José Cortez Pereira de Araújo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cortez Pereira
Cortez Pereira
42.º Governador do Rio Grande do Norte
Período 15 de março de 1971
até 15 de março de 1975
Vice-governador Tertius Rebelo
Antecessor Walfredo Gurgel
Sucessor Tarcísio Maia
Senador pelo Rio Grande do Norte
Período 1º: julho até setembro de 1963
2º: agosto até outubro de 1964
3º: agosto até outubro de 1965
4º: março até julho de 1968
Deputado estadual pelo Rio Grande do Norte
Período 1 de fevereiro de 1951
até 1 de fevereiro de 1963
4.º Prefeito de Serra do Mel
Período 1 de janeiro de 2001
até 21 de fevereiro de 2004
Vice-prefeito Francisco Bezerra Filho
Antecessor Sílvio Romero
Sucessor Francisco Bezerra Filho
Dados pessoais
Nascimento 17 de outubro de 1924
Currais Novos, RN
Morte 21 de fevereiro de 2004 (79 anos)
Natal, RN
Alma mater Universidade Federal de Pernambuco
Cônjuge Aída Ramalho Cortez Pereira
Partido UDN
ARENA
PTB
Profissão agropecuarista, professor

José Cortez Pereira de Araújo (Currais Novos, 17 de outubro de 1924Natal, 21 de fevereiro de 2004) foi um agropecuarista, professor, político brasileiro e o 42.º governador do Rio Grande do Norte, filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Vivaldo Pereira Araújo e Olindina Cortez Pereira, formou-se em Filosofia e a seguir em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Eleito primeiro suplente do senador Dinarte Mariz em 1962 pela UDN. Filiado depois à ARENA foi escolhido governador do Rio Grande do Norte pelo presidente Emílio Garrastazu Médici em 1970. Ao final de sua gestão o governo potiguar foi entregue a três membros da família Maia: dois por indicação (Tarcísio Maia e Lavoisier Maia) e um por via eleitoral (José Agripino Maia), numa sequência interrompida apenas em 1986. Filiado ao PTB após o fim do bipartidarismo foi eleito prefeito de Serra do Mel em 2000. Faleceu no exercício do mandato após prolongada internação em virtude de uma pneumonia.

Sua irmã, Maria do Céu Pereira Fernandes foi a primeira deputada estadual do país, eleita na Assembleia Constituinte do Rio Grande do Norte, com mandato entre 1935 e 1937.

Fonte de pesquisa[editar | editar código-fonte]

A seleção dos governadores. Disponível em Veja, ed. 97 de 15 de julho de 1970.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]