Showbol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2016). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Showbol
Dallas Sidekicks vs Texas Strikers B - 23 February 2013.jpg
Partida de showbol nos Estados Unidos.
Outros nomesIndoor soccer, Futebol Indoor, Minifutebol
Jogado pela primeira vez1969
Características
Membros de equipa6 de cada lado
EquipamentoBola
Presença
País ou região Canadá
OlímpicoNão


Show ball, também conhecido como Indoor Soccer na América do Norte, tem semelhanças com o futebol society. É jogado numa quadra de, aproximadamente, 42 x 22 metros com gramado sintético, com dois tempos de 25 minutos. Durante o jogo as substituições são ilimitadas, e tem a particularidade que a bola se mantém em jogo de forma quase permanente, devido à parede de acrílico transparente que cerca o campo. É a segunda maior modalidade de futebol coberto depois do Futebol de salão.

O esporte possui ligas profissionais no Brasil (Campeonato Brasileiro de Showbol), nos Estados Unidos, Canadá e México (Dentro da Major Arena Soccer League), na Inglaterra (Sob o Masters Football) e Espanha (Liga de Fútbol Indoor).

História[editar | editar código-fonte]

Foi criado em 1969 pelo ex-jogador de campo húngaro Joe Martin, que atuou pelo Ferencváros e pela seleção húngara.

No final de sua carreira, Joe foi jogar em Toronto, Canadá e devido às baixas temperaturas do inverno canadense, Martin criou um esporte com as regras do futebol, mas jogado em quadras de futebol de salão. E mais, acrescentou um elemento que dá mais dinâmica às partidas: a tabela.

Na década de 1970 o showbol foi para o Brasil, levado por Francisco Monteiro, e também para a Europa, com amistosos de exibição. Na mesma década foi popular na América do Norte, onde a North American Soccer League, a maior liga de futebol de campo da América do Norte, sancionou torneios de showbol junto ao seu campeonato regular.

Regras[editar | editar código-fonte]

Partida de Showbol universitário no México.

Campo: Retangular com comprimento mínimo de 42 m e máximo de 44 m, largura mínima de 22 m e máxima de 24 m. A quadra é feita obrigatoriamente com grama sintética, e deve ter linhas que definam a área, o meio da quadra e a marca de pênalti.

Bola: deve ter entre 68 e 79 cm de circunferência e entre 410 e 450 gramas. É a mesma bola do futebol de campo.

Jogadores: Os dois times devem contar em campo com 6 jogadores, sendo 5 na linha e 1 goleiro. As substituições entre os jogadores são ilimitadas. E podem acontecer a qualquer momento, sem consulta ao árbitro.

Uniformes: Os jogadores devem jogar com tênis de futebol society (pequenas travas de borracha), ou tênis de futsal. O uniforme tem calção e camisa.

O Árbitro: O jogo é controlado por um único árbitro. Cabe ao árbitro apitar o início e fim do jogo, assim como o início e fim do intervalo. Cabe ao árbitro punir o atleta com cartão azul ou vermelho. O cartão azul é mostrado ao atleta que cometer uma falta grave. Este cartão pune o atleta com dois minutos de suspensão, ficando sua equipe com um atleta a menos durante este período. O vermelho é a expulsão da quadra, ficando a equipe com um atleta a menos até o fim da partida.

Duração de Jogo: O tempo da partida é de duas etapas de 25 minutos cada, com intervalo de 10 minutos. O tempo é corrido e visível no placar. O tempo só é interrompido, quando o árbitro determinar para atendimento médico.

Reinício de Jogo: O início do jogo é determinado por um sorteio entre os capitães das duas equipes. A equipe escolhe se inicia o jogo ou se escolhe o lado da quadra. No segundo tempo inverte o lado da quadra.

Bola dentro e fora de jogo: A bola não sai pelas laterais, pois há uma tabela, a não ser quando passar por cima da tabela. Se a bola sair na defesa do time que a colocou para fora, é marcado pênalti (regra 12). Se a bola sair no ataque do time que a colocou para fora, a bola é reposta em jogo através do goleiro.

O Gol: Será marcado gol quando a bola ultrapassar totalmente a linha da trave. Quem marcar mais gols, vence a partida.

Falta: É marcado falta quando um atleta chutar, golpear, empurrar ou fizer carga excessiva no adversário. A falta será cobrada no ponto exato em que ocorreu a infração. Também será marcada falta quando o atleta colocar a mão na bola intencionalmente.

Pênalti: É marcado pênalti em duas situações. Quando a falta for marcada dentro da área, ou quando a equipe colocar a bola para fora da quadra, por cima da tabela, ainda na sua quadra (defesa).

Show ball no Brasil[editar | editar código-fonte]

Francisco Monteiro, ex-jogador de futebol conhecido também como Todé, que atuou em alguns clubes do Rio de Janeiro, também foi encerrar sua carreira no Canadá. Lá conheceu Joe Martin e o show ball. Percebendo o potencial do esporte, Todé trouxe o esporte para o Brasil.

A primeira partida disputada no país foi realizada em 1972 no ginásio Maracanãzinho, entre a seleção brasileira e a seleção do resto do mundo.

Depois de quase 30 anos no esquecimento o esporte voltou a ser praticado no país. E voltou com estilo, com a seleção brasileira campeã no primeiro Mundialito de Showbol, realizado na Espanha, em 2006. Em 2007 o Showbol Brasil realizou o Torneio Rio-São Paulo de Showbol, cujo campeão foi o Corinthians.

Vários ex-jogadores brasileiros já tiveram a oportunidade de servir a seleção, dentre eles, Djalminha, Dunga, Mauro Silva, Aldair, Zetti, Müller, Careca, Rick Gorni, Lucas Cachoni e Paulo Victor. Maradona, ex jogador argentino jogou showbol. Garrincha também jogou na partida da seleção brasileira em 1975.

Seleções[editar | editar código-fonte]

Conmebol[editar | editar código-fonte]

CONCACAF[editar | editar código-fonte]

UEFA[editar | editar código-fonte]

Campeonatos oficiais[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Nacionais[editar | editar código-fonte]

Regionais[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Seleções[editar | editar código-fonte]

Mundiais[editar | editar código-fonte]

Continentais[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Showbol, em português, espanhol e inglês