Futebol society

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste(a) artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão. (desde setembro de 2012)
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Futebol Society

Partida de Futebol Society.jpg
Partida de Futebol Society.

Outros nomes • Futebol 7 Society
• Futebol 7
• Futebol Soçaite
Autoridade máxima FIFO7S
Origem  Brasil
Participantes 7 por equipe
Local de disputa Quadra de grama sintética
Medidas: entre
40x20m (Mínimo) e
60x40m (Máximo)
Duração 2 tempos de 25 minutos
Equipamento Bola

Futebol society, também conhecido como futebol 7, fut7, futebol soçaite ou simplesmente futebol society é um esporte coletivo jogado entre dois times de 7 jogadores cada um e dois árbitros que se ocupam da correta aplicação das normas. É jogado numa quadra retangular com grama sintética, com uma baliza em cada lado da quadra. O objetivo do jogo é deslocar uma bola através da quadra para colocá-la dentro da baliza adversária, ação que se denomina gol(o). A equipe que marca mais gols ao término da partida é a vencedora. A principal competição internacional de Futebol 7 é o Mundialito de Seleções, realizado anualmente.

Regras[editar | editar código-fonte]

A Confederação Brasileira de Futebol 7 obedecia o livro de regras da Federação Internacional de Football 7 Society. Já a Confederação Brasileira de Futebol 7 tem seu próprio livro de regras, porém não há diferenças em relação às da FIFO7S.

Desde 2005 encontra-se à disposição o livro de regras internacionais, editado pela FIFO7S em quatro idiomas: português, inglês, espanhol e francês. Já a CBF7 também disponibiliza em seu site o livro de regras, porém este está somente em português.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O futebol 7 é atualmente jogado em todo o território brasileiro. A Federação Gaúcha de Futebol Sete foi a primeira do esporte fundada no Brasil. Deu-se o nome de "Sete" porque a Receita Federal não permitia o registro de entidade desportiva com nome em outro idioma. A Federação foi oficializada como Futebol Sete, seguindo normas oficiais, porém solicitou ao mesmo órgão, na época, a utilização do nome "society" como fantasia e assim foi oficializada e registrada.

O esporte foi gerido inicialmente de forma oficial pela Confederação Brasileira de Futebol Sete Society (CBF7S)[1] , fundada em 30 de outubro de 1996, pelo Professor Milton Mattani, ex-árbitro de Futebol de Salão. Posteriormente também foi criada a Confederação de Futebol 7 do Brasil (CF7), que paralelamente à CBF7S buscava gerir o esporte oficialmente no país.

A unificação das Confederações[editar | editar código-fonte]

As duas confederações trabalharam paralelamente por alguns anos e tinham diversas federações estaduais filiadas. Num esforço conjunto, em julho de 2011 ambas as diretorias se reuniram com o objetivo de unificar as entidades e criar um planejamento conjunto para a modalidade. Chegaram a anunciar a unificação[2] , mas somente no dia 18 de fevereiro de 2013 foi realizado, em São Paulo-SP, o Simpósio Nacional da modalidade, que marcou oficialmente a unificação das Confederações, que juntas deram origem à Confederação Brasileira de Futebol 7 (CBF7).

O mesmo processo de unificação ocorreu com as Federações estaduais, que por determinação da unificada Confederação, tiveram também que unificar, mesmo que a contra-gosto de muito dirigentes, que eram concorrentes faziam alguns anos. O processo de unificação foi controverso, pois os tópicos não foram discutidos abertamente com os dirigentes das Federações filiadas, tratando-se de uma unificação de cúpula, com regras sendo impostas posteriormente. A unificação continuou sendo questionada por correntes internas e divergentes do futebol 7, o que reforçou a dificuldade histórica em manter uma linha de trabalho na modalidade.

A nova separação[editar | editar código-fonte]

Em 10 de fevereiro de 2015, os diretores da CBF7, Sr. Milton Mattani, Marcello Sangiovanni e José Maria Lopes Martins desligaram-se da entidade e anunciaram a fundação da Confederação Brasileira de Soccer Society (CBSS)[3] , que agora juntamente com a CBF7 busca coordenar o esporte no país. Posteriormente novas entidades surgiram fazendo com a modalidade não tenha uma unidade confederativa.

Organizações Nacionais[editar | editar código-fonte]

Atualmente existem 5 entidades nacionais de futebol 7, sendo 3 Confederações e 2 entidades que não adotam o sistema confederativo. São elas:

Confederação Brasileira de Soccer Society (CBSS)[editar | editar código-fonte]

Presidida por Sr. Marcello Sangiovanni a CBSS é resultado de uma dissidência da então unificada CBF7. Também fazem parte da diretoria o Sr. Milton Mattani e José Maria Lopes. Atualmente possui 5 federações estaduais filiadas: GO, SP, RS, AM e RO. Em 2015 realizou a sua 1ª edição do Campeonato Brasileiro, cujo campeão foi a equipe Maracanã, de Anápolis-GO.[4]

Confederação Brasileira de Futebol 7 (CBF7)[editar | editar código-fonte]

Criada em 18 de fevereiro de 2013, a CBF7 foi resultado da unificação da Confederação Brasileira de Futebol Sete Society (CBF7S) e a Confederação de Futebol 7 do Brasil (CF7). Possui tradicionais campeonatos como: Copa do Brasil, Copa dos Campeões e a Superliga Fut7. A entidade é presidida por Wilson Vilela.

Liga Nacional de Futebol 7 (LNF7S) [5] [editar | editar código-fonte]

Com a unificação da CBF7S e CF7, alguns dirigentes foram excluídos do processo, fazendo que os mesmos criassem uma alternativa em relação à então unificada CBF7. Assim surgiu a Liga Nacional de Futebol 7 (F7BR), entidade que possui como filiados: Federação de Futebol Sete Society do Rio de Janeiro, Federação Baiana de Futebol 7 Society, Federação Paulista de Clubes de Futebol 7 Society], entre outras. Entre os torneios promovidos pela entidade estão a Taça Brasil de Futebol 7 Society e o Torneio Rio-São Paulo.

A F7BR é caracterizada pelo sistema confederativo, a exemplo da CBF7 e da CBSS. Sendo assim, temos atualmente no país três entidades que funcionam como Confederações de Futebol 7 Society. A entidade é presidida por Lenílson Albuquerque.

Liga F7 Brasil[6] [editar | editar código-fonte]

Criada em 2016, a Liga F7 Brasil é uma entidade independente com o objetivo de promover campeonatos a nível nacional. Tem como base a Arena Nacional F7, uma estrutura esportiva que promove eventos como a Copa Nacional Fut7 e Circuito Paulista de Fut7.

Futebol 7 Brasil (F7B)[7] [editar | editar código-fonte]

Entidade independente criada pelo empresário Hugo Loureiro e que organiza eventos como: Liga Brasileira de Futebol 7 (LBF7), Copa Sul[8] , Copa Verde[9] , Copa da Liga e Circuito Paranaense de Futebol 7.

Organizações Internacionais[editar | editar código-fonte]

Federação Internacional de Football 7 Society (FIFO7S)[editar | editar código-fonte]

A Federação Internacional de Football 7 Society (FIFO7S), entidade criada em 30 de outubro de 2004, cuja sede se encontra na cidade de São Paulo, no Brasil. São países fundadores o Brasil e o Paraguai, que contam com o apoio de Uruguai, Argentina, Chile, Peru, México, Estados Unidos, Portugal, Inglaterra, Itália, Espanha, Alemanha, Suíça, Bélgica, Grécia, Tailândia e Japão. A entidade é pouco atuante e pouco se tem notícias de seus eventos.

Football 7 Worldwide[editar | editar código-fonte]

A Football 7 Worldwide é uma organização independente, gerida em moldes empresariais e criada com o objetivo de desenvolver o Futebol 7 em escala global, com um calendário de eventos internacionais. Fundada por Hugo Leonardo Loureiro, ex-presidente da Federação de Futebol 7 do Paraná e ex-diretor da Confederação de Futebol 7 do Brasil (CF7), a entidade é claramente inspirada na Beach Soccer Worldwide, entidade cujo diretor também é proprietário da Koch Tavares[10] , empresa na qual Hugo foi funcionário responsável por desenvolver projetos no futebol 7[11] . Não trata-se de uma Federação e sim de uma entidade com um plano de negócios específico e independente do sistema confederativo.

International Football Association 7 (IFA 7)[editar | editar código-fonte]

Entidade internacional de futebol 7. Organiza o Mundial de Clubes e a Copa América de Futebol 7.[12]

Campeonatos Internacionais[editar | editar código-fonte]

Campeonato Mundial de Clubes[editar | editar código-fonte]

Organizado pela IFA7, o Mundial de Clubes foi realizado na cidade de Escobar, província de Buenos Aires, Argentina, em 2015. A final foi disputada entre Red Bull (Uruguai) e Sidekicks (México), sendo conquistado pela equipe uruguaia.

Mundialito de Clubes[editar | editar código-fonte]

Liga das Américas[editar | editar código-fonte]

Organizado pela Football 7 Worldwide, a primeira edição foi conquistada pelo Fluminense-RJ, em 2014.[13]

Mundialito de Seleções[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2011, aconteceu o 1º Mundialito de Seleções de Futebol 7[14] no Rio de Janeiro. Estiveram presentes as seleções do Brasil, Uruguai, Alemanha, Argentina, Itália, Peru, Bolívia e Canadá. A seleção da Itália foi campeã após vencer o Brasil na final por 3 a 2[15] com gols de Grana, Foglia e Marcelo para a Itália e Cauê e Daniel para o Brasil. Os artilheiros da competição foram Foglia e Marcelo da Itália e Victor Boleta do Brasil com 7 gols cada.

Em julho de 2012, foi realizada a segunda edição do Mundialito de Seleções e teve o Brasil como campeão.

Copa América de Seleções [editar | editar código-fonte]

Organizado por LNF7S e por CBF7.

Campeonatos Nacionais[editar | editar código-fonte]

  • Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais (CBF7)
  • Campeonato Brasileiro de Clubes (Brasileirão Fut7) [16] (CBF7)
  • Grand Prix [17] (CBF7)
  • Liga Fut7 (F7B)
  • Super League 7 Brasil (LNF7S)
  • Copa do Brasil (CBF7)
  • Copa do Brasil de Futebol 7 Society (LNF7S)
  • Taça Brasil de Futebol 7 Society (LNF7S)
  • Copa dos Campeões (CBF7)

Campeonatos Interestaduais[editar | editar código-fonte]

  • Copa Sul (F7B)
  • Copa Sul de Seleções Estaduais (CBF7)
  • Taça Sul Brasileira de Futebol 7 Society (LNF7S)
  • Copa Rio-São Paulo (CBF7)
  • Circuito Rio-São Paulo (Liga F7 Brasil)
  • Copa Sudeste (CBF7)
  • Taça Sudeste de Futebol 7 Society (LNF7S)
  • Taça Nordeste de Futebol 7 Society (LNF7S)
  • Copa Verde (F7B)

Campeonatos Estaduais[editar | editar código-fonte]

Ligas e Campeonatos locais[editar | editar código-fonte]

Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

No Rio de Janeiro, a Liga Society de Niterói e São Gonçalo (RJ) foi fundada em 2004 e conta com a participação de mais de 5.000 atletas de todo estado, divididos em equipes da Série Ouro, Prata e Bronze, que equivalem a 1°,2° e 3° divisão respectivamente. Outra Liga que se destaca é a Liga Carioca de Futebol 7 que conta com algumas das melhores equipes da capital carioca.

Santa Catarina[editar | editar código-fonte]

O Estado de Santa Catarina, mais precisamente, Florianópolis, possuiu entre 2007 e 2013, o segundo maior campeonato do Brasil, a CBN Diário Floripa Cup[18] , com mais de 1.500 atletas e 72 equipes amadoras divididas em 4 séries: A, B, C e D, além das categorias feminino, sub-17 e sub-15. O Campeão da CBN Diário Floripa Cup garantia vaga no Campeonato Catarinense de Futebol Sete.

A Federação de Futebol Sete Society de Santa Catarina ainda credenciava: Joinville Cup, Chapecó Cup, São Miguel Cup, Maravilha Cup, BC Cup, Balneário Cup, Concórdia Cup e Blumenau Cup. Na Grande Florianópolis também eram disputados: Copa dos Campeões da Floripa Cup e Superliga Hora SC. Nos meses de novembro a entidade organiza o Campeonato Catarinense de Futebol Sete, com a participação de 16 equipes. Com a posse do novo presidente, Maurícios dos Santos, em 1º de janeiro de 2014, todos os torneios da Grande Florianópolis foram extintos e criadas novas taças, que são organizadas por sua empresa privada.

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Em São Paulo, destaque para o Campeonato Paulista Masculino Adulto, que conta com 4 divisões, sendo a 1ª Divisão com 100 jogos e 468 atletas, a 2ª Divisão com 100 e 425 atletas, a 3ª Divisão com 125 jogos e 773 atletas e a 4ª Divisão com 45 jogos e 711 atletas. A Federação Paulista de Futebol Sete também organiza os seguintes campeonatos: Campeonato Interclubes, Taça São Paulo (Categoria Principal), Taça São Paulo de Categorias de Base (Sub-9 a Sub-17) e Campeonato Paulista de Categorias de Base (Sub-9 a Sub-20).

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Confederação Brasileira de Soccer Society». 
  2. «Confederações de Futebol 7 Society se unem para o bem do esporte mais praticado no Brasil». 21/07/2011. 
  3. «Confederação Brasileira de Soccer Society». 
  4. «Confederação Brasileira de Soccer Society». Confederação Brasileira de Soccer Society. Consultado em 2016-04-24. 
  5. «liga-nacional». liga-nacional. Consultado em 2016-04-24. 
  6. «Liga F7 Brasil». www.facebook.com. Consultado em 2016-04-24. 
  7. «LIGA FUT 7 BRASIL». LIGA FUT 7 BRASIL. Consultado em 2016-04-24. 
  8. «Copa Sul de Futebol 7». Copa Sul de Futebol 7. Consultado em 2016-04-24. 
  9. «Copa Verde de Futebol 7». Copa Verde de Futebol 7. Consultado em 2016-04-24. 
  10. «Koch Tavares». 
  11. Felipe Sbardella (17/07/2012). «Em cinco anos, Futebol de 7 pode ser organizado pela Fifa». 
  12. «Copa America - 2016». www.facebook.com. Consultado em 2016-04-24. 
  13. «Flu segura pressão, vence Sidekicks e é campeão da Liga das Américas». sportv.com. Consultado em 2016-04-24. 
  14. «Resultados do Mundialito». 14 de agosto de 2011. 
  15. «Itália é campeã do 1º Mundialito de Futebol 7». 14 de agosto de 2011. 
  16. «Brasileirão Fut7». 25/07/2014. 
  17. «Grand Prix». 20/05/2014. 
  18. «Grupo RBS». 17/04/2013. 
Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.