya
MF 10 Argentina Pablo Aimar
MF 15 Países Baixos Ola John
FW 11 Brasil Lima
Técnico:
Portugal Jorge Jesus
GK 1 República Checa Petr Čech
RB 28 Espanha César Azpilicueta
CB 2 Sérvia Branislav Ivanović
CB 24 Inglaterra Gary Cahill
LB 3 Inglaterra Ashley Cole
DM 4 Brasil David Luiz
CM 8 Inglaterra Frank Lampard Capitão
RW 7 Brasil Ramires
AM 10 Espanha Juan Mata
LW 11 Brasil Oscar Penalizado com cartão amarelo após 14 minutos 14'
CF 9 Espanha Fernando Torres
Substitutos:
GK 22 Inglaterra Ross Turnbull
DF 19 Portugal Paulo Ferreira
MF 12 Nigéria Mikel John Obi
MF 57 Países Baixos Nathan Aké
MF 30 Israel Yossi Benayoun
MF 13 Nigéria Victor Moses
FW 21 Alemanha Marko Marin
Técnico:
Espanha Rafael Benítez
Assistentes:[4]
Países Baixos Sander van Roekel
Países Baixos Erwin Zeinstra
Quarto árbitro:
AlemanhaFelix Brych
Assistentes adicionais:
Países Baixos Pol van Poekel
Países Baixos Richard Liesveld

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências