Guy Pratt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guy Pratt
Pratt em concerto ao vivo em Munique, Alemanha, 2006
Informação geral
Nascimento 3 de janeiro de 1962 (57 anos)
Local de nascimento Londres, Inglaterra
Reino Unido
Gênero(s) Rock, pop, experimental, eletrônica
Ocupação(ões) Músico
Instrumento(s) Vocais, baixo, teclados, guitarra
Período em atividade 1981–presente
Outras ocupações Compositor, produtor musical, comediante, ator, designer gráfico
Afiliação(ões) Pink Floyd, David Gilmour, Roxy Music, Bryan Ferry, Icehouse, Whitesnake, Transit Kings, Solid Gold Chartbusters, Bond, The Orb, The Dream Academy, Whitesnake
Página oficial guypratt.com

Guy Pratt (Londres, 3 de janeiro de 1962) é um músico inglês.

É genro do tecladista do Pink Floyd Richard Wright, falecido em 2008. É filho do compositor e actor Mike Pratt.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após uma experiência como designer gráfico no gabinete Jonty Design, Guy decide prosseguir uma carreira como músico, que teve início quando foi convidado a juntar-se ao grupo Icehouse, que na altura tive sucesso enorme na Austrália para a digressão mundial da banda. Tinha nessa altura 19 anos. Nessa digressão serviu de banda de apoio de David Bowie na sua lendária “Serious Moonlight “ Tour de 1983.

Esta exposição pública conduziu ao reconhecimento e convites de artistas como Robert Palmer, Bryan Ferry, Womack & Womack, e até The Smiths, entre outros, nomes antes de ser convidado a entrar na 'premier league' de baixistas, quando David Gilmour o convidou a tocar com o Pink Floyd.

Após 13 meses na estrada, parte subitamente para Los Angeles onde é requisitado por Madonna, Michael Jackson e Robbie Robertson antes de iniciar espectáculos em Veneza e Moscovo com o Pink Floyd.

De regresso a Londres, Guy gravou em inúmeros discos de sucesso de Tom Jones, Sophie Ellis Bextor, Iggy Pop, The Pretenders, Ronan Keating, Electronic, Echo & the Bunnymen, Lemon Jelly, The Orb, Natalie Imbruglia, All Saints, Bond, e Elton John. Bem como participou em digressões com Coverdale & Page, The Power Station e Gary Moore.

Em 1996 casa-se com Gala Wright, filha de Richard Wright, tecladista do Pink Floyd.[1] Também experimentou os seus dotes como escritor e produtor, obtendo alguns sucessos em parceria com artistas como Robert Palmer, The Orb, Fat Les, Jimmy Nail, Marianne Faithful e Debbie Harry (Blondie).

Ganhou um Grammy e foi nomeado para dois Ivor Novello Awards.

À parte a sua carreira como baixista, Guy passou os últimos anos no comparativamente calmo mundo da música para TV compondo, escrevendo e produzindo bandas sonoras para o Channel 4's ‘Spaced’ (Séries 1&2), ‘Now You See Her (filme para a Sky TV), 'The Young Person's Guide to becoming a Rock Star', ‘Randall & Hopkirk (deceased)’, e as séries da BBC 'Linda Green' (1 & 2, ambas gravadas em Havana), também Dawn French’s “Wild West” e' Jimmy Nail’s Crocodile Shoes 2'. Para não mencionar a música de abertura do The Pepsi Chart showe vários anúncios comerciais.

As suas experiências em documentários incluem Riddle of the skies (série em 3 partes), The Roswell Incident, Terror in Texas, Gloria’s toxic death, The Underboss, Tracing Che, Greatest Heroes e The oldest Mummies on earth.

Para teatro co-escreveu temas para The Bedbug por Mayakovsky com Gary Kemp, The Remarkable Piety of the Infamous levado a cena em The Baron's Court Theatre e Lena por Carla Lane apresentado no Valley Theatre em Liverpool, e The Pleasance em Edinburgh. Foi também Director Musical de "I just called by to see the man", dirigido por Richard Wilson no Royal Court.

Guy foi o baixista habitual do Pink Floyd e Roxy Music. Terminou a digressão do álbum On an Island de David Gilmour, que contou também com a participação do seu sogro Richard Wright.

Em 2006, compôs, produziu e gravou o álbum de estreia a solo de Mozez, vocalista dos Zero 7.

2006 foi também o ano do álbum de estreia da banda Transit Kings, composta por Guy Pratt, Alex Paterson e Jimmy Cauty, fundadores dos The Orb), e o seu já colaborador individual e programador Dom Beken.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Pratt, Guy (2007). My Bass And Other Animals. London: Orion Books. p. 221. ISBN 9780752876313 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]