Jogos Parapan-Americanos de 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
VI Jogos Parapan-Americanos
Lima 2019
Logotipo Oficial Juegos Parapanamericanos Lima 2019.png
Dados
Países participantes 30 países
País anfitrião  Peru
Atletas 1 890
Eventos 370 eventos em 17 esportes
Cerimônia de abertura 23 de agosto
Cerimônia de encerramento 1 de setembro
Abertura oficial Martín Vizcarra
Juramento do atleta Javier Soto
Tocha Jimmy Eulert
Estádio principal Estádio Nacional do Peru
◄◄ Toronto 2015 Canadá {{{evento}}} Santiago 2023 Chile ►►

Os Jogos Parapan-Americanos de 2019, oficialmente VI Jogos Parapan-Americanos, e comumente conhecidos como os ParaPan de Lima 2019, foram um grande evento multiesportivo internacional para atletas com deficiências, celebrado na tradição dos Jogos Parapan-Americanos, regidos pelo Comitê Paralímpico das Américas, as datas escolhidas foram de 22 de agosto a 1 de setembro de 2019 em Lima, capital do Peru.[1] Desde o processo de escola da sede dos Jogos Pan-Americanos de 2007, é aplicado o conceito de "uma cidade, dois eventos", em que o Comitê Organizador dos Jogos Pan-Americanos se compromete a organizar e sediar os Jogos Parapan-Americanos que devem ter início 12 dias após o encerramento dos Jogos Pan-Americanos. Esta será a quarta edição em que este acordo estará vigente. Cabe ressaltar que é a primeira vez na história em que um evento paralímpico é realizado no país.[1] 15 locais de competição usados nos Jogos Pan-Americanos de 2019 serão reutilizados.[2]

As expectativas do Comitê Organizador e do IPC Americas eram de que mais de 1800 atletas de 33 Comitês Paralímpicos Nacionais fossem inscritos.[3] representando 33 Comitês Paralímpicos Nacionais (NPCs) nas Américas.[1], mas 3 NPCs que partipariam dos jogos, Granada, Ilhas Virgens Americanas e Antígua e Barbuda, desistiram de participar dos jogao e não enviaram atletas. Foram realizados eventos de 17 modalidades esportivas, sendo que 7 serviram como as classificatórias continentais para os Jogos Paralímpicos de Verão de 2020, que serão realizados entre Agosto e Setembro de 2020. Três modalidades, o badminton, taekwondo e o tiro estreiaram nos jogos.[4][5]

Escolha da sede[editar | editar código-fonte]

Durante a Assembleia Geral da ODEPA, realizada em outubro de 2013,na cidade canadense de Toronto, foi realizada a eleição para a sede dos Jogos Pan-Americanos de 2019. Quatro cidades ofereceram um projeto para sediar os Jogos (todas localizadas em Comitês Olímpicos Nacionais pertencentes a região 3 da entidade, que engloba a América do Sul). Além de Lima, estavam envolvidas no processo: Santiago do Chile, La Punta (na Argentina) e Ciudad Bolívar, (na Venezuela).

A capital peruana recebeu 31 votos, contra um empate de 9 votos para Santiago e La Punta e 8 votos para a proposta venezuelana. Como em apenas uma rodada de votação a cidade peruana obteve mais da metade dos votos, a ODEPA declarou Lima como sede dos Jogos para 2019. Santiago, seria candidata única para a edição posterior em 2023, sendo aclamada como sede em 2017.[6]

Resultado Final da Votação
Cidade País Votos
Lima  Peru 31
La Punta  Argentina 9
Santiago  Chile 9
Ciudad Bolívar  Venezuela 8

Organização[editar | editar código-fonte]

Transporte[editar | editar código-fonte]

Uma das grandes preocupações do Comitê Organizador se tratava da logística dentro da cidade durante as competições, devido ao grande fluxo diário de veículos na Região Metropolitana de Lima. Para isso, foram criadas vias alternativas de tráfego na cidade, além de contar com o apoio do governo e o exército peruano para o auxílio do trânsito para evitar congestionamentos e facilitar o transporte de atletas durante os dias de competições.[7]Outra alternativa foi a criação de novos itinerários de ônibus, o que levou a licitação para que novas empresas operassem estas linhas recém criadas, aumentando também a disponibilidade de ônibus.[8]

Além disso, algumas vias também passaram por recapeação e foram expandidas.As principais foram as Avenidas La Molina, Nicolás Arriola e Pedro Miota, a Via Expressa Santa Rosa,juntamente de diversos trechos da Rodovia Pan-Americana que passam pela cidade ou então em suas cercanias. Estas obras tinham o prazo de julho de 2019.[9]As obras também pretendem facilitar o tráfego entre Lima e a região de Callao.

Quanto ao metrô, o Comitê Organizador criou um cartão único que valerá exclusivamente durante os jogos. Este cartão valerá para as duas linhas da Região Metropolitana de Lima.[10]

Voluntariado[editar | editar código-fonte]

A organização dos jogos criou um programa de voluntariado para as competições, ofertando benefícios como alimentação, uniformes, cursos de capacitação, seguro, rede de contato, dupla certificação, experiência única e transporte. Além disso, serão oferecidos hospitalidade, participação e trabalho em equipe.[11] Para seleção, espera-se que sejam escolhidos 7 mil candidatos para as competições dos Jogos Parapan-Americanos num total de 19 mil candidaturas.[12]

Ingressos[editar | editar código-fonte]

A venda de ingressos para acompanhar de perto as competições dos jogos começou no dia 4 de julho de 2019. As vendas estão sendo realizadas tanto em diversas bilheterias nos principais pontos da cidade e nos locais de competição, como no site oficial. Neste, o acesso dos locais será feito através do e-ticket que dispensa o uso do papel. O valor médio dos ingressos para cada sessão é de S/10. Haverá também descontos de 50% ou mais para crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência.[13][14]

Medalhas[editar | editar código-fonte]

As medalhas que serão distribuídas na competição serão distribuídas pela Sociedade Nacional de Minério do Peru e foram feitas com materiais reciclados coletados durante a campanha "Minério para todos". Cada medalha tem 80 mm de diâmetro e peso de 300 gramas,todas são feitas de cobre e as medalhas de ouro e prata são banhadas, sendo que cada cor de medalha é alusiva a uma característica do Peru, tanto na cara quanto na coroa. Foram fabricadas 617 medalhas de ouro, 617 medalhas de prata e 679 de bronze que serão entregue durante os jogos.[15]

Locais de competição[editar | editar código-fonte]

A despesa total para a preparação dos Jogos Pan-Americanos e Parapan-Americanos se aproximará dos US$ 1,2 bilhões de dólares.[16] Este montante será divido entre infraestrutura esportiva (US$ 470 milhões), construção da Vila Pan-Americana (US$ 180 milhões), gastos gerais de organização (US$ 430 milhões) e maiores imprevistos (US$ 106 milhões).

O comitê da candidatura Lima 2019 estabeleceu originalmente um total de dezenove sedes e locais de competições, para assim receber o evento na capital peruana.

O Plano Diretor de Lima 2019,foi lançado oficialmente em 23 de outubro de 2014, no qual se definiu os locais que receberão as modalidades. Em 7 de julho de 2015, durante a 53ª Assembleia Geral da Organização Desportiva Pan-Americana realizada em Toronto, o presidente da Comitê Organizador de Lima 2019 anunciou o progresso das obras, bem como o Plano Diretor, que passou por algumas alterações (visando a redução dos custos). Assim, foi alterado o local da Vila Pan-Americana (que seria originalmente localizada no bairro de Villa Maria del Triunfo), além de terem sido confirmados das demais sedes esportivas. Novos planos para os projetos de transporte na cidade, e de segurança dos jogos, tomaram parte das alterações no Plano Diretor.

Seis grandes zonas form criadas na Região Metropolitana de Lima, sendo elas os principais locais que receberão eventos dos Jogos Pan-Americanos de 2019.Uma grande novidade nesta edição é a realização da cerimônia de abertura no palco principal dos Jogos Pan-Americanos, o Estádio Nacional do Peru.

Sedes das competições[editar | editar código-fonte]

Estadio Nacional del Peru
Instalação Imagem Evento Capacidade
Estadio Nacional
Estadio Nacional de Lima, Peru..jpg
IPC logo (2004).svg Cerimônia de Abertura
50000
Callao
Instalação Imagem Evento Capacidade
Villa Desportiva Regional de Callao
Coliseu Miguel Grau
Goalball pictogram (Paralympics).svg Golbol
2400
Polidesportivo de Callao
Taekwondo pictogram.svg Para-Taekwondo e Sitting volleyball pictogram (Paralympics).svg Voleibol sentado
6100
Chorrillos
Circuito San Miguel
Panorama of Chorrillos, Lima, Peru-Skyline.jpg
Cycling (road) pictogram (Paralympics).svg Para-Ciclismo de rua
Espaço livre
Distrito de San Luis
Instalação Imagem Evento Capacidade
Villa Deportiva Nacional (VIDENA)
Estadio Atlético
Estadio Atlético - Lima 2019.jpg
Athletics pictogram (Paralympics).svg Paratletismo e IPC logo (2004).svg Cerimônia de Encerramento
12000
Centro Aquático
Centro Acuático VIDENA - Lima 2019.jpg
Swimming pictogram (Paralympics).svg Para-Natação
4000
Velódromo
Velódromo Nacional - Lima 2019.jpg
Cycling (track) pictogram (Paralympics).svg Para-Ciclismo de pista
2500
Polideportivo 1
Wheelchair basketball pictogram (Paralympics).svg Basquetebol em cadeira de rodas
2300
Polideportivo 2
Judo pictogram.svg Judô e Powerlifting pictogram (Paralympics).svg Para-Powerlifiting
1100
Polidesportivo 3
Polideportivo 3 - Lima 2019.jpg
Wheelchair badminton pictogram (Paralympics).svg Badminton e Table tennis pictogram.svg Tênis de mesa
860
Villa María del Triunfo
Instalação Imagem Evento Capacidade
Complejo Deportivo Villa María del Triunfo
Campo de Hóquei
Football 5-a-side pictogram (Paralympics).svg Futebol de 5
3500
Campo de Rugby
Football 7-a-side pictogram (Paralympics).svg Futebol de 7
3400
Outras sedes de Competição
Base Aérea de Las Palmas
EN BASE AÉREA LAS PALMAS SE PRESENTARON AERONAVES ADQUIRIDAS POR EL PERÚ (23554920113).jpg
Shooting pictogram (Paralympics).svg Para-Tiro desportivo

200

Villa El Salvador
Instalação Imagem Evento Capacidade
Polidesportivo Villa El Salvador
Polidesportivo de Villa El Salvador
Polideportivo VES - Lima 2019.jpg
Boccia pictogram (Paralympics).svg Bocha e Wheelchair rugby pictogram (Paralympics).svg Rugby em cadeira de rodas
6100
Outras sedes de competição
Lawn Tennis de la Exposición
Wheelchair tennis pictogram (Paralympics).svg Tênis em cadeira de rodas

Locais de Não competição[editar | editar código-fonte]

Aeroporto Internacional Jorge Chávez, ponto principal de conexão entre Lima o mundo.
Sede Lugar Uso Capacidade Estado
Aeroporto Internacional Jorge Chávez Callao Chegadas e saídas Espaço livre Existente
Centro de Convenções de Lima San Borja Centro Internacional de Imprensa 10 000 Existente
Centro de Radio e Televisão
Vila Panamericana de Lima Villa El Salvador Alojamento de atletas 9000 Existente

Participantes[editar | editar código-fonte]

Um total de 33 Comitês Paralímpicos Nacionais irão enviar delegações aos Jogos de Lima.

Esportes[editar | editar código-fonte]

Eventos em 17 esportes serão disputados nesta edição: 16 paralímpicos e apenas 1 que não faz mais parte do programa desde 2017, o futebol de 7, sendo que o ciclismo será dividido em dois eventos: estrada e pista. Os eventos no goalball, voleibol sentado e o basquete em cadeira de rodas irão acontecer tanto para os homens e para as mulheres, o rugby em cadeira de rodas continua sendo um evento misto, enquanto que o futebol de 5 e o futebol de 7 será exclusivo para os homens. Três esportes irão fazer as suas estreias: badminton, taekwondo e o tiro desportivo. As cotas continentais para os Jogos Paralímpicos de Verão de 2020 em sete esportes serão distribuídas.[17]

Calendário[editar | editar código-fonte]

As caixas em azul representam uma competição, ou um evento qualificatório de determinada data. As caixas em amarelo representam um dia de competição valendo medalha. Os números dentro das caixas representam a quantidade de medalhas de ouro distribuída por aquele esporte naquele dia.[18] A coluna T representa o total de medalhas de ouro do esporte.[19] Esta será a primeira edição da história dos Jogos Parapan - Americanos em que naqueles esportes em que o IPC funciona como a federação internacional ganharam o prefixo "Para".[20][21]

Agosto/Setembro 22
Qui
23
Sex
24
Sáb
25
Dom
26
Seg
27
Ter
28
Qua
29
Qui
30
Sex
31
Sáb
1
Dom
T
IPC logo (2004).svg Cerimônias CA CE
Paratletismo 22 27 26 21 23 119
Para-Badminton 5 3 8
Basquetebol em cadeira de rodas 1 1 2
Bocha 4 4 8
Para-Ciclismo 4 5 5 8 24
Futebol de 5 1 1
Futebol de 7 1 1
Golbol 2 2
Judô 5 5 10
Para-Powerlifiting 4 4 4 12
Para-Natação 19 20 19 19 18 19 22 136
Para-Taekwondo 3 3 6
Rugby em cadeira de Rodas 1 1
Para-Tiro 2 2 2 2 8
Tênis em cadeira de rodas 2 3 5
Para-Tênis de mesa 1 14 5 20
Voleibol sentado 2 2
Finais 1 43 53 52 53 44 24 31 35 4 369
Finais acumuladas 1 44 97 149 202 246 270 301 336 340
Agosto/Setembro 22
Qui
23
Sex
24
Sáb
25
Dom
26
Seg
27
Ter
28
Qua
29
Qui
30
Sex
31
Sáb
1
Dom
Eventos

Cerimônia de abertura[editar | editar código-fonte]

A cerimônia de abertura aconteceu no dia 23 de agosto de 2019, e começou às 19 horas (Horário do Peru) no Estádio Nacional. A novidade nessa edição foi o uso do mesmo estádio principal dos Jogos Pan-Americanos nas cerimônias Parapan-americanas. A cerimônia foi produzida e executada pela empresa italiana Balich Worldwide Shows, a mesma que organizou com sucesso as cerimônias do Pan de 2019 e dos Jogos Olímpicos de Verão de 2016 no Rio de Janeiro. Durante a cerimônia, houve a tradicional alternância das partes protocolares com as partes culturais e artísticas.[22]

Cerimônia de encerramento[editar | editar código-fonte]

Aconteceu na noite do dia 1 de setembro de 2019,e teve ínicio as 19 horas (UTC-5) no Estádio de Atletismo da Villa Desportiva Nacional em uma escala reduzida e mais intimista do que a da abertura.Tal como a abertura a parte protocolar se alterou com a parte cultural.Durante a parte protocolar que se alterou com a parte cultural, houve a cerimônia da Antuérpia,em que a bandeira do IPC Américas foi entregue ao prefeito de Santiago do Chile e uma apresentação cultural da próxima sede foi feita,juntamente dos discursos de encerramento dos Presidentes do Comitê Organizador e do IPC Américas e da declaração de encerramento.

Quadro de medalhas[editar | editar código-fonte]

O quadro de medalhas está classificado de acordo com o número de medalhas de ouro, estando as medalhas de prata e bronze como critérios de desempate em caso de países com o mesmo número de ouros.[23]

Foram disputadas 370 finais em 16 modalidades paralímpicas e em uma não paralímpica.[24]

Devido ao baixo número de inscritos,19 eventos em 6 esportes não distribuíram medalhas de bronze: no paratletismo (14), bocha (1),Para-Ciclismo (2) ,judô (1), judô,Para-natação (1) e para-tênis de mesa (1),totalizando 19 medalhas de bronze a menos.Um caso parecido aconteceu em outros eventos do judô (2 categorias), no para-taekwondo (1 categoria) e no para-tênis de mesa (3) em que os perdedores das semifinais de cada categoria ganhavam duas medalhas de bronze,mas também contavam com poucos atletas inscritos, isso forçou a alteração do formato da competição destes eventos e assim,apenas 1 medalha de bronze foi entregue Em um evento da Para-natação ,apenas duas atletas estavam inscritas,o que resultou na entrega de apenas 1 medalha de ouro. [25]


     País sede destacado.
 Ordem  País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze America medals icons.svg
1 BrasilBRA Brasil 124 99 85 308
2 Estados UnidosUSA Estados Unidos 58 62 65 185
3 MéxicoMEX México 55 58 45 158
4 ColômbiaCOL Colômbia 47 36 50 133
5 ArgentinaARG Argentina 26 38 43 107
6 CanadáCAN Canadá 17 21 22 60
7 CubaCUB Cuba 13 10 16 39
8 ChileCHI Chile 11 12 11 34
9 EquadorECU Equador 5 6 5 16
10 PeruPER Peru 5 3 7 15
TOTAL 370 369 378 1 117

Símbolos[editar | editar código-fonte]

Logotipo[editar | editar código-fonte]

Em 26 de julho de 2016, Luisa Villar, presidente da Associação Nacional Paraolímpico do Peru (ANPP), foi responsável por apresentar o emblema dos Jogos Parapan-americanos. A Flor de Amancaes, que é a flor nacional do Peru foi escolhida como o símbolo principal dos Jogos assim como no seu evento irmão. Os dois projetos foram apresentados ao mesmo tempo pelos mesmos artistas que venceram na chamada pública para a identidade visual dos dois eventos, que foram os artistas de Arequipa Diego Sanz e Jorge Luis Zárate. O logo segue a mesma identidade visual apresentada nos Jogos Pan-Americanos, com os 3 pistilos, posicionados de outra forma e com as cores azul, verde e vermelho, que são as cores dos "agitos" que são o símbolo do Movimento Paralímpico Internacional, o posicionamento dos pistilos representa as três posições do pódio em direta alusão aos esforços dos atletas paralímpicos.

Mascote[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2017, após mais de mil apresentações, o comitê organizador revelou os três últimos da competição por ser o mascote dos jogos. Os três desenhos finais foram: Milco, que foi influenciada pelas esculturas de Cuchimilco, uma flor chamada Wayqi Amantis e uma lagartixa com as pontas das folhas. Em julho de 2017, foi anunciado que Milco foi o vencedor do concurso, recebendo 45% dos votos. Houve aproximadamente 44.154 votos no concurso, o maior de todos os tempos para uma competição de animais de estimação nos Jogos Pan-Americanos. O designer vencedor do concurso recebeu S/.15,000 Soles (ou aproximadamente US$ 4.600). O corpo de Milco é laranja e a cor do seu short é vermelho, representando a bandeira peruana.

Tocha Parapan-Americana[editar | editar código-fonte]

A tocha Parapan-Americana foi acesa durante um ritual inca no dia 20 de agosto de 2019, no sítio arqueológico de Distrito de Pachacámac, vizinho de diversos locais de competição como Callao e Villa María del Triunfo. A rota do revezamento terá 50km e irá honrar o Império Inca e seu legado histórico e cultural para o Peru. Ela irá percorrer as 12 huacas históricas da região metropolitana de Lima. As celebrações locais serão realizadas nos sítios históricos destas locações, até chegar no Estádio Nacional, durante a cerimônia de abertura no 23 de agosto. O número total de portadores é estimado em mais de 1200 pessoas. [26]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

As funções de hostbroadcaster foram feitas pela produtora espanhola MediaPro, esta será a responsável pela geração de imagens da competição. Assim como no Pan, a cobertura das disputas e das cerimônias será transmitida em 4K, mostrando um grande avanço tecnológico como em edições anteriores dos jogos. Pela TV aberta, a transmissão local foi feita pelas emissoras Latina Televisión e Panamericana Televisión.[27]A Telefónica Peru será a responsável pela transmissão exclusiva na televisão a cabo.[28]

No Brasil, o SporTV transmitiu com total exclusividade o evento, através de um acordo firmado com o Comitê Organizador Local,o IPC Américas e o Comitê Paralímpico Brasileiro em 21 de agosto de 2019.[29]

Referências

  1. a b c «AO VIVO: Jogos Pan-Americanos Lima 2019». Olimpíada Todo Dia. Consultado em 19 de agosto de 2019 
  2. Lima 2019. «Sedes deportivas» (em espanhol). Consultado em 19 de agosto de 2019 
  3. «Lima 2019: Sherman Guity's meteoric rise» (em inglês). 4 de julho de 2019. Consultado em 19 de agosto de 2019 
  4. APC (21 de março de 2016). «Parabadminton é incluído no Parapan de 2019, em Lima, no Peru.». Confederação Brasileira de Badminton. Consultado em 19 de agosto de 2019 
  5. Confederação Brasileira de Taekwondo (11 de março de 2019). «Taekwondo brasileiro garante oito vagas para disputar os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019». Consultado em 19 de agosto de 2019 
  6. Tvn, 24Horas.cl (4 de novembro de 2017). «Santiago será la sede de los Juegos Panamericanos de 2023». 24Horas.cl (em espanhol) 
  7. «Transporte preocupa organizadores do Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru». Globoesporte. Consultado em 9 de junho de 2019 
  8. jessicabus (5 de junho de 2019). «Capital do Peru recebe 300 ônibus Caio Apache Vip com chassi Mercedes-Benz para Jogos Pan-Americanos». Diário do Transporte. Consultado em 9 de junho de 2019 
  9. PERÚ, Empresa Peruana de Servicios Editoriales S. A. EDITORA. «Juegos Panamericanos 2019: MTC debate para impulsar proyectos viales». andina.pe (em espanhol). Consultado em 9 de junho de 2019 
  10. larepublica.pe https://larepublica.pe/sociedad/1403474-juegos-panamericanos-evaluan-instaurar-tarjeta-unica-transporte. Consultado em 9 de junho de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  11. «Voluntariado: Beneficios y Pilares | Juegos Panamericanos y Parapanamericanos Lima 2019». www.lima2019.pe. Consultado em 9 de junho de 2019 
  12. «Prepare-se para Lima 2019 | Mundo Voluntário». Consultado em 9 de junho de 2019 
  13. «Ingressos para o Pan de Lima a partir de 27 de maio | Laguna Olímpico». Laguna Olímpico - Análises, informações e histórias sobre os esportes olímpicos (em inglês). 1 de maio de 2019. Consultado em 9 de junho de 2019 
  14. «Ingressos para o Pan de Lima-2019 só começarão a ser vendidos no final de maio | Laguna Olímpico - Análises, informações e histórias sobre os esportes olímpicos | LANCE!». Laguna Olímpico - Análises, informações e histórias sobre os esportes olímpicos (em inglês). 25 de fevereiro de 2019. Consultado em 9 de junho de 2019 
  15. Futbolperuano.com, Redacción (3 de maio de 2019). «¿Quién fabricará las medallas de los Juegos Panamericanos Lima 2019?». Futbolperuano.com (em espanhol). Consultado em 9 de junho de 2019 
  16. «El presupuesto para Lima 2019 está casi listo». larepublica.pe (em espanhol). 21 de julho de 2016 
  17. «Lima 2019 Sports». International Paralympic Committee. 8 July 2019  Verifique data em: |data= (ajuda)
  18. Lima 2019. «Calendario y resultados de los Juegos Para Panamericanos» (em espanhol). Paralympic.org. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  19. Lima2019. «Cronograma». Consultado em 18 de agosto de 2019 
  20. Lima2019. «Cronograma». Consultado em 18 de agosto de 2019 
  21. Paralympic.org. «The IPC to rebrand the 10 sports it acts as International Federation for». Consultado em 20 de agosto de 2019 
  22. «Lima 2019: director de inauguración de Juegos Parapanamericanos promete "emoción e ilusión"». Gestión (em espanhol). Consultado em 23 de agosto de 2019 
  23. «Medallas». Lima 2019. Consultado em 31 de julho de 2019 
  24. «General Schedule» (em inglês). Lima 2019. 21 de agosto de 2019  Texto "https://www.lima2019.pe/en/results/" ignorado (ajuda);
  25. «General Schedule» (em inglês). Lima 2019. 21 de agosto de 2019  Texto "https://www.lima2019.pe/en/results/" ignorado (ajuda);
  26. «Lima 2019 escogerá a 1.200 personas para antorchas Panamericana y Parapanamericana». VTV (em espanhol). 1 de maio de 2019. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  27. PERÚ, Empresa Peruana de Servicios Editoriales S. A. EDITORA. «Frecuencia Latina transmitirá los Juegos Panamericanos y Parapanamericanos 2019». andina.pe (em espanhol). Consultado em 7 de agosto de 2019 
  28. «Movistar TV habilita señal exclusiva para transmitir los Juegos Lima 2019». Movistar Plus (em espanhol). Consultado em 7 de agosto de 2019 
  29. «Canais SporTV farão a transmissão dos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019». Comitê Paralíimpico Brasil. Consultado em 23 de agosto de 2019 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]