Julen Lopetegui

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Julen Lopetegui
Julen Lopetegui
Lopetegui no Porto em 2014
Informações pessoais
Nome completo Julen Lopetegui Argote
Data de nasc. 28 de agosto de 1966 (49 anos)
Local de nasc. Asteasu, Flag of Spain.svg Espanha
Altura 1,87 m
Informações profissionais
Equipa atual Espanha Espanha
Função Treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1985–1988
1988–1989
1989–1991
1991–1994
1994–1997
1997–2002
Espanha Real Madrid Castilla
Espanha Real Madrid
Espanha Las Palmas (emp.)
Espanha Logroñés
Espanha Barcelona
Espanha Rayo Vallecano
0061 0000(0)
0001 0000(0)
0031 0000(0)
0107 0000(0)
0005 0000(0)
0112 0000(0)
Seleção nacional
1985
1994
Espanha Espanha sub-21
Espanha Espanha
0001 0000(0)
0001 0000(0)
Times/Equipas que treinou
2003
2008–2009
2010–2013
2010–2013
2012–2014
2014–2016
2016–
Espanha Rayo Vallecano
Espanha Real Madrid Castilla
Espanha Espanha sub-19
Espanha Espanha sub-20
Espanha Espanha sub-21
Portugal Porto
Espanha Espanha
0011
0038
0011
0010
0011
0077
0000

Julen Lopetegui Argote (Asteasu, 28 de agosto de 1966) é um ex-futebolista espanhol que jogava como goleiro. Atualmente comanda a Seleção Espanhola de Futebol.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Participou em 149 jogos na La Liga durante 11 temporadas, pelo Real Madrid, Logroñés, Barcelona e Rayo Vallecano. Também fez 168 jogos na Segunda Divisão, com três clubes, e representou Espanha no Campeonato do Mundo de 1994. Destacou-se com as camisas de Logroñés e Rayo Vallecano. Ainda jogou por Real Sociedad B, Castilla, Las Palmas, Real Madrid (uma partida) e Barcelona (cinco jogos). Pendurou as luvas em 2002, depois do rebaixamento do Rayo Vallecano à Segunda Divisão espanhola.[1]

Treinador[editar | editar código-fonte]

Lopetegui começou a carreira de treinador em 2003, onde passou vários anos no comando das equipes mais jovens da Seleção Espanhola. Ganhou títulos europeus nos sub-19 e sub-21. Foi depois treinador principal do FC Porto de Maio de 2014 a Janeiro de 2016.

Rayo Vallecano[editar | editar código-fonte]

Voltou ao Rayo em 2003, desta vez para comandar o time, função exercida até 2004, quando se afastou da profissão de treinador. Aventurou-se como comentarista esportivo até 2006, quando recebeu convite do Castilla (time B do Real Madrid) para exercer o comando técnico.

Desde 2010, Lopetegui (ou Lopetegi, em basco) alterna-se no comando das Seleções Sub-19 e Sub-20 da Espanha.

FC Porto[editar | editar código-fonte]

No dia 6 de maio de 2014 tornou-se treinador do Futebol Clube do Porto com contrato válido por três épocas,[2] mas a 7 de janeiro de 2016 é despedido depois de uma sucessão de maus resultados, do afastamento da Liga dos Campeões para a Liga Europa e de uma enorme contestação por parte dos adeptos, deixando o Porto faltando ainda cumprir metade do seu contrato. No FC Porto é sucedido por Rui Barros (este de forma interina) e depois por José Peseiro, que viria a sair no final da temporada 2015-2016. No Balanço, Lopetegui saiu do Porto ao fim de ano e meio, sem conquistar qualquer título.

Seleção Espanhola[editar | editar código-fonte]

No dia 21 de Julho de 2016, 6 meses após ter sido despedido do FC Porto é anunciado pela Real Federação Espanhola de Futebol como o novo selecionador espanhol de futebol, sucedendo a Vicente del Bosque.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Disputou uma única partida pela Seleção Espanhola, em 1994, mesmo ano em que foi convocado para defender a Fúria na Copa de 1994. Ficou no banco de reservas, vendo de lá a boa campanha de seus companheiros de time, que caíram frente à Itália, graças a um gol de Roberto Baggio.

Referências

  1. «Perfil na BDF». Consultado em 4 de março de 2016. 
  2. «Lopetegui “foi a primeira, a segunda e a terceira escolha”». Sítio oficial do FC do Porto. 6 de maio de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Julen Lopetegui
Precedido por
Luís Castro
Treinador do FC do Porto
2014–
Sucedido por
- Rui Barros