Johnny Quick

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Johnny Quick é o nome de dois personagens fictícios da DC Comics. O primeiro era um herói, que aparece com mais frequência nas edições de More Fun Comics durante a era de ouro. O outro era um vilão, uma versão do mal do Flash que habitava a Terra 3, aparecendo a maior parte durante a era de prata.

Johnny Quick (Johnny Chambers)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Johnny Quick (Johnny Chambers)

Johnny Chambers era um fotógrafo que invocava o poder da supervelocidade por recitar uma fórmula matemática ("3X2(9YZ)4A") dada por seu guardião de infância, o Professor Gill, que a achou em inscrições na tumba de um faraó. Johnny Quick fez parte do Esquadrão Invencível, e, durante a Zero Hora, fez parte da Sociedade da Justiça. Ele era uma presença eventual nas histórias do Flash.

Ele foi casado com Libby Lawrence, a heroína Liberty Belle, e teve uma filha chamada Jesse Chambers, que tornou-se a heroína Jesse Quick. Ao enfrentar o vilão Savitar, Johnny foi absorvido pela Força de Aceleração, onde ficou preso durante anos. Recentemente, ele foi morto pelo supervilão Professor Zoom logo após ajudar o segundo Flash, Barry Allen, a escapar da membrana energética da Força de Aceleração Negativa invocada pelo vilão.

Johnny Quick (Sindicato do Crime)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Johnny Quick (Sindicato do Crime)

Johnny Quick (Johnny "John" Chamberlin) foi um supervilão de uma Terra alternativa chamada Terra 3, antes era para ser uma contraparte do Johnny Chambers, mas é a contraparte do Flash.[1] Ele e outros membros faziam parte do Sindicato do Crime da América (todos que eram contrapartes maléficas dos membros da Liga da Justiça da América da Terra 3, e nunca tinha sido derrotado antes da Terra 3; só o herói, Alexander Luthor (contraparte heroica de Lex Luthor).[2] Como o resto do Sindicato do Crime, ele morreu durante a Crise pelo Anti-monitor.

LJA: Terra 2[editar | editar código-fonte]

O personagem foi revivido nos anos 90 como um vilão do "Universo antimatéria", no lugar da Terra 3. Ao contrário do Flash, Johnny ganha poderes injetando em si o "Soro da Velocidade" que parece com uma droga ilegal semelhante à heroína. Este Johnny Quick é a contraparte do Flash Wally West. De acordo com Grant Morrison que criou esta versão do personagem ele teve um antecessor (correspondente ao Barry Allen),[3] de quem o sangue é usado para criar o "Soro da Velocidade". Um retrospecto para os dias do Sindicato do Crime mostrou este personagem como se parecesse com a versão Pré-Crise.

Poderes e habilidades[editar | editar código-fonte]

Cada um dos personagens que foram nomeadas Johnny Quick possuem super-velocidade.

A versão do Sindicato do Crime de Johnny Quick possui as mesmas habilidades que o Flash.

Em outras mídias[editar | editar código-fonte]

Uma versão criminosa de Johnny Quick aparece no filme de animação Justice League: Crisis on Two Earths. O personagem foi dublado por James Patrick Stuart. Ao contrário dos quadrinhos, esta versão do traje do personagem mais se assemelha a de Flash-Reverso do que o da versão original. Um velocista implacável, ele aterroriza repetidamente a população de seu mundo em ordem do Sindicato do Crime para governar através do medo. Ele se opõe ao Flash. No entanto, no final, Johnny Quick heroicamente sacrifica-se durante o transporte de Batman para a Terra Prime para parar a conspiração de destruir o multiverso. Ele envelhece rapidamente e morre em uma idade avançada artificialmente, convencido de que ele salvou inúmeras vidas.

Referências

  1. Greenberger, Robert (2008). «Crime Syndicate». In: Dougall, Alastair. The DC Comics Encyclopedia. New York: Dorling Kindersley. 89 páginas. ISBN 0-7566-4119-5. OCLC 213309017. 
  2. Forever Evil. 1. [S.l.]: DC Comics. Maio de 2014  Parâmetro desconhecido |story= ignorado (ajuda); Parâmetro desconhecido |colorist= ignorado (ajuda); Parâmetro desconhecido |letterer= ignorado (ajuda); Parâmetro desconhecido |penciller= ignorado (ajuda); Parâmetro desconhecido |writer= ignorado (ajuda); Parâmetro desconhecido |inker= ignorado (ajuda)
  3. Brady, Matt (8 de maio de 2007). «THE 52 EXIT INTERVIEWS: GRANT MORRISON». Newsarama. Consultado em 12 de maio de 2007. Arquivado do original em 10 de maio de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]