Loose (álbum de Nelly Furtado)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Loose
Álbum de estúdio de Nelly Furtado
Lançamento 7 de junho de 2006
Gravação 2005-06
The Hit Factory
(Miami, Flórida)
The Chill Building
(Santa Mônica, Califórnia)
Henson, Capitol Studios
(Hollywood, Califórnia)
The Orange Lounge
(Toronto, Canadá)
Gênero(s) Dance-pop, R&b, hip hop
Duração 55:13
Idioma(s) inglês
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Mosley Music Group, Geffen Records
Produção Danja, Gerald Eaton, Nelly Furtado, Lester Mendez, Rick Nowels, Nisan Stewart, Timbaland, Brian West
Cronologia de Nelly Furtado
Folklore
(2003)
Mi Plan
(2009)
Singles de Loose
  1. "No Hay Igual"
    Lançamento: 11 de abril de 2006
  2. "Promiscuous"
    Lançamento: 25 de abril de 2006
  3. "Maneater"
    Lançamento: 5 de junho de 2006
  4. "Te Busqué"
    Lançamento: 20 de julho de 2006
  5. "Say It Right"
    Lançamento: 30 de outubro de 2006
  6. "All Good Things (Come to an End)"
    Lançamento: 24 de novembro de 2006
  7. "Do It"
    Lançamento: 21 de agosto de 2007
  8. "In God's Hands"
    Lançamento: 23 de novembro de 2007

Loose é o terceiro álbum de estúdio da cantora e compositora canadense Nelly Furtado. Foi lançado na América do Norte em 20 de junho de 2006 pela gravadora Geffen Records. Timbaland e Danja produziram a maior parte das faixas do disco, que incorpora influências de dance, R&B e hip hop. O álbum explora o tema da sexualidade feminina e tem sido descrito como introspectivo e triste em algumas partes.

O álbum recebeu revisões positivas dos críticos especializados em música contemporânea, porém, eles criticaram negativamente a imagem sexual que Furtado adotou para a gravação do álbum, sendo que alguns críticos disseram que era apenas uma manobra para se vender mais discos. Loose conseguiu boas posições nas paradas musicais em diversos países, e até outubro de 2009, o álbum já havia vendido mais de dez milhões de cópias em todo o mundo, se tornando o álbum mais vendido entre 2006-2007 e o 22º na década de 2000.

Loose foi fortemente promovido, sendo que foi lançado em várias edições diferentes pelo mundo, e foi lançada a turnê Get Loose Tour, para o álbum, além do lançamento do DVD Loose: The Concert gravado em Toronto, no Canadá. O disco teve um total de oito singles, sendo que as canções "Promiscuous" e "Say It Right" atingiram a primeira posição nos Estados Unidos, e "Maneater" atingiu a primeira posição no Reino Unido. A canção "Say It Right" recebeu duas indicações na 50ª edição do Grammy Awards, para "Melhor Colaboração Pop com Vocais" e "Melhor Performance Vocal Pop Feminina". Say It Right também ficou em 3° lugar na lista das dez canções que mais venderam no site de música brasileiro UOL Megastore em 2007. No mesmo site Nelly Furtado ficou em 9° lugar na lista dos dez artistas que mais venderam naquele ano.

Produção[editar | editar código-fonte]

Furtado começou a trabalhar em Loose, junto com o seu amigo MC Jellystone, no qual ela se referiu como uma "oficina de hip-hop", e completou: "nós criávamos rimas, depois dissecávamos elas, e tentávamos criar diferentes fluxos de batida para ela".[1] Os primeiros produtores que Furtado trabalhou em Loose foram Gerald Eaton e Brian West — que já haviam trabalhado anteriormente com Furtado, sendo que ambos coproduziram seus dois álbuns anteriores, Whoa, Nelly! (2000) e Folklore (2003) — e em maio de 2005, ela tinha colaborado com a banda canadense Swollen Members e com o rapper K'naan.[2] Furtado também trabalhou com o produtor musical inglês, Nellee Hooper, em Londres, no qual trabalharam em músicas de reggae; e com o produtor musical norte-americano Lester Mendez, que criava para Furtado, músicas acústicas, em Los Angeles.[1][3] Uma das faixas que Mendez ajudou a criar foi "Te Busqué", que teve a participação do cantor colombiano Juanes, que também co-escreveu a faixa e que já tinha trabalhado anteriormente com Furtado na música "Fotografía", lançada em 2002.[4][5] Durante sua estadia em Los Angeles, Nelly trabalhou também ao lado do produtor musical, Rick Nowels,[1] que coescreveu e produziu as canções "In God's Hands" e "Somebody to Love".[4]

Em Miami, na Flórida, Furtado colaborou com o rapper Pharrell Williams e com Scott Storch, em músicas de estilo hip hop para o seu álbum, porém, essas músicas acabaram não entrando na versão final do álbum.[1][3] Timbaland e Danja coproduziram oito faixas para o disco.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas.[6]
Robert Christgau B[7]
Entertainment Weekly B-[8]
The Guardian 4 de 5 estrelas.[9]
The New York Times Favorável[10]
Pitchfork Media 6.4/10[11]
Rolling Stone 3 de 5 estrelas.[12]
Slant Magazine 3.5 de 5 estrelas.[13]
Spin 4 de 5 estrelas.[14]
The Village Voice Mista[15]

Loose recebeu revisões positivas dos críticos musicais especializados, recebendo uma classificação de 71 de um total de 100, no agregador de resenhas Metacritic.[16] Os sites, musicOMH e Allmusic disseram que a participação de Timbaland no disco, foi uma "revitalização" para a música de Furtado,[17][6] enquanto o jornal britânico The Guardian disse que o álbum era "ágil, inteligente e surpreendente".[9] Em sua análise do álbum, o crítico musical Stephen Thomas Erlewine do site Allmusic escreveu: "É no trecho final do álbum, que a dupla Furtado e Timbaland parecem uma verdadeira colaboração, Nelly permanece fiel aos seus dois álbuns anteriores, mas com uma produção mais aventuresca que ajuda a levar suas músicas para o topo. Timbaland revitalizou Nelly Furtado tanto de maneira criativa quanto comercial com Loose".[6] Com este disco, Furtado também ganhou seu primeiro prêmio de "Melhor Cantora Internacional" na premiação inglesa Brit Awards em 2007.[18]

O crítico Rob Sheffield da revista Rolling Stone deu uma crítica mista ao álbum. Ele comparou Loose ao álbum Love. Angel. Music. Baby. (2004) da cantora Gwen Stefani e criticou a canção "Promiscuous" dizendo que era um "dueto sexy berrante", e completou dizendo que a música "Maneater" "não é um cover da dupla Hall & Oates, mas é forte o suficiente para se qualificar como uma sequência da dupla, e isso é um grande elogio, de fato".[12] O crítico Kevin Wong do site Vibe declarou: "Nelly se perde em meio à uma postura semelhante ao da cantora Gwen Stefani, como na música "Glow", e em fusões étnicas[nota 1] como "No Hay Igual" ou "Te Busqué".[19] Já o jornalista Robert Christgau do The Village Voice, deu ao álbum uma nota "B" e nomeou-o de "fracasso do mês".[7] Ele criticou a imagem sensual de Nelly no novo álbum, dizendo que era "uma tentativa frustada da cantora vendendo sua integridade", e elogiou as canções "Maneater", "No Hay Igual" e "Wait for Me".[7]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Afraid" (feat. Attitude)Nelly Furtado, Tim Mosley, Nate Hills, Tim ClaytonTimbaland, Danja 3:35
2. "Maneater"  Furtado, Mosley, Hills, Jim BeanzTimbaland, Danja 4:25
3. "Promiscuous" (feat. Timbaland)Furtado, Clayton, Mosley, HillsTimbaland, Danja 4:02
4. "Glow"  Furtado, Mosley, Hills, Nisan StewartTimbaland, Danja 4:02
5. "Showtime"  Furtado, HillsDanja 4:15
6. "No Hay Igual"  Furtado, Mosley, Hills, StewartTimbaland, Danja, Stewart 3:36
7. "Te Busqué" (feat. Juanes)Furtado, Juanes, Lester MendezMendez 3:38
8. "Say It Right"  Furtado, Mosley, HillsTimbaland, Danja 3:43
9. "Do It"  Furtado, Mosley, HillsTimbaland, Danja 3:41
10. "In God's Hands"  Furtado, Rick NowelsNowels, Furtado 4:54
11. "Wait for You"  Furtado, Mosley, HillsTimbaland, Danja 5:11
12. "All Good Things (Come to an End)"  Furtado, Mosley, Chris Martin, HillsTimbaland, Danja 5:10
Duração total:
55:13

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Loose estreou na primeira posição na lista dos discos mais vendidos do Canadá, vendendo 34.000 cópias em sua semana de lançamento, sendo na época, a estreia do ano mais forte para um artista canadense.[21] No final de julho do mesmo ano, Furtado fez uma curta turnê pelo Canadá e participou do programa Canadian Idol, que fez com que seu álbum atingisse novamente a primeira posição na parada de discos canadense.[22] Posteriormente, o álbum ficou perto do topo na lista dos mais vendidos no Canadá até o final de janeiro de 2007, quando o disco atingiu novamente a primeira posição por mais duas semanas.[23] Loose foi o terceiro álbum mais vendido em 2006 no Canadá, e o mais vendido por uma artista solo feminina, com 291.700 cópias vendidas na época.[24] Em maio de 2007, o álbum recebeu um certificado da Canadian Recording Industry Association (CRIA) de disco de platina quíntupla, pela venda de mais de 500.000 cópias em território canadense.[25]

Nos Estados Unidos, Loose estreou na primeira posição dos discos mais vendidos, com um total de vendas de 100.000 cópias em sua semana de lançamento em território norte-americano.[26]

Nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Gravadora
 Japão[68] 7 de junho de 2006 CD Universal Music
 Alemanha[69] 9 de junho de 2006
 Reino Unido[70] 12 de junho de 2006 Geffen Records
 Canadá[71] 20 de junho de 2006 Universal Music
 Estados Unidos[72] Geffen Records
 Austrália[73] 10 de julho de 2006
 Brasil[74] 8 de setembro de 2006 Universal Music

Notas

  1. O crítico cita "fusões étnicas" pois as faixas "No Hay Igual" e "Te Busqué" são as únicas músicas cantadas em espanhol no disco, ressaltando a fusão das músicas em inglês e em espanhol no álbum.

Referências

  1. a b c d «"Nelly Furtado - Loose"» (em inglês). Universal Music Canadá. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  2. McNeil, Jason (4 de maio de 2005). «"Furtado At Work On Third Album"» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  3. a b Vineyard, Jennifer (20 de junho de 2006). «"Chris Martin Covers Jay-Z—And Other Scenes From Nelly Furtado's Loose"» (em inglês). MTV News. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  4. a b Furtado, Nelly; Geffen Records (2006). [CD]. Créditos do álbum Loose por Nelly Furtado.
  5. (2002) [CD]. Créditos do álbum Un Día Normal por Juanes.
  6. a b c Erlewine, Stephen Thomas. «"Loose Review"» (em inglês). Allmusic. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  7. a b c Christgau, Robert (11 de julho de 2006). «"History Lessons – Page 2"» (em inglês). The Village Voice. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  8. Hermes, Will (19 de junho de 2006). «"Loose» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 20 de agosto de 2012.  Texto " Music"" ignorado (ajuda)
  9. a b Lynskey, Dorian (9 de junho de 2006). «"Nelly Furtado, Loose"» (em inglês). The Guardian. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  10. «"New CD's"» (em inglês). The New York Times. 19 de junho de 2006. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  11. Fennessey, Sean (23 de junho de 2006). «"Pitchfork: Album Reviews: Nelly Furtado: Loose"». Pitchfork Media. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  12. a b Sheffield, Rob (15 de junho de 2006). «"Loose – Review"» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  13. O'Keefe, Jonathan (12 de junho de 2006). «"Nelly Furtado: Loose"» (em inglês). Slant Magazine. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  14. «"SPIN"» (em inglês). Google Books. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  15. Catucci, Nick (27 de junho de 2006). «"Get Away From Him – Page 1 – Music – New York"» (em inglês). The Village Voice. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  16. «"Loose by Nelly Furtado"» (em inglês). Metacritic. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  17. Murphy, John. «"Nelly Furtado – Loose (Polydor)"» (em inglês). MusicOMH. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  18. «"In pictures: Brit Awards 2007"» (em inglês). BBC. 15 de fevereiro de 2007. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  19. Wong, Kevin (29 de maio de 2006). «"Nelly Furtado – Loose (Interscope)"» (em inglês). Vibe. Consultado em 20 de agosto de 2012.. Cópia arquivada em 4 de abril de 2008 
  20. raiva.com.br/produto/2229959/loose-edicao-especial/?ID=C929E9457DA0B121203090943&PAC_ID=26915 «"Loose - Edição Especial"» Verifique valor |url= (ajuda). Livraria Saraiva. Cópia arquivada em 18 de agosto de 2012 
  21. Williams, John (28 de junho de 2006). «"Furtado gets 'Loose' on charts"» (em inglês). Jam!. Consultado em 21 de agosto de 2012. 
  22. Williams, John (26 de julho de 2006). «"Furtado reclaims No. 1 in Canada"» (em inglês). Jam!. Consultado em 21 de agosto de 2012. 
  23. Williams, John (24 de janeiro de 2007). «"Furtado, Bailey Rae make chart moves"» (em inglês). Jam!. Consultado em 21 de agosto de 2012. 
  24. «"10% Growth in Overall Music Sales; Digital Track Sales Exceed 120% Growth"» (em inglês). Newswire. 17 de janeiro de 2007. Consultado em 21 de agosto de 2012.. Cópia arquivada em 17 de abril de 2008 
  25. a b «"Canadian Recording Industry Association (CRIA): Certification Results"» (em inglês). Music Canada, na época chamado de Canadian Recording Industry Association. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  26. Hasty, Kate (28 de junho de 2006). «"Furtado Scores First Chart-Topping Album"» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 21 de agosto de 2012. 
  27. «"Nelly Furtado - Loose - Australian Charts"» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  28. «"Nelly Furtado - Loose - austriancharts.at"» (em alemão). Ö3 Austria Top 40. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  29. «"ultratop.be - Nelly Furtado - Loose"» (em holandês). Ultratop 50. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  30. «"ultratop.be (Wallonia) - Nelly Furtado - Loose"» (em francês). Ultratop 40. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  31. «"Nelly Furtado Album & Song Chart History"» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  32. «"IFPI ČR Hitparáda – TOP50 Prodejní Týden – 200723"» (em tcheco). CNS IFPI. Consultado em 19 de agosto de 2012.. Insira 200723 na caixa de pesquisa 
  33. «"danishcharts.com - Nelly Furtado - Loose"» (em inglês). Hitlisten. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  34. «"dutchcharts.nl - Nelly Furtado - Loose"» (em holandês). MegaCharts. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  35. «"Furtado Cuts 'Loose' At No. 1 In Europe"» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  36. «"finnishcharts.com - Nelly Furtado - Loose"» (em inglês). Suomen virallinen lista. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  37. «"lescharts.com - Nelly Furtado - Loose"» (em francês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  38. «"Chartverfolgung – Furtado,Nelly"» (em alemão). Musicline.de. Media Control Charts. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  39. «"Ireland Albums Top 75 (March 29, 2007)"» (em inglês). Irish Albums Chart. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  40. «"italiancharts.com - Nelly Furtado - Loose"» (em inglês). Federation of the Italian Music Industry. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  41. «"Perfil de Nelly Furtado"» (em japonês). Oricon. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  42. «"mexicancharts.com - Nelly Furtado - Loose"» (em inglês). Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  43. «"charts.org.nz - Nelly Furtado - Loose"» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  44. «"norwegiancharts.com - Nelly Furtado - Loose"» (em inglês). VG-lista. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  45. «"Nelly Furtado – Loose – Polish Albums Chart"» (em polonês). OLiS. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  46. «"portuguesecharts.com - Nelly Furtado - Loose"» (em inglês). Associação Fonográfica Portuguesa. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  47. «"spanishcharts.com - Nelly Furtado - Loose"» (em inglês). Productores de Música de España. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  48. «"swedishcharts.com - Nelly Furtado - Loose"» (em inglês). Sverigetopplistan. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  49. «"Nelly Furtado - Loose - hitparade.ch"» (em alemão). Schweizer Hitparade. Hung Medien. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  50. «"Nelly Furtado – Loose"» (em inglês). Chart Stats. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  51. «"Nelly Furtado Album & Song Chart History"» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  52. «"Gold-/Platin-Datenbank ('Loose')"» (em alemão). Bundesverband Musikindustrie. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  53. «"ARIA Charts – Accreditations – 2007 Albums"» (em inglês). Australian Recording Industry Association. 31 de dezembro de 2007. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  54. «"IFPI Austria – Verband der Österreichischen Musikwirtschaft"» (em alemão). IFPI Áustria. Consultado em 19 de agosto de 2012.. Insira Nelly Furtado em "Interpret" e Loose em "Titel" 
  55. «"Ultratop Belgian Charts"» (em inglês). Ultratop. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  56. «"Nelly Furtado conquista o disco de ouro no Brasil"» (em inglês). Folha Online. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  57. «"IFPI Platinum Europe Awards – 2007"» (em inglês). Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  58. «"Kulta- ja platinalevyt – Nelly Furtado"» (em finlandês). International Federation of the Phonographic Industry. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  59. «"Certifications Albums Platine – année 2007"» (em francês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  60. «"Greek Albums Chart"» (em inglês). Association of Greek Producers of Phonograms. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  61. «"The Irish Charts – All there is to know"» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  62. «"Związek Producentów Audio-Video: Diamond Certifications"» (em inglês). Związek Producentów Audio Video. Polish Music Charts. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  63. «"Nelly Furtado rasplatita cu tripu disc de platina la Bucuresti!"» (em romeno). Kudika. 11 de julho de 2008. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  64. «"Nelly Furtado conquista l'Ariston"» (em italiano). Multimedia Nova Corp. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  65. «"Sverige Topplistan"» (em sueco). Grammofon Leverantörernas Förening. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  66. «"Certifications – Awards 2008"» (em inglês). SwissCharts. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  67. «"Recording Industry Association of America"» (em inglês). RIAA. Consultado em 20 de agosto de 2012. 
  68. «"Amazon.co.jp: ルース: ネリー・ファータド, アティチュード, ティンバランド, フアネス: 音楽"» (em japonês). Amazon (Japão). Consultado em 18 de agosto de 2012. 
  69. «"Loose: Nelly Furtado: Amazon.de: Musik"» (em alemão). Amazon (Alemanha). Consultado em 18 de agosto de 2012. 
  70. «"Loose: Nelly Furtado: Amazon.co.uk: Music"» (em inglês). Amazon (Reino Unido). Consultado em 18 de agosto de 2012. 
  71. «"Loose (1 Bonus Track): Nelly Furtado: Amazon.ca: Music"» (em inglês). Amazon (Canadá). Consultado em 18 de agosto de 2012. 
  72. «"Loose: Nelly Furtado: Music"» (em inglês). Amazon (Estados Unidos). Consultado em 18 de agosto de 2012. 
  73. «"Loose (Australian Import)"» (em inglês). Amazon (Reino Unido). Consultado em 18 de agosto de 2012. 
  74. «"Nelly Furtado/Loose"». Sonora. Consultado em 18 de agosto de 2012.