James Hansen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
James Hansen
Física atmosférica e climatologia
Nacionalidade Estados Unidos americana
Nascimento 29 de março de 1941
Local Denison, Iowa
Atividade
Campo(s) Física atmosférica e climatologia
Instituições NASA, Instituto Goddard para Estudos Espaciais, Universidade de Columbia
Conhecido(a) por Modelos Climáticos, Atmosferas Planetárias

James Edward Hansen (Denison, 29 de março de 1941), é um cientista norte-americano.

Graduou-se em Física e Matemática na Universidade de Iowa, obtendo mestrado em Astronomia e doutorado em Física. Em 1967 ingressou como pesquisador adjunto no Instituto Goddard para Estudos Espaciais da NASA, uma seção do Centro de Voo Espacial Goddard, chegando à direção em 1981, posição que manteve até sua aposentadoria em 2013. Desde 1978 é professor adjunto da Universidade de Columbia.[1][2]

Iniciou sua carreira científica com estudos sobre o sistema climático do planeta Vênus, mas ganhou notoriedade com suas pesquisas sobre o aquecimento global. Foi um dos primeiros cientistas a chamar a atenção mundial para as consequências perigosas deste fenômeno, e em 1988 proferiu uma palestra para o Congresso dos Estados Unidos que foi amplamente divulgada. Desde então dirigiu seus principais esforços para este campo, tornando-se também um grande divulgador da ciência e um dos mais respeitados ativistas do problema climático.[1][3][2] Franco Einaudi, diretor da Divisão de Ciências da Terra do Instituto Goddard, disse sobre ele:

"Tem desempenhado um papel de tremenda importância na comunicação da ciência para o público e, mais importante, para os legisladores e para os que estão em posição de tomar decisões. O debate sobre as mudanças globais é frequentemente emocional, e James tem a coragem de dizer o que os outros não querem ouvir. Ele adquiriu uma credibilidade que poucos cientistas desfrutam. Seu sucesso se deve em parte à sua personalidade, em parte às suas realizações científicas, e em parte à sua recusa de fugir do debate".[2]

É membro da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos e da União de Geofísica dos Estados Unidos,[2] e recebeu diversas distinções pelas suas contribuições notáveis, entre outras, a Medalha Roger Revelle da União de Geofísica,[2] o Prêmio Heinz,[4] o Prêmio AAAS da Liberdade e Responsabilidade Científica da Associação Americana para o Avanço da Ciência,[5] o Prêmio Dan David da Fundação Dan David / Universidade de Tel Aviv,[6] a Medalha Carl-Gustaf Rossby da Sociedade Meteorológica Estadunidense,[2] o Prêmio Sofia de meio ambiente,[7] o Prêmio Nierenberg da Scripps Institution of Oceanography,[8] o Prêmio Memorial Klopsteg, da American Association of Physics Teachers,[9] e por duas vezes foi agraciado com o Presidential Rank Award por serviços meritórios.[2]

Referências

  1. a b Gillis, Justin. "James Hansen, Climate Scientist Turned Activist, Criticizes Paris Talks". The New York Times, 02/12/2015
  2. a b c d e f g "NASA Climate Scientist Honored by American Meteorological Society". Goddard Space Flight Center, 01/14/2009
  3. Mortimer, Caroline. "COP21: James Hansen, the father of climate change awareness, claims Paris agreement is a fraud". The Independent, 14/12/2015
  4. The Heinz Awards. James Hansen.
  5. AAAS Scientific Freedom and Responsibility Award. AAAS Archives & Records Centrer.
  6. Dan David Prize. Laureates 2007.
  7. "Climate scientist Hansen wins $100,000 prize". Reuters, 07/04/2010
  8. "Past Nierenberg Prize winner, NASA's James Hansen, in the hot seat today". Examiner, 25/06/2011
  9. American Association of Physics Teachers. Klopsteg Memorial Lecture Award.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre James Hansen
Ícone de esboço Este artigo sobre ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.