Os Pingos nos Is

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Os Pingos nos Is
Os Pingos nos Is logo.png
Formato Jornalístico
Duração 120 minutos
País  Brasil
Idioma(s) Português
Emissora original Jovem Pan
Apresentador(es)
Elenco
  • Mona Dorf
    (2014-2015)
  • Patrick Santos
    (2014-2016)
  • Victor LaRegina
    (2015-2017)
  • Vitor Brown
    (2017)
Produtor(es)
  • Clayton Ubinha
    (2014-presente)
  • Roberto Furuya
    (2014-2017)
Transmissão original 28 de abril de 2014 (2014-04-28) – presente
Formato de áudio Estéreo
Website Página inicial
Podcast Página de podcast

Os Pingos nos Is é um programa radiofônico jornalístico brasileiro apresentado originalmente pela rádio Jovem Pan, que teve sua estreia em 28 de abril de 2014. O programa foi inicialmente ancorado pelo jornalista e comentarista político Reinaldo Azevedo, contando também com a participação de Mona Dorf e Patrick Santos.

Reinaldo Azevedo comandou o programa pela última vez em 22 de maio de 2017, devido ao seu pedido de demissão da Jovem Pan. A emissora suspendeu o programa temporariamente da grade, mas em 3 de julho do mesmo ano retornou sob o comando dos jornalistas Felipe Moura Brasil, Joice Hasselmann e Claudio Tognolli. Em 10 de outubro do mesmo ano, Claudio Tognolli foi substituído pelo também jornalista Augusto Nunes. Em janeiro de 2018, Joice Hasselmann, então âncora do programa, foi substituída por Felipe Moura Brasil, que por sua vez foi substituído em seu posto de comentarista pelo também jornalista José Maria Trindade.

História[editar | editar código-fonte]

2014-2017: Reinaldo Azevedo[editar | editar código-fonte]

Como parte da expansão da recém criada Jovem Pan News, o Grupo Jovem Pan fez investimentos como reformas em seus estúdios, novas contratações, reformulações em sua grade de programação e a criação de novos programas.[1][2][3] Como parte dessas medidas tomadas pelo presidente da emissora, Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho, o programa foi desenvolvido para modernizar a linguagem do tradicional jornalismo da rádio, sendo que a rede AM da emissora iria aos poucos adotar a programação da Jovem Pan News, criada especialmente para adaptar as emissoras que operam em onda média (AM) para a faixa de FM.[1][3][4][5][6][7]

O comentarista político Reinaldo Azevedo, que fazia os seus comentários na própria Jovem Pan, e também no jornal Folha de S.Paulo, além de manter o seu blog no site da revista Veja, foi contratado como âncora do programa.[8][9] Em sua estreia, o programa contava também com a presença da jornalista Mona Dorf, que se afastou do programa devido ao seu suposto envolvimento no caso do SwissLeaks, fato negado pela mesma.[8][9][10][11][12] Patrick Santos, presente desde a estreia, e Victor LaRegina faziam parte do programa, que contava com a sonoplastia de Reginaldo Lopes, que é sempre chamado por Reinaldo quando quer que algum som ou efeito sonoro seja inserido no ar.[8][9][13] Também contava com a produção de Clayton Ubinha e Roberto Furuya.[9]

Com a exibição programada para o horário das seis da tarde, antecedendo a transmissão obrigatória do programa estatal A Voz do Brasil, Os Pingos nos Is conseguiu atingir a liderança no rádio da grande São Paulo, segundo dados do Ibope.[8][4] Cerca de 80 mil ouvintes escutaram o programa por pelo menos um minuto durante os meses de outubro e novembro de 2014, de acordo com os dados do instituto.[14] Já em 2015, o programa alcançou a marca de 120 mil ouvintes por minuto, sendo superior aos números registados pelas rádios CBN e Bandeirantes durante o confronto com o programa.[15][16][17]

Inicialmente, o programa era apenas apresentado para as rede AM e News.[18] Pouco tempo depois, o programa passou a ser exibido pela Jovem Pan FM de São Paulo, mas devido a grande audiência e repercussão do mesmo, algumas emissoras da rede FM situadas nas regiões Sul, Norte e Nordeste do Brasil passaram a transmitir o programa a partir de 1 de setembro de 2015.[19][18] O programa também era reprisado em horários alternativos na emissora.[20]

Em 23 de maio de 2017, após a divulgação de um áudio de uma conversa telefônica entre Reinaldo Azevedo e Andrea Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves (maiores detalhes em Operação Patmos), Azevedo pediu demissão da revista Veja, na qual mantinha um blog, e também se demitiu da Jovem Pan.[21] Com a saída de Azevedo da rádio, Os Pingos nos Is foi substituído, no mesmo dia, por uma reprise do programa 3 em 1, que substituiu o horário do programa nos dias seguintes.[22]

Em entrevista ao programa 90 Minutos, de José Luiz Datena na Rádio Bandeirantes, o jornalista explicou que sua saída da Jovem Pan já estava acertada com a direção da rádio e que ela não deve-se a desentendimentos com Marco Antonio Villa, colunista do Jornal da Manhã.[23] Até pouco mais de um mês antes de sair da rádio, Azevedo também fazia comentários para o noticiário matutino da Jovem Pan, mas o jornalista acabou retirando sua coluna do Jornal da Manhã.[24]

2017-presente: Felipe Moura Brasil, Augusto Nunes e José Maria Trindade[editar | editar código-fonte]

Em 21 de junho de 2017, a rádio Jovem Pan anunciou que Os Pingos nos Is passaria a ser apresentado pelos jornalistas Felipe Moura Brasil e Joice Hasselmann.[25] O programa retornou a grade de programação em seu antigo horário, entre 18h e 19h, no dia 3 de julho.[26] O programa também passou a contar com o jornalista Claudio Tognolli na sua equipe,[27] como foi revelado por Hasselmann durante uma entrevista ao programa Jovem Pan Morning Show em 23 de junho.[28]Em 10 de outubro, Claudio Tognolli foi substituído pelo também jornalista Augusto Nunes, pois Tognolli havia sido convocado para atuar no programa Morning Show da mesma emissora. Em janeiro de 2018, Joice Hasselmann, então âncora do programa, foi substituída por Felipe Moura Brasil, que por sua vez foi substituído em seu posto de comentarista no programa pelo também jornalista José Maria Trindade.[29][30]

Formato[editar | editar código-fonte]

Reinaldo Azevedo fazia a ancoragem do programa, dando um panorama geral das principais notícias da política no dia, com comentários críticos e as suas próprias opiniões, da mesma forma da qual ele faz em suas colunas.[31] Vitor Brown e Victor LaRegina, além da equipe de jornalismo da Jovem Pan, traziam as notícias de política do dia e também as que aconteceram na última hora.[31] Os ouvintes também podiam interagir com o programa enviando mensagens de texto e/ou de voz usando um número cadastrado no aplicativo de mensagens Viber, que fez uma parceira com a emissora.[3][4][32][33][34] O programa também possuia o seu "grupo aberto" no aplicativo.[32][35]

Referências

  1. a b «Grupo Jovem Pan lançará nova rede de jornalismo em outubro». Jovem Pan Online. UOL. 23 de setembro de 2013. Consultado em 3 de novembro de 2013. Arquivado do original em 26 de setembro de 2013 
  2. Daniel Starck (2 de setembro de 2015). «Exclusivo: Jovem Pan finaliza reformas em sua sede em São Paulo». Tudo Rádio. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  3. a b c Vinícius Novaes (19 de janeiro de 2015). «Jovem Pan quer crescer 20% em 2015». Propmark. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  4. a b c «Um papo exclusivo com o presidente da Jovem Pan». AdNews. 6 de agosto de 2015. Consultado em 4 de setembro de 2015 
  5. Daniel Starck (28 de maio de 2015). «Panorama: Redes do Grupo Jovem Pan passam por rápida expansão no primeiro semestre de 2015». Tudo Rádio. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  6. Wagner Luiz (3 de junho de 2014). «Como presidente da Jovem Pan, Tutinha apresenta novidades ao mercado». Audiência e TV + Celebridades. Consultado em 4 de setembro de 2015. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  7. «Jovem Pan aumenta investimento na internet». Meio&Mensagem. 2 de junho de 2014. Consultado em 4 de setembro de 2015. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  8. a b c d «Reinaldo Azevedo coloca "pingos nos is" ao estrear como apresentador de rádio». Comunique-se. 28 de abril de 2014. Consultado em 3 de setembro de 2015 [ligação inativa]
  9. a b c d Reinaldo Azevedo (28 de abril de 2014). «A partir de hoje, todos os dias, ao vivo, na Jovem Pan, entre 18h e 19h». Blog do Reinaldo Azevedo. Veja.com. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  10. «Após aparecer na lista de jornalistas ligados ao caso HSBC, Mona Dorf se afasta da Jovem Pan». Portal Imprensa. 17 de março de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  11. Reinaldo Azevedo (15 de março de 2015). «Mona Dorf, da equipe de "Os Pingos nos Is", e a "conta na Suíça". Divulgue». Blog do Reinaldo Azevedo. Veja.com. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  12. «Mona Dorf fez a coisa certa». O Antagonista. 22 de março de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  13. Jéssica Oliveira; Guilherme Athaide (24 de junho de 2015). «Reginaldo Lopes, sonoplasta da Jovem Pan, conta os bastidores da programação da rádio». Revista Imprensa. Portal Imprensa. Consultado em 26 de julho de 2015 
  14. «A Jovem Pan é 3 vezes líder!». Jovem Pan Online. UOL. Consultado em 4 de setembro de 2015. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  15. «Com grande investimento, Rádio Jovem Pan chega ao 1º lugar no Ibope». Folha Vitória. 12 de janeiro de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  16. Daniel Starck (12 de fevereiro de 2015). «"All-News": Quatro emissoras registram marcas superiores a 100 mil ouvintes na Grande São Paulo». Tudo Rádio. Consultado em 4 de setembro de 2015 
  17. «Mídia Kit Jovem Pan» (PDF). Jovem Pan. Junho de 2015. Consultado em 25 de julho de 2015. Arquivado do original (PDF) em 28 de outubro de 2016 
  18. a b «'Os Pingos nos Is' chega ao Nordeste, Norte e Sul por meio de afiliadas da Jovem Pan». Comunique-se. 3 de setembro de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2015 [ligação inativa]
  19. Daniel Starck (28 de abril de 2014). «Extra: "Os Pingos nos Is" estréia hoje nas grades das rádios do Grupo Jovem Pan». Tudo Rádio. Consultado em 26 de julho de 2015 
  20. «'Os Pingos nos Is': programa de Reinaldo Azevedo ganha reprise na Jovem Pan». Comunique-se. 25 de março de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2015 [ligação inativa]
  21. Leandro Sarubo (23 de maio de 2017). «Reinaldo Azevedo deixa Jovem Pan após vazamento de conversa com Andrea Neves». Teleguiado. Consultado em 23 de maio de 2017 [ligação inativa]
  22. Carlos Massaro (23 de março de 2017). «Plantão: Reinaldo Azevedo deixa Jovem Pan. 3 em 1 substitui Os Pingos no Is». Tudo Rádio. Consultado em 23 de março de 2017 
  23. «90 Minutos: Datena entrevista Reinaldo Azevedo». Rádio Bandeirantes. 24 de maio de 2017. Consultado em 29 de maio de 2017 
  24. Anderson Scardoelli (18 de abril de 2017). «[ERRATA] Jovem Pan: Reinaldo Azevedo deixa de participar do Jornal da Manhã». Comunique-se. Consultado em 29 de maio de 2017 
  25. Carlos Massaro (21 de junho de 2017). «Os Pingos nos Is retorna à Jovem Pan e terá Joice Hasselmann e Felipe Moura Brasil». Tudo Rádio. Consultado em 27 de junho de 2017 
  26. «Jovem Pan contrata jornalistas Joice Hasselmann e Felipe Moura Brasil para "Os Pingos nos Is"». Jovem Pan Online. UOL. 21 de junho de 2017. Consultado em 21 de junho de 2017 
  27. «Cláudio Tognolli retorna a Jovem Pan para reforçar Os Pingos nos Is». Comunique-se. 26 de junho de 2017. Consultado em 27 de junho de 2017 
  28. «Joice Hasselmann e Felipe Moura terão reforço de Claudio Tognolli no "Pingos nos Is"». Jovem Pan FM. 23 de junho de 2017. Consultado em 23 de junho de 2017 
  29. «Os Pingos nos Is - Edição de 10/10/2017». Jovem Pan Online. 10 de outubro de 2017 
  30. «Joice Hasselmann é substituída por José Maria Trindade em Os Pingos nos Is». teleguiado.com. 9 de fevereiro de 2018. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  31. a b Gabriela Ferigato; Jéssica Oliveira (10 de julho de 2014). «"Não sou enfezado. O rádio mostra isso", diz Reinaldo Azevedo sobre "Os Pingo nos Is"». Portal Imprensa. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  32. a b «Ouvinte da Jovem Pan pode se comunicar pelo Viber agora; saiba como». Jovem Pan Online. UOL. 25 de novembro de 2014. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  33. «Jovem Pan e Viber iniciam parceria de interatividade». Comunique-se. 27 de novembro de 2014. Consultado em 3 de setembro de 2015 [ligação inativa]
  34. «Grupos Abertos do Viber atraem parcerias». Meio&Mensagem. 13 de março de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2015. Arquivado do original em 1 de julho de 2015 
  35. «Grupo aberto de Os Pingos nos Is». Viber. Consultado em 3 de setembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikidata Base de dados no Wikidata