Gangrena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Necrose gangrenosa)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gangrena
Dedos do pé afetados por gangrena seca causada por doença arterial periférica
Especialidade Infectologia, cirurgia
Sintomas Alteração da cor da pele para vermelha ou preta, formigueiro, dor, desagregação da pele, pele fria[1]
Complicações Sepse, amputação[1][2]
Tipos Seca, húmida, gasosa, interna, fasceíte necrotizante[3]
Fatores de risco Diabetes, doença arterial periférica, fumar, trauma físico grave, alcoolismo, VIH/SIDA, geladura, síndrome de Raynaud[3][4]
Tratamento Cirurgia, antibióticos[5]
Frequência Desconhecida[2]
Classificação e recursos externos
DiseasesDB 19273
MedlinePlus 007218
eMedicine 217943, 782709, 214992, 438994, 2028899, 2051157
MeSH D005734
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Gangrena é um tipo de morte dos tecidos causada por falta de irrigação sanguínea.[4] Os sintomas mais comuns são a alteração da cor da pele para vermelha ou preta, formigueiro, inchaço, dor, desagregação da pele e corpo frio no local afetado.[1] As áreas afetadas mais comuns são os pés e as mãos.[1] Alguns tipos de gangrena podem-se apresentar associados a febre ou sepse.[1]

Entre os fatores de risco estão a diabetes, doença arterial periférica, fumar, trauma físico grave, alcoolismo, VIH/SIDA, geladura e síndrome de Raynaud.[3][4] A condição pode ser classificada em gangrena seca, gangrena húmida, gangrena gasosa, gangrena interna e fasceíte necrotizante.[3] O diagnóstico de gangrena baseia-se nos sintomas e pode ser complementado por exames imagiológicos.[6]

O tratamento consiste em cirurgia para remoção do tecido morto, em antibióticos para tratar eventuais infeções e em medidas para tratar a causa subjacente.[5] Entre os procedimentos cirúrgicos estão o desbridamento, amputação ou terapia larval.[5] Entre as medidas para tratar a causa subjacente estão a cirurgia de bypass ou angioplastia.[5] Em alguns casos pode ser usada oxigenoterapia hiperbárica.[5] Desconhece-se a frequência da gangrena.[2]

Causas[editar | editar código-fonte]

A maior parte dos casos ocorre após um severo trauma físico, como um acidente de carro, que resulte em perda de sangue suficiente para deixar alguma parte do corpo sem irrigação sanguínea por vários minutos. Também pode ocorrer como complicação de doença crônica, por queimaduras causadas por temperatura extrema, após uma cirurgia ou por infecção bacteriana.[7]

As espécies de bactéria mais comuns envolvida em gangrenas são[7]:

Várias outras bactérias também podem crescer nos ferimentos ou em qualquer parte do corpo que tenha sua circulação interferida ou impedida agravando a gangrena.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Basicamente pode-se dividir em[8]:

Outros tipos de classificações incluem:

Prevenção[editar | editar código-fonte]

Limpeza imediata dos ferimentos graves, permitir a circulação sanguínea e tratamento preventivo com antibióticos são as etapas mais eficazes na prevenção da gangrena gasosa.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Patologia, processos gerais; Mario R. Montenegro, Marcelo Franco; Atheneu; 4º edição; 2004.

Referências

  1. a b c d e «Gangrene Symptoms». NHS. 13 de outubro de 2015. Consultado em 12 de dezembro de 2017 
  2. a b c «Gangrene». patient.info. 12 de março de 2014. Consultado em 12 de dezembro de 2017 
  3. a b c d «Gangrene Causes». NHS. 13 de outubro de 2015. Consultado em 12 de dezembro de 2017 
  4. a b c «Gangrene». NHS. 13 de outubro de 2015. Consultado em 12 de dezembro de 2017 
  5. a b c d e «Gangrene Treatment». NHS. Consultado em 12 de dezembro de 2017 
  6. «Gangrene Diagnosis». NHS. 13 de outubro de 2015. Consultado em 12 de dezembro de 2017 
  7. a b http://medical-dictionary.thefreedictionary.com/gangrene
  8. http://www.webmd.com/skin-problems-and-treatments/guide/gangrene-causes-symptoms-treatments?page=2