Mahathir bin Mohamad

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mahathir Mohamad
Mahathir bin Mohamad
Mahathir Mohamad
Líder do Partido Indígena Unido da Malásia
Período 7 de setembro de 2016
a 24 de fevereiro de 2020
4.º e 7.º Primeiro-ministro da Malásia Malásia
Antecessor(a) Hussein Onn
Sucessor(a) Abdullah Ahmad Badawi
Período 16 de julho de 1981
a 31 de outubro de 2003
Período 10 de maio de 2018
a 1 de março de 2020
Antecessor(a) Najib Razak
Sucessor(a) Muhyiddin Yassin
Dados pessoais
Nome completo Mahathir bin Mohamad
Nascimento 10 de julho de 1925 (98 anos)
Alor Setar, Estados Malaios não Federados
Nacionalidade Malásia Malaio
Alma mater Universidade Nacional de Singapura
Cônjuge Siti Hasmah Mohamad Ali
Filhos(as) 7 (Mukhriz, Marina, Mokhzani)

Tun Dr. Mahathir bin Mohamad (Kedah, 10 de julho de 1925) é um político malaio que serviu como Primeiro-Ministro de seu país por mais de 22 anos, de 16 de julho de 1981 a 31 de outubro de 2003, quando renunciou, e novamente entre 10 de maio de 2018 e 1 de março de 2020. Na sua época, a Malásia mudou de um país agrícola pobre para um país industrial contemporâneo muito rico, no qual ele era chamado de pai da modernização da Malásia.[1]

Ele fez uma visita de três dias a Portugal em 20 de setembro de 1996.[2]

Nas eleições gerais da Malásia em 9 de maio de 2018, a Alliance of Hope liderada por Mahathir obteve a vitória, realizando a primeira rotação de partido político após 61 anos de independência da Malásia.[3][4] Mahathir mais uma vez serviu como primeiro-ministro da Malásia até anunciar sua renúncia em 24 de fevereiro de 2020.[5][6]

Em 19 de novembro de 2022, Mahathir perdeu o seu lugar no círculo eleitoral de Langkawi, terminando em quarto lugar com 4.500 votos em quase 45.000.[7][8][9][10]

Biografia[editar | editar código-fonte]

O Mahathir nasceu em 20 de julho de 1925 em Seberang Perak, Alor Setar, Kedah. Ele era o caçula de sete filhos. Seu pai, Mohamad bin Iskandar, tinha 50% de origem indiana, enquanto sua mãe, Wan Tampawan, era malaia. Sua família se originou de um contexto muito simples, porque não eram aristocratas, agora eram especialmente inclinados a religião ou a crítica. Como as faculdades foram fechadas durante a ocupação ocidental da Malásia na Segunda Guerra Mundial, Mahathir começou em empresas menores. Ele começou a vender café. Algum tempo depois, era um vendedor ambulante de salgadinhos, principalmente pisang goring (bolinhos de banana)

Ele começou sua educação participando de uma escola vernacular em malaio antes de continuar sua educação no Sultan Abdul Hamid College em Alor Setar. Ele continuou sua análise e ingressou na Medical Analyze no rei da Califórnia Edward VII College of Medicine em Cingapura.

Ele se formou em 1954 na faculdade de medicina e começou sua carreira como médico no Hospital Geral de Penang. em 1957, ele estabeleceu sua própria clínica médica.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Em 1964, ele foi escolhido para a assembléia legislativa, como membro da Empresa Nacional da Malásia Unida (UMNA).

Primeiro-ministro (1981-2003)[editar | editar código-fonte]

Visita de Mahathir aos Estados Unidos (janeiro de 1984)
Mahathir, no Langkawi, em dezembro de 1997.
Mahathir com Junichiro Koizumi na Kantei, 21 de maio de 2002.

Depois de conseguir o primeiro-ministro em 1981, Mahathir mudou muitos planos e estratégias econômicas, que geralmente refletiam absolutamente na economia da Malásia. Sob sua liderança, vários megaprojetos de infraestrutura aconteceram, notadamente Kuala Lumpur City Center (KLCC), Petronas Twin Towers, Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur (KLIA), Putrajaia, Cyberjaya, Ponte de Penão, Circuito Internacional de Sepang e Multimedia Super Corridor (MSC).[11]

Em 31 de outubro de 2003, Mahathir anunciou oficialmente sua renúncia ao cargo de primeiro-ministro, encerrando assim seus 22 anos de liderança.[12][13]

Pós-Primeiro-ministro (2003-2018)[editar | editar código-fonte]

Mahathir abandonou o seu partido de sempre em 2008, depois das eleições.[14] Voltou em 2009, quando Abdullah Ahmad Badawi foi substituído por Najib Razak,[15] antes de sair definitivamente e formar o partido Bersatu em 2016, quando Najib foi acusado de corrupção.[16][17][18] No ano a seguir junta-se à coligação da oposição, a PH, que liderava até agora.[19]

Primeiro-ministro (2018-2020)[editar | editar código-fonte]

Mahathir anunciou alguns dos membros que vão compor o seu governo e proibiu o seu antecessor, Najib Razak, de sair para o estrangeiro afirmando que existem evidências suficientes para investigar as suas ligações a um escândalo de biliões de dólares.[20][21][22]

Mahathir nomeou ainda Lim Guan Eng, como ministro das Finanças e anunciou ainda os responsáveis pela defesa e pela pasta do interior, e ainda Zeti Akhthar Aziz e Robert Kuok como conselheiros para os assuntos económicos e financeiros para os próximos 100 dias.[23]

Desde que chegou ao poder, Mahathir retirou o procurador-geral que inocentou Najib,[24][25] substituiu o chefe de combate à corrupção e não aprovou um relatório financeiro do 1MDB.[26] Ele também montou uma equipe para reabrir a investigação cancelada por Najib.[27][28]

Política interna[editar | editar código-fonte]

F1 Sepang[editar | editar código-fonte]

Em 18 de abril de 2019, Mahathir disse que deseja que a Fórmula 1 retorne ao Circuito Internacional de Sepang em breve, possivelmente em 2021. O GP da Malásia foi uma das corridas do calendário da Fórmula 1 desde 1999, até cair em 2017, devido a custos cada vez maiores e uma mudança de governo.[29]

Política externa[editar | editar código-fonte]

China[editar | editar código-fonte]

El 25 de abril de 2019, el Presidente chino, Xi Jinping, se reunió con el Mahathir, en el Grande Salão do Povo. Xi Jinping señaló que el establecimiento de relaciones diplomáticas entre China y Malasia cumple 45 años y la mitad de estos años está dentro del mandato del Primer Ministro Mahathir.[30]

Emirados Árabes Unidos[editar | editar código-fonte]

Em 30 de julho de 2019, Mahathir recebeu Sua Alteza Xeque Maomé bin Zayed Al Nahyan, príncipe herdeiro de Abu Dhabi e vice-comandante supremo das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos. O Ministério das Relações Exteriores da Malásia, em comunicado, disse que a visita especial deu novo ímpeto à amizade existente entre os dois países e também refletiu as aspirações mútuas para fortalecer ainda mais os laços.[31]

Turquia[editar | editar código-fonte]

Em 18 de dezembro de 2019, O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan, recebeu o Mahathir a portas fechadas na sede do governo em Putrajaya. Durante a recepção, 15 acordos foram assinados em diferentes campos entre os dois países. O Ministro da Indústria e Tecnologia da Turquia, Mustafa Varank, e o Ministro da Energia, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Mudanças Climáticas, Yeo Bee Yin, assinaram o “Acordo de Cooperação em Ciência e Tecnologia entre os Governos da Turquia e Malásia. Além disso, foram assinados 14 acordos de ágio entre as empresas de defesa e tecnologia da Turquia e da Malásia.[32]

Homenagens[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2003, o presidente russo Vladimir Putin concedeu a Mahathir a "Ordem da Amizade"

Em 1996, Mahathir recebeu o Prêmio Jawaharlal Nehru para Compreensão Internacional.[33][34]

Em 14 de janeiro de 1997, Mahathir recebeu o Prêmio de Serviço Islâmico no Prêmio Internacional King Faisal.[35]

Em agosto de 2003, o presidente russo Vladimir Putin concedeu a Mahathir a "Ordem da Amizade" em Kuala Lumpur.[36]

Em 6 de novembro de 2018, o imperador Akihito do Japão concedeu a Mahathir a "Ordem da Paulownia", a mais alta medalha de honra do Japão, afirmando sua contribuição para o fortalecimento das relações bilaterais entre a Malásia e o Japão.[37][38][39]

Honoris causa[editar | editar código-fonte]

Opinião pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 27 de maio de 2022, Mahathir criticou um novo agrupamento econômico liderado pelos Estados Unidos, dizendo que pretende isolar a China e não beneficiará o crescimento econômico regional sem Pequim.[47]

Referências

  1. «Visionary, who nurtured an Asian 'tiger'». web.archive.org. 6 de março de 2008 
  2. «Malaysian PM begins overseas trip». UPI (em inglês). 13 de setembro de 1996 
  3. «Mahathir Wins in Historic Malaysia Power Shift». Bloomberg.com (em inglês). 9 de maio de 2018 
  4. «Malaysia's Mahathir Mohamad to Become World's Oldest Leader». Time (em inglês). 10 de maio de 2018 
  5. Daniele, Helen Regan,Ushar (24 de fevereiro de 2020). «Malaysia's Prime Minister Mahathir Mohamad resigns». CNN (em inglês) 
  6. «Mahathir Mohamad: Malaysian prime minister in shock resignation». BBC News (em inglês). 24 de fevereiro de 2020 
  7. Reuters (19 de novembro de 2022). «Malaysia ex-PM Mahathir loses seat in first election defeat in 53 years». Reuters (em inglês) 
  8. «Malaysia's 97-Year-Old Mahathir Loses Seat in General Election». Bloomberg.com (em inglês). 19 de novembro de 2022 
  9. AFP (19 de novembro de 2022). «Malaysia's veteran politician Mahathir loses seat in first election defeat in 53 years». DAWN.COM (em inglês) 
  10. cue (20 de novembro de 2022). «Malaysia election: Mahathir loses in Langkawi, his first electoral defeat since 1969». www.straitstimes.com (em inglês) 
  11. Xiung, Jinn (29 de setembro de 2016). «Tun Mahathir's Top 10 Tech Legacies». SoyaCincau (em inglês) 
  12. «Malaysians bid farewell to a dedicated leader». New Straits Times (em inglês). 1 de novembro de 2003 
  13. «Thank you, Dr Mahathir; welcome, Pak Lah!». The Malay Mail (em inglês). 1 de novembro de 2003 
  14. Press, Associated (22 de maio de 2008). «Malaysia's UMNO Accepts Mahathir's Resignation». CNBC (em inglês) 
  15. «Malaysia's Mahathir rejoins main UMNO party». Reuters (em inglês). 4 de abril de 2009 
  16. Paddock, Richard C. (29 de fevereiro de 2016). «Mahathir Mohamad Quits Malaysia's Governing Party, Citing Corruption». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  17. Au, Eunice (29 de fevereiro de 2016). «Dr Mahathir quits Umno over his opposition to Prime Minister Najib». Singapore. The Straits Times (em inglês). ISSN 0585-3923 
  18. «Former Malaysian PM quits party over $1.4b corruption scandal». ABC News (em inglês). 1 de março de 2016 
  19. «Mahathir: PPBM will join PH in formal coalition». Free Malaysia Today. 14 de março de 2017 
  20. «Former Malaysia PM Najib Razak banned from leaving country». BBC News (em inglês). 12 de maio de 2018 
  21. Ellis-Petersen, Hannah (12 de maio de 2018). «Ousted Malaysian leader Najib prevented from leaving country». The Observer (em inglês). ISSN 0029-7712 
  22. Farrer, Martin (13 de maio de 2018). «Malaysia: Mahathir says Najib must 'face consequences' in corruption inquiry». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  23. «Mahathir Picks Lim as Finance Minister, Returns Zeti to Council». Bloomberg.com (em inglês). 12 de maio de 2018 
  24. Auto, Hermes (14 de maio de 2018). «Mahathir says Malaysia's Attorney-General will take leave of absence». www.straitstimes.com (em inglês) 
  25. Bernama (5 de junho de 2018). «Agong consents to Thomas as AG, Apandi sacked». Malaysiakini 
  26. «MACC chief Dzulkifli Ahmad quits». The Star (em inglês). 14 de maio de 2018 
  27. «Malaysia sets up task force to probe 1MDB scandal». dw.com (em inglês). 21 de maio de 2018 
  28. Auto, Hermes (21 de maio de 2018). «Malaysia brings back old corruption fighters for 1MDB task force». www.straitstimes.com (em inglês) 
  29. April 19, Wong Ee Lin / The Edge Financial Daily; Am +08, 2019 10:50 (19 de abril de 2019). «F1 may return to Malaysia next year». The Edge Markets 
  30. «Xi Jinping Se Reúne con Primer Ministro de Malasia Mahathir Mohamad». www.fmprc.gov.cn. 25 de abril de 2019 
  31. «PM da Malásia recebe o príncipe herdeiro de Abu Dhabi». wam. 30 de julho de 2019 
  32. «O Presidente Erdogan está na Malásia para participar da Cúpula de Kuala Lumpur». www.trt.net.tr. 18 de dezembro de 2019 
  33. «Dr Mahathir wins Jawaharlal Nehru Award». New Straits Times. 14 de junho de 1996 
  34. «India honours Dr Mahathir». Business Times. 15 de junho de 1996 
  35. «King Faisal Prize The Honorable Seri Dato Dr.Mahathir Bin Mohammad» (em inglês) 
  36. «PM receives Russia's highest award». The Star (em inglês). 6 de agosto de 2003 
  37. «Dr Mahathir conferred Japan's highest award». Malay Mail (em inglês). 6 de novembro de 2018 
  38. «Dr M conferred Japan's highest award». The Star (em inglês). 6 de novembro de 2018 
  39. «Japan honours Malaysian PM Mahathir Mohamad, hoping for an ally in checking China's influence». South China Morning Post (em inglês). 6 de novembro de 2018 
  40. «Education is a lifetime job, says Dr Mahathir». New Straits Times (em inglês). 7 de outubro de 2018 
  41. «Dr M conferred honorary doctorate by Tsukuba University». Malay Mail (em inglês). 5 de novembro de 2018 
  42. Auto, Hermes (13 de novembro de 2018). «Malaysian PM Mahathir Mohamad conferred honorary doctorate by NUS». www.straitstimes.com (em inglês) 
  43. AR, By Zurairi (13 de novembro de 2018). «In NUS homecoming, Dr M meets old friends, gets honorary doctorate». Malay Mail (em inglês) 
  44. AR, ZURAIRI (25 de julho de 2019). «Dr M awarded honorary doctorate by Turkish university for role in modernising Malaysia». Malay Mail (em inglês) 
  45. «Japanese varsity confers honorary doctorate on Dr M». New Straits Times (em inglês). 6 de setembro de 2019 
  46. Newspaper, The Peninsula (14 de dezembro de 2019). «Mahathir conferred with Honorary Doctorate by Qatar University». thepeninsulaqatar.com (em inglês) 
  47. a b Redação (27 de maio de 2022). «Ex-primeiro-ministro da Malásia: grupo comercial liderado pelos EUA pretendia isolar a China». G7 News 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) político(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.