O Conceito do nosso Grande Poder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Conceito do Nosso Grande Poder (NHC VI, 4) é um texto gnóstico que faz parte da Biblioteca de Nag Hammadi que explica a história da salvação de forma apocalíptica.[1][2] A menção à heresia anomoeanista indica uma data de antes ou durante a última parte do século IV[3] e a referência a "o leste" como "o lugar onde o Logos primeiro apareceu" sugere que o autor viveu em algum lugar a oeste da Palestina.[4]

Conteúdo[editar | editar código-fonte]

Quem conhece nosso grande poder tornar-se invisível. O fogo é incapaz de consumir tal pessoa, ao contrário, a purificará. E destruirá tudo aquilo que possua. Pois todos aqueles em quem aparecer a minha forma, com sete dias de vida a 120 anos de idade, serão salvos.

Introdução de O Conceito do Nosso Grande Poder[1]


O O Conceito do Nosso Grande Poder é uma exposição por vezes complexa e inconsistente sobre a salvação, o tratado pode ser chamado de apocalipse gnóstico cristão ou um apocalipse cristão com tendências gnósticas.[4]

O texto proclama momentos importantes na história da salvação, providenciando uma visão gnóstica da criação, do dilúvio, a origem do mal, o Salvador descendo até o inferno e humilhando os arcontes, um anticristo e a consumação final. Nos moldes das histórias apocalípticas, a história é dividida em vários períodos principais: o Aeon carnal que é terminado pelo dilúvio, o eon psiquico ou natural quando o Salvador aparece e o aeon indestrutível do futuro.[4][2]

Referências

  1. a b Marvin Meyer. Mistérios Gnósticos. Editora Pensamento. p. 182. ISBN 978-85-315-1508-8.
  2. a b Susan Ashbrook Harvey; David G. Hunter (2008). The Oxford Handbook of Early Christian Studies. Oxford Handbooks Online. p. 215. ISBN 978-0-19-927156-6.
  3. Bernard McGinn; John J. Collins; Stephen Stein (2003). The Continuum History of Apocalypticism. Bloomsbury Publishing. p. 245. ISBN 978-1-4411-8986-8.
  4. a b c Marvin W. Meyer; James MacConkey Robinson (1977). The Nag Hammadi Library in English. Brill Archive. p. 284. ISBN 90-04-05434-0.