Return of the Obra Dinn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Return of the Obra Dinn
Return of the Obra Dinn
Desenvolvedora(s) 3909 LLC
Publicadora(s) 3909 LLC
Projetista(s) Lucas Pope
Motor Unity
Plataforma(s) macOS
Microsoft Windows
Conversões Nintendo Switch
PlayStation 4
Xbox One
Lançamento macOS & Microsoft Windows
18 de outubro de 2018
Nintendo Switch, PlayStation 4 & Xbox One
18 de outubro de 2019
Género(s) Aventura, Puzzle
Modos de jogo Um jogador

Return of the Obra Dinn é um jogo eletrônico de puzzle em primeira pessoa desenvolvido e publicado pela 3909 LLC, estúdio liderado pelo designer Lucas Pope. É o segundo jogo comercial de Pope após Papers, Please, de 2013, e foi lançado em 18 de outubro de 2018.

Return of the Obra Dinn se passa a bordo de um navio fantasma fictício da Companhia Britânica das Índias Orientais, onde todos os tripulantes e passageiros desapareceram misteriosamente, sendo o objetivo do jogo descobrir como. O jogador, como uma agente da companhia encarregada de descobrir o que ocorreu, utiliza uma combinação de método dedutivo e o uso de um relógio Memento Mortem para retornar ao momento da morte de um membro da tripulação com a finalidade de determinar a identidade de cada um dos sessenta deles, como e quando eles morreram e, se morto por outro humano, o nome do assassino. O jogo, jogado a partir de uma visão em primeira pessoa, usa um estilo gráfico monocromático em 1-bit inspirado pelos jogos nos primeiros sistemas Macintosh.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Em Return of the Obra Dinn, o jogador entra no papel de uma analista de sinistros para o escritório londrino da Companhia Britânica das Índias Orientais em 1807. O Obra Dinn, segurado pela Companhia Britânica das Índias Orientais, havia desaparecido em 1802 quando zarpara para navegar ao redor do Cabo da Boa Esperança, mas agora havia reaparecido no porto sem um único dos sessenta tripulantes vivo.[1] O jogador é encarregado de determinar o destinos de todos os tripulantes, incluindo seus nomes, onde e como chegaram a este destino e, se foram mortos, quem foi o assassino.[2]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Quando o Obra Dinn retorna a seu porto na Inglaterra seis ano após ter desaparecido, a Companhia Britânica das Índias Orientais envia uma analista de sinistros para determinar o que ocorreu a bordo do navio. Através do Memento Mortem e outras pistas, a analista descobre a sequência de eventos desde a partida do navio.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Através do curso de sua carreira, Lucas Pope desenvolveu uma apreciação por gráficos 1-bit utilizados em muitos dos jogos mais antigos de Macintosh. Na sequência de Papers, Please, Pope queria criar um jogo que utilizasse a estética de 1-bit como um novo jogo experimental, levando-o a desenvolver um motor de jogo que permitia ao jogador se mover em um espaço 3D, mas com todos os elementos do cenário renderizados neste estilo, tudo dentro do motor Unity.[1] Com o estilo decidido, ele então voltou atrás para determinar qual jogo criar a partir daquilo. Sua ideia inicial era um jogo onde o jogador morreria repetidas vezes, vendo os eventos que levavam à morte a partir de seu cadáver, e então seria transportado para um minuto antes da morte para manipular o ambiente de forma a recriar aquela morte. Entretanto, Pope achou isto tecnicamente desafiador demais, mas reutilizou a ideia de flashbacks a momentos de morte, usando esta abordagem e mecânica para contar uma história.[1] Isto levou à narrativa do Obra Dinn, mas deixando o desafio de explicar a morte e desaparição de todos os tripulantes entre estes momentos de morte.[1] Isto subsequentemente levou à ideia do livro que o jogador carrega, registrando os nomes dos tripulantes da mesma maneira que a Companhia Britânica das Índias Orientais real registrava.[3]

Recepção[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
GameSpot 9/10[4]
Eurogamer Essencial[5]
IGN 9.2/10[6]
Destructoid 9.5/10[7]
PC Gamer 90/100[8]
Game Informer 8.75/10[9]
Pontuação global
Agregador Nota média
Metacritic 89/100[10]
OpenCritic 91/100[11]
Game Rankings 89.12%[12]

Return of the Obra Dinn recebeu "críticas geralmente favoráveis", de acordo com o agregador de críticas Metacritic.[13] Colin Campbell, da Polygon, recomendou o jogo, dizendo que "Return of the Obra Dinn leva as convenções das novelas policiais e as transforma em narrativas caleidoscópicas que são perplexantes e encantadoras. Isto não é meramente um grande jogo, é o trabalho de uma inteligência intensa e criativa."[14] Chris Kohler, da Kotaku, afirmou que o jogo conta com "quebra-cabeças habilmente construídos, linda construção de mundo e uma história fascinante."[15]

Alguns jornalistas compararam positivamente o jogo a Her Story, um jogo com uma história similarmente misteriosa onde o jogador deve montar a linha do tempo de eventos e chegar a conclusões a partir de numerosos videoclipes.[14][16]

Várias publicações, como Polygon, USgamer, The Enemy e The Verge incluíram Return of the Obra Dinn nas suas listas enunciando os melhores jogos do ano.[17][18][19][20]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Resultado Ref.
2018 The Game Awards 2018 Melhor Direção de Arte Venceu [21][22]
Melhor Jogo Independente Indicado
Titanium Awards Jogo do Ano Indicado [23][24]
Melhor Jogo Independente Venceu
Melhor Design de Narrativa Indicado
Melhor Design de Jogo Indicado
2019 New York Game Awards Off Broadway Award para Melhor Jogo Independente Indicado [25]
D.I.C.E. Awards 2019 Jogo do Ano Indicado [26]
Jogo de Aventura do Ano Indicado
Excelência em Design de Jogo Indicado
Excelência em Direção de Jogo Indicado
Excelência em História Indicado
Excelência em Jogo Independente Indicado
NAVGTR Awards Melhor Jogo de Quebra-cabeça Indicado [27]
SXSW Gaming Awards Excelência em Arte Indicado [28]
Excelência em Design Indicado
Independent Games Festival Awards Seumas McNally Grand Prize Venceu [29][30]
Excelência em Arte Visual Indicado
Excelência em Narrativa Venceu
Excelência em Áudio Indicado
Excelência em Design Indicado
Game Developers Choice Awards Jogo do Ano Indicado [31][32]
Melhor Narrativa Venceu
Melhor Arte Visual Indicado
Prêmio de Inovação Indicado
British Academy Games Awards Melhor Jogo Indicado [33][34]
Realização Artística Venceu
Design de Jogo Venceu
Inovação de Jogo Indicado
Narrativa Indicado
Propriedade Original Indicado
Italian Video Game Awards Melhor Direção de Arte Indicado [35]
Melhor Jogo Independente Indicado

Referências

  1. a b c d Wood, Austin (2 de novembro de 2017). «Lucas Pope on life after Papers, Please». Eurogamer (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  2. Wood, Austin (15 de agosto de 2017). «Papers, Please creator Lucas Pope details his next game». PC Gamer (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  3. «How a book binds the Return of the Obra Dinn». Rock Paper Shotgun (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  4. Wildgoose, David (4 de janeiro de 2019). «Return of the Obra Dinn: The Good Ship». GameSpot 
  5. Donlan, Christian (4 de janeiro de 2019). «Return of the Obra Dinn review - prepare to be transported». Eurogamer 
  6. Marks, Tom (4 de janeiro de 2019). «Return of the Obra Dinn Review». IGN 
  7. Hancock, Patrick (4 de janeiro de 2019). «Review: Return of the Obra Dinn». Destructoid 
  8. Kelly, Andy (4 de janeiro de 2019). «Return of the Obra Dinn Review». PC Gamer 
  9. Gwaltney, Javy (4 de janeiro de 2019). «Return of the Obra Dinn». Game Informer 
  10. «Return of the Obra Dinn for PC Reviews». Metacritic. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  11. «Return of the Obra Dinn for PC Reviews». OpenCritic. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  12. «Return of the Obra Dinn for PC». Game Rankings. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  13. «Return of the Obra Dinn». Metacritic (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  14. a b Campbell, Colin (19 de outubro de 2018). «Return of the Obra Dinn is a superb murder mystery game». Polygon. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  15. Kohler, Chris. «Return of the Obra Dinn: The Kotaku Review». Kotaku (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  16. Webster, Andrew (18 de outubro de 2018). «The grisly mystery of Return of the Obra Dinn will make you obsessed». The Verge. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  17. Staff, Polygon (29 de maio de 2018). «These are the best games of 2018». Polygon. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  18. Team, USgamer (28 de dezembro de 2018). «USG's Top 20 Games of 2018». USgamer (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  19. Ferreira, Victor (20 de dezembro de 2018). «Os melhores jogos de 2018 na opinião de Victor Ferreira». The Enemy. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  20. Hudson, Laura (21 de dezembro de 2018). «Why Return of the Obra Dinn is my game of the year». The Verge. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  21. Crecente, Brian (13 de novembro de 2018). «'God of War,' 'Red Dead Redemption II' Tie For Most Game Awards Noms». Variety. Consultado em 13 de novembro de 2018 
  22. Grant, Christopher (6 de dezembro de 2018). «The Game Awards 2018: Here are all the winners». Polygon. Consultado em 7 de dezembro de 2018 
  23. «Titanium Awards 2018». Fun & Serious Game Festival. Consultado em 6 de novembro de 2019. Cópia arquivada em 7 de julho de 2019 
  24. Handrahan, Matthew (10 de dezembro de 2018). «Red Dead Redemption 2 wins Best Game at Fun & Serious Festival Awards». GamesIndustry.biz. Consultado em 6 de novembro de 2019 
  25. Keyes, Rob (3 de janeiro de 2019). «2018 New York Game Awards Nominees Revealed». Screen Rant. Consultado em 7 de janeiro de 2019 
  26. Chalk, Andy (10 de janeiro de 2019). «Return of the Obra Dinn claims six DICE Award nominations». PC Gamer. Consultado em 10 de janeiro de 2019 
  27. «Nominee List for 2018». National Academy of Video Game Trade Reviewers. 11 de fevereiro de 2019. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 
  28. Trent, Logan (11 de fevereiro de 2019). «Here Are Your 2019 SXSW Gaming Awards Finalists!». South by Southwest. Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  29. Fogel, Stephanie (3 de janeiro de 2019). «'Return of the Obra Dinn' Leads IGF Awards Nominees». Variety. Consultado em 3 de janeiro de 2019 
  30. Gamasutra staff (20 de março de 2019). «Return of the Obra Dinn takes Grand Prize at the 21st IGF Awards!». Gamasutra. Consultado em 20 de março de 2019 
  31. «Red Dead Redemption 2 leads list of GDC 2019 Choice Awards nominees!». Gamasutra. 4 de janeiro de 2019. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  32. Williams, Mike (20 de março de 2019). «God of War Wins Another GOTY at 2019 Game Developers Choice Awards». USGamer. Consultado em 20 de março de 2019 
  33. «BAFTA Games Awards nominations 2019». BAFTA. 14 de março de 2019. Consultado em 14 de março de 2019 
  34. Fox, Chris; Kleinman, Zoe (4 de abril de 2019). «God of War wins best game at Bafta Awards». BBC. Consultado em 4 de abril de 2019 
  35. «Italian Video Game Awards Nominees and Winners». Italian Video Game Awards. 11 de abril de 2019. Consultado em 24 de maio de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]