Língua suana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Língua svan)
Ir para: navegação, pesquisa
Suana (ლუშნუ ნინ, lushnu nin)
Pronúncia: [luʃ.nu nin]
Falado em: Abecásia
Total de falantes: 30 000
(15 000 como primeira língua)
Família: Caucasiana
 Caucasiana meridional
  Suana
Escrita: Alfabeto georgiano
(nas raríssimas vezes em que é escrito)
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: sva

A língua suana (ლუშნუ ნინ, transl. lushnu nin, em georgiano: სვანური ენა; transl.: svanuri ena) é falada no nordeste da Geórgia e na república autônoma da Abecásia.

Distribuição[editar | editar código-fonte]

O suana é a língua materna de cerca de 30 000 suanos, uma subdivisão étnica do povo georgiano que habita as montanhas do Suânia, isto é, os distritos de Mestia e Lentekhi da Geórgia, ao longo dos rios Inguri, Tskhenistskali e Kodori. Alguns falantes do suano vivem na república autónoma da Abecásia; embora as condições atuais do país impeçam que o seu número seja estimado com precisão, acredita-se que sejam cerca de 2 500 pessoas.

O idioma é utilizado apenas para a comunicação social de caráter informal e familiar. Não existe língua escrita ou status oficial; a maioria dos falantes também fala o georgiano, idioma oficial do país, e o usam como língua literária e de negócios. Não existe ensino oficial no suano, e o número de falantes está declinando devido à dispersão da população suana diante de crescentes dificuldades econômicas. O idioma é tido como ameaçado, já que sua fluência é limitada entre os jovens que o falam.

História[editar | editar código-fonte]

O suano é o mais diferenciado dos quatro idiomas caucasianos meridionais, e não é inteligível pelos falantes dos outras três (georgiano, laz, e mingrélio). Acredita-se que o suano tenha se separado dos outros idiomas do grupo no segundo milênio a.C., ou até mesmo antes, cerca de mil anos antes do georgiano se separar dos outros dois.

Fonologia[editar | editar código-fonte]

Consoantes[editar | editar código-fonte]

  Bilabial Dental Palatal Velar Uvular Glotal
Oclusiva b
ფ ბ პ
d
თ დ ტ
g
ქ გ კ

ჴ ყ
ʔ
Fricativa f v
ჶ ვ
s z
ს ზ
ʃ ʒ
შ ჟ
x ɣ
ხ ღ
h
Africada   ʦʰ ʣ ʦʼ
ც ძ წ
ʧʰ ʤ ʧʼ
ჩ ჯ ჭ
Nasal m
n
       
Líquida l, r
ლ, რ
j
w

Vogais[editar | editar código-fonte]

  Anterior Central Posterior
não-arredondada arredondada não-arredondada arredondada
curta longa curta longa curta longa curta longa
Fechada [i]

i
[]
ი̄
ī
[y]
უ̈
ü
[]
უ̄̈
ű
    [u]

u
[]
უ̄
ū
Semifechada   []

ė
    [ə

ə
     
Semi-aberta [ɛ]

e
[ɛː]
ე̄
ē
[œ]
ო̈
ö
[œː]
ო̄̈
ő
  [ɔ]

o
[ɔː]
ო̄
ō
Aberta [æ]
ა̈
ä
[æː]
ა̄̈
ã
    [a]

a
[]
ა̄
ā
   

As letras em negrito são a forma padrão em todos os dialetos.

  1. Varia livremente entre [ə] e [ɨ]
  2. Diacríticos não costumam ser grafados

Características[editar | editar código-fonte]

Particularidades da família[editar | editar código-fonte]

Como todas as línguas da família caucasiana meridional, o suano possui um grande número de consoantes. Apresenta concordância entre sujeito e objeto, e um sistema morfossintático ergativo-absolutivo. Os verbos variam de acordo com o aspecto, a evidencialidade e a "versão".

Particularidades[editar | editar código-fonte]

O suano manteve a consoante /qʰ/ (oclusiva aspirada surda), e as semivogais /w/ e /j/. Tem um repertório de vogais maior que o do georgiano; o dialeto do Alto Bal é a língua caucasiana meridional com o maior número de vogais, apresentando tanto as versões longas quanto as curtas de /a ɛ i ɔ u æ ø y/ mais /ə eː/, totalizando 18 vogais diferentes (o georgiano, por exemplo, possui apenas 5).

A sua morfologia é menos regular que a das suas três línguas-irmãs, e existem diferenças significantes nas declinações verbais.

Dialetos[editar | editar código-fonte]

O suano se divide nos seguintes dialetos e sub-dialetos:

  • Alto Bal (cerca de 15 000 falantes): Ushgul, Kala, Ipar, Mulakh, Mestia, Lenzer, Latal
  • Baixo Bal (cerca de 12 000 falantes): Becho, Tskhumar, Etser, Par, Chubekh, Lakham
  • Lashkh.
  • Lentekh: Kheled, Khopur, Rtskhmelur, Cholur

Livros[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]