Jenna Jameson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jenna Jameson
Nome completo Jennifer Marie Massoli
Pseudônimo(s) Jennasis, Daisy Holliday, Daisy Maze
Nascimento 9 de abril de 1974 (45 anos)
Las Vegas, Nevada, EUA
Nacionalidade estadunidense
Etnia ítalo-americana
Estatura 1,70 m
Ocupação Atriz pornográfica e empreendedora
Início da atividade 1993
Página oficial
www.clubjenna.com

Jenna Jameson, nome artístico de Jenna Marie Massoli (Las Vegas, 9 de abril de 1974),[1][2] é uma empresária e ex-atriz de filmes pornográficos considerada a mais famosa intérprete de entretenimento adulto do mundo.[3][4][5] Chamada de "The Queen of Porn" ("A Rainha do Pornô"),[6] Jenna começou atuando em vídeos eróticos em 1993, após ter trabalhado como stripper e modelo. Ela já ganhou prêmios por mais de 20 vídeos adultos e foi premiada em ambos os hall da fama, tanto da X-Rated Critics Organization quanto da Adult Video News.[7][8]

Jameson fundou a empresa de entretenimento adulto ClubJenna em 2000 com Jay Grdina, com quem ela mais tarde casou e do qual se divorciou. Inicialmente um único site, o negócio expandiu-se numa gestão de sites similares de outras estrelas e na produção de vídeos de sexo explícito em 2001. O seu filme Briana Loves Jenna, com Briana Banks, foi nomeado em 2003 pela AVN Award como como "melhor venda e melhor aluguel de título pornográfico" em 2002.[9] Em 2005 o ClubJenna teve receitas de US$ 30 milhões, com lucros estimadosde 15 milhões.[3] A PlayboyTV hospeda o Jenna's American Sex Star, um reality show onde aspirantes a estrelas porno concorrem a um contrato com o ClubJenna.[10]

Jameson também apareceu na cultura pop,[11] começando com um papel menor no filme Private Parts de Howard Stern em 1997. Suas aparições no mainstream continuaram com aparições regulares noThe Howard Stern Show, passagens no programa Wild On! do canal E! Entertainment Television e em talk shows no Talk Soup. Sua autobiografia de 2004, How to Make Love Like a Porn Star: A Cautionary Tale, passou seis semanas no The New York Times Best Seller list.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Infância e adolescência[editar | editar código-fonte]

Jenna nasceu em Las Vegas, Nevada, a segunda crinça de Lawrence Massoli e Brooke Judith Hunt. Seu pai é ítalo-americano, oficial de polícia e diretor de programas para a KSNV-DT. Sua mãe era uma dançarina de Las Vegas que dançou no Folies Bergère e no Tropicana Resort & Casino.[12][13] Sua mãe morreu de melanoma em 20 de fevereiro de 1976, dois meses antes do segundo aniversário da filha.[2] Os tratamentos contra o câncer faliram a família, que se mudou para o Arizona e depois para Montana. Geralmente viviam em um "Trailer home" e chegaram a morar com a avó paterna. Seu pai trabalhou principalmente no departamento de Las Vegas Metropolitan Police Department e ela ficava mais aos cuidados de seu irmão mais velho, Tony.[14]

Ela era uma participante frequente em concursos de beleza enquanto criança e frequentou aulas de balé durante toda a sua infância.[15]

Jameson escreve em sua autobiografia que, em outubro de 1990, enquanto a família estava morando em uma fazenda de gado em Fromberg, Montana, ela foi espancada com pedras e estuprada por quatro rapazes após um jogo de futebol na High School Fromberg.[14] O incidente começou depois que ela pediu carona para casa, acreditando que iria ser levada para casa.[14]

Ela disse que foi violentada pela segunda vez aos 16 anos por "Preacher", seu namorado Jack.[14] Preacher negou que o estupro tenha ocorrido.[16] e Jenna, ao invés de contar a seu pai, saiu de casa e foi morar com ele, no que foi seu primeiro relacionamento sério.[2][17]

Jack era um artista tatuador e lhe deu o primeira de uma série de tatuagens, uma dos quais viria a ser sua marca registrada: dois corações em sua nádega direita.[3][18] De acordo com E!, seu irmão Tony, que mais tarde se tornou dono de uma loja de tatuagens, acrescentou a inscrição "Heart Breaker".[2][12]

Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Imagem de início de carreira de Jameson.

Ela tentou seguir a carreira de sua mãe como uma dançarina em Las Vegas, mas a maioria rejeitou-a por não ter a altura típica de 1.73 cm.[9][19] Ela foi contratada no Disneyland Resort,[12] mas saiu depois de dois meses afirmando que o cronograma foi brutal e que o dinheiro foi terrível.[17]

Jack, seu namorado, então a incentivou a se candidatar a empregos como dançarina[4] e em 1991, embora menor de idade, ela começou a dançar em clubes de strip de Las Vegas usando uma identificação falsa.[2][15] Depois que ela foi rejeitada no clube de strip Crazy Horse Too por causa de sua ortodontia, ela retirou o aparelho com um alicate e acabou aceita.[3] Após seis meses, ela começou a ganhar US$ 2.000 por noite, antes de se formar na Bonanza High School.[2]

O nome dela, em sua primeira fase como dançarina, era "Jennasis",[13] que mais tarde foi usado como o nome de um negócio que ela incorporou ("Killing Jennasis Co.").[20] Ela escolheu o nome "Jenna Jameson" depois de percorrer a lista telefônica para encontrar um sobrenome que combinasse com seu primeiro nome.[2][21]

Em 1991, ela posou nua para a fotógrafa Suze Randall em Los Angeles, com a intenção de entrar para a revista Penthouse.[17][22] Depois que suas fotos tinham aparecido em várias revistas masculinas, sob diversos nomes, ela parou de trabalhar para Randall, por acreditar que Randall era um "tubarão"[23] que tinha se aproveitado dela.[24]

Enquanto estava na escola, ela começou a usar drogas - cocaína e metanfetaminas - acompanhada de seu irmão (que era viciado em heroína)[12] e às vezes com o pai..[14] Sua dependência se agravou durante seus quatro anos com o namorado. Ela finalmente parou de comer corretamente e se ficou muito magra para ser modelo. Jack a deixou em 1994. Na época ela pesava 76 libras, menos de 35 kg, quando uma amiga a colocou em uma cadeira de rodas e a mandou para o pai, que vivia então em Redding, Califórnia, a fim de que ela se desintoxicasse. Seu pai não a reconheceu quando ela desceu do avião.[14]


Carreira em filmes pornográficos[editar | editar código-fonte]

Jenna Jameson no AVN Adult Entertainment Expo em 12 de janeiro de 2007.

Jameson diz que começou a atuar em vídeos pornográficos em retaliação a infidelidade de seu namorado Jack.[3][17] Ela apareceu pela primeira vez em um filme erótico em 1993, um filme soft core não-explícito de Andrew Blake[25] com Nikki Tyler[9]. Suas primeiras cenas de pornô foram filmadas por Randy West em 1994, na produção Up and Cummers 10 and Up and Cummers 11. [15][26]

Jameson fez seus primeiros implantes mamários em 28 de julho de 1994 para melhorar suas "atuações" nos filmes.[27] Em 2004 ela colocou novos implantes nos seios e fez um implante no queixo.[12][28]

No início de sua carreira, ela prometeu a si mesma que jamais faria sexo anal ou cenas de dupla penetração.[4] Em vez disso, sua "assinatura" foi o sexo oral, lubrificado com saliva.[29][30] Ela também nunca fez qualquer cena de sexo interracial com homens.[31] Quando questionada sobre este tema no The Howard Stern Show em 8 de fevereiro de 2008, ela disse que não tinha necessariamente uma oposição a fazê-lo.[32]

Em 1994, depois de superar seu vício em drogas e ter passado várias semanas com o pai e a avó, Jameson se mudou para Los Angeles para morar com Nikki Tyler.[24][33] Começou a modelar novamente e em 1995 recebeu a "bênção" de seu pai para iniciar uma carreira fora da pornografia.[2][14] Seu primeiro filme então foi Silk Stockings.[34] Mais tarde, em 1995, a Wicked Pictures, uma empresa de pequena produção pornográfica, assinou um contrato de exclusividade com Jenna.[3][35] Ela se lembra de dizer ao fundador da empresa, Steve Orenstein: "A coisa mais importante para mim agora é me tornar a maior estrela que a indústria já viu." [14][23]

No contrato, Jameson ganharia US$ 6.000 por cada um dos oito filmes em seu primeiro ano. [2] Seu primeiro filme com grande orçamento foi Blue Movie (1995), onde interpretou uma repórter que investigava um set de pornografia. O filme ganhou vários AVN Awards.[15] Em 1996 Jameson ganhou os prêmios das três principais organizações da indústria pornografica: o X-Rated Critics Organization, AVN Best New Starlet Award e Fans of X-Rated Entertainment. Ela foi a primeira artista a ganhar todos os três prêmios.[15]

Em 2001 Jameson ganhava 60 mil dólares por um dia e meio de filmagem e $ 8.000 por noite dançando em clubes de strip. Ela tentou restringir a carreira a cinco filmes por ano e duas semanas de dança por mês.[36] Em 2004, seu marido Jay Grdina disse que ela ganhava $25.000 por noite, dançando.[5]

Desde novembro de 2005 ela é a anfitriã do Jenna's American Sex Star, da Playboy TV, onde aspirantes a estrelas pornô competem por um contrato com sua empresa, ClubJenna. As duas primeiras vencedoras foram Brea Bennett e Roxy Jezel.[37]

Jenna também dirigiu alguns poucos filmes. No ano de 2002 foi eleita pela AVN "o segundo maior nome do pornô em todos os tempos", só perdendo para o ator Ron Jeremy.

Vida após a carreira de atriz[editar | editar código-fonte]

Em 2006 ela conheceu o lutador de MMA (Artes Marciais Mistas) Tito Ortiz [38], com o qual teve filhos gêmeos em março de 2009. Em 2010 a imprensa reportou que ele havia agredido Jenna e dito que ela estaria usando drogas, o que ela negou. [39]

Em 2017 ela teve uma filha com o então namorado Lior Bitton. [40]

Em meados de 2019, após uma postagem em sua conta no Instagram, a imprensa noticiou sua luta contra a depressão, ansiedade, estresse pós-traumático e o excesso de peso. [41] [42]

Jogos[editar | editar código-fonte]

Chamado de Virtually Jenna, é um videogame que transporta o nome e a imagem da atriz para o mundo dos games eróticos.[43][44]

Ela também fez uma dublagem de uma personagem no jogo Grand Theft Auto: Vice City.

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

  • Up And Cummers 11 (1994, 4-Play Video)
  • Blue Movie (1995, Wicked Pictures)
  • Wicked One (1995, Wicked Pictures)
  • Jenna Loves Rocco (1996, Vivid)
  • Conquest (1996, Wicked Pictures)
  • Wicked Weapon (1997, Wicked Pictures / Vidéo Marc Dorcel)
  • Satyr (1997, Wicked Pictures)
  • Dangerous Tides (1998, Wicked Pictures)
  • Flashpoint (1998, Wicked Pictures)
  • Hell On Heels (1999, Wicked Pictures)
  • Virtual Sex with Jenna Jameson (1999, Digital Playground FX)
  • Dream Quest (2000, Wicked Pictures)
  • Briana Loves Jenna (2001, Vivid / Club Jenna)
  • I Dream of Jenna (2002, Vivid / Club Jenna)
  • Bella Loves Jenna (2004, Vivid / Club Jenna)
  • The Masseuse (2004, Vivid / Club Jenna)
  • Krystal Method (2004, Vivid / Club Jenna)
  • The New Devil in Miss Jones (2005, Vivid)
  • Janine Loves Jenna (2006, Vivid / Club Jenna)
  • Jenna Depraved (2006, Vivid / Club Jenna)
  • Zombie Strippers (2008)

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

AVN (Adult Video News)[editar | editar código-fonte]

  • 1996: Melhor Revelação
  • 1996: Melhor Atriz - Video - Wicked One
  • 1998: Melhor na Categoria "All-Girl Sex Scene" - Filme - Satyr - (ao lado de Missy)
  • 2003: Melhor na Categoria "All-Girl Sex Scene" - Video - I Dream of Jenna - (ao lado de Autumn e Nikita Denise)
  • 2005: Melhor Atriz - Filme - The Masseuse 5
  • 2005: Melhor na Categoria "All-Girl Sex Scene" - Filme - The Masseuse 5 - (ao lado de Savanna Samson)
  • 2005: Melhor na Categoria "Couple Sex Scene" - Filme - The Masseuse - (ao lado de Justin Sterling)
  • 2006: Melhor na Categoria "Crossover Star of the Year"
  • 2006: Melhor Atriz Coadjuvante - Filme - The New Devil in Miss Jones - Vivid Entertainment Group
  • 2006: Melhor na Categoria "All-Girl Sex Scene" - Filme - The New Devil in Miss Jones - Vivid Entertainment Group - (ao Lado de Savanna Samsom)
  • 2006: Hall da Fama

XRCO (X-Rated Critics Organization)[editar | editar código-fonte]

  • 1995: Melhor Revelação
  • 2003: Melhor na Categoria "Girl/Girl" - My Plaything - Jenna Jameson 2 - Digital Sin - (ao lado de Carmen Luvana)
  • 2004: Indicada na Categoria "Group Single Performance Actress" - The Masseuse - Club Jenna/Vivid Entertainment
  • 2004: Indicada na Categoria "Group Single Performance Actress" - Bella Loves Jenna - Club Jenna/Vivid Entertainment
  • 2004: Indicada na Categoria "Group Sex Scene Couple" - The Masseuse - Vivid Entertainment - (ao lado de Justin Sterling)
  • 2004: Indicada na Categoria "Group Girl/Girl" - The Masseuse - Vivid Entertainment - (ao lado de Savanna Samson)
  • 2004: Indicada na Categoria "Group Girl/Girl" - Bella Loves Jenna - Vivid Entertainment - (ao lado de Belladonna)
  • 2004: Prêmio dividido na categoria "Mainstream's Adult Media Favorite" - Best-Selling autobiography: How To Make Love Like A Porn Star…
  • 2005: Hall da Fama

Hot D'Or (França)[editar | editar código-fonte]

  • 1999 - Prêmio Honorário
  • 1998 - Melhor atriz americana - Sexe de Feu, Coeur de Glace
  • 1997 - Melhor atriz americana
  • 1996 - Melhor atriz americana
  • 1996 - Melhor revelação americana

Referências

  1. Hollie McKay (7 de novembro de 2008). «Pop Tarts: Jenna Jameson Wants to Make Porn Name Official» (em inglês). Fox News. Consultado em 10 de novembro de 2008. Arquivado do original em 10 de novembro de 2008 
  2. a b c d e f g h i Aussenard, Jean-Paul (27 de março de 2005). «How a Young Adult Star Turned Porn into Profit and Prominence». E! True Hollywood Story (em inglês). E! Online. Consultado em 15 de agosto de 2006. Cópia arquivada em 28 de março de 2005 
  3. a b c d e f g Matthew Miller (4 de julho de 2005). «The (Porn) Player» (em inglês). Forbes. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  4. a b c «"Jenna Jameson's Forbidden Desires"». por Vanessa Grigoriadis, Rolling Stone magazine, 11/08/04. acessado em 01/02/07. Reprinted as "Jenna Jameson: Girl On Top, " by Vanessa Grigoriadis, The Independent. 5 de setembro de 2004. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  5. a b «A Star Is Porn». por Dan Ackman, Wall Street Journal,27/08/04, Page W13. Online at author's web site. Consultado em 1 de fevereiro de 2007. Arquivado do original em 28 de janeiro de 2007 
  6. «"Jenna Jameson: 'I chose the right profession'"». interview with Anderson Cooper on Anderson Cooper 360°, CNN. 28 de agosto de 2004. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  7. «Hall of Fame at xrco.com». Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  8. «page at avnawards.com». Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  9. a b c «Born 4 Porn: Jenna Jameson». por Amy Benfer em 03/08/03, Papermag. Consultado em 5 de fevereiro de 2007 
  10. «Jenna Jameson page at Gamelink.com». Consultado em 9 de abril de 2008 
  11. «Dan Ackman, "A Star is Porn"». The Wall Street Journal, 27/08/04 
  12. a b c d e «At Home with Jenna Jameson: Off Camera, Cashmere and Crosses». by Dinitia Smith, The New York Times. 15 de abril de 2004. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  13. a b «"Porn star's book walks wild side"». por Norm Clarke, Las Vegas Review-Journal. 8 de setembro de 2004. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  14. a b c d e f g h «The porn broker». por Adam Higginbotham, 09/10/04, Telegraph Magazine, apresentado por The Age. Retirado em 01/02/07. Também reproduzido em uma forma ligeiramente editada como "A life of ups and downs", Sydney Morning Herald. Melbourne. 4 de dezembro de 2004. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  15. a b c d e «Jenna Jameson». AskMen.com Model of the Week feature. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  16. «"Review: Jenna Jameson's crazy porn life"». Por Adam Dunn, 08/09/04, CNN. 8 de setembro de 2004. Consultado em 5 de fevereiro de 2007 
  17. a b c d «Jennasis». Por Adrian Marks, janeiro Magazine. Setembro de 2004. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  18. «Jenna Jameson Tattoo Pics». Vanishing Tattoo.com. Consultado em 6 de fevereiro de 2007 
  19. «Showgirls vs. dancers». Las Vegas Review-Journal. 27 de julho de 2004. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  20. «WIPO Domain Name Decision: D2004-1042». Nels T. Lippert, World Intellectual Property Organization. 15 de fevereiro de 2005. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  21. «Jenna Jameson: Ever wonder how she got her tits?». Video at Metacafe.com. Consultado em 1 de fevereiro de 2007 
  22. Jameson, Jenna et Strauss, Neil, How to Make Love Like a Porn Star: A Cautionary Tale, Regan Books, New York, isbn = 0-06-053909-7, p. 99 – 107, 2004.
  23. a b «"How to Make Love Like a Porn Star" by Jenna Jameson». Salon magazine book review by Charles Taylor. 25 de agosto de 2004. Consultado em 5 de fevereiro de 2007 
  24. a b «Jenna Jameson». article with autobiography citations by Luke Ford, on LukeIsBack.com. Consultado em 5 de fevereiro de 2007 
  25. {Jameson, Jenna. How to Make Love Like a Porn Star: A Cautionary Tale, p. 132 – 135.
  26. «Randy West». biography, from official site. Consultado em 5 de fevereiro de 2007 
  27. Jameson, Jenna. How to Make Love Like a Porn Star: A Cautionary Tale, p.169 – 170.
  28. «Jenna Jameson: Exposed». Entrevista com David Caplan na revista Star, 06/09/04. Retirado 5 de fevereiro de 2007, mas podem não estar disponíveis para os visitantes de fora dos EUA web.archive.org/web/20040909054808/www.starmagazine.com/news/61449 Archived no Internet Archive: [09/06/04]. Consultado em 5 de fevereiro de 2007 
  29. «Jenna Jameson professional heartbreaker». AskMen.com interview. Consultado em 5 de fevereiro de 2007 
  30. «Jenna the sex goddess». Por Peter Keating, 18/01/01, Salon magazine. Consultado em 5 de fevereiro de 2007 
  31. «Jenna Does Jenna». by Noah Berlatsky, Bridge magazine, 2004, arquivado de www.bridgemagazine.org/online/features/archive/000113.php em 22/05/06. Consultado em 13 de fevereiro de 2007 
  32. «The Rundown - 06/02/08, HowardStern.com» 
  33. Jameson, Jenna. How to Make Love Like a Porn Star: A Cautionary Tale. [S.l.: s.n.] pp. 309 – 311 
  34. Jameson, Jenna. How to Make Love Like a Porn Star: A Cautionary Talep. 316 – 320.
  35. Jameson, Jenna. How to Make Love Like a Porn Star: A Cautionary Tale|p. 341 – 351.
  36. «Two girls on Jenna». Peter Keating, 17/01/01, Salon magazine. Consultado em 5 de fevereiro de 2007 
  37. «Jenna Jameson's American Sex Star». Playboy TV reality sex show official page. Consultado em 13 de fevereiro de 2007. Arquivado do original em 13 de outubro de 2005 
  38. «UFC's Ortiz Still Man of People». by Anwar S. Richardson, The Tampa Tribune, reimpresso por Ring Sport K1. Consultado em 13 de fevereiro de 2007 
  39. Sun, The (29 de abril de 2010). «Jenna Jameson denies drug addiction after boyfriend 'attack'». New York Post (em inglês). Consultado em 7 de setembro de 2019 
  40. «Jenna Jameson has INCREASED her calories to stop losing weight». Mail Online. 29 de janeiro de 2019. Consultado em 7 de setembro de 2019 
  41. «Jenna Jameson Gets Emotional About Her Past: 'I Felt Empty'». Us Weekly (em inglês). 5 de setembro de 2019. Consultado em 7 de setembro de 2019 
  42. «Jenna Jameson's Top Ten Tips for Losing Weight on Keto». PEOPLE.com (em inglês). Consultado em 7 de setembro de 2019 
  43. «Virtually Jenna» (em inglês). Consultado em 22 de Maio de 2010. Arquivado do original em 15 de março de 2008 
  44. Lynn, Regina. «Get Your Game Off» (em inglês). Wired. Consultado em 22 de Maio de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons


Ícone de esboço Este artigo sobre uma atriz de filmes pornográficos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.