Riade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Riyadh)
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Riad redireciona para este artigo. Para o tipo de casa marroquino, veja Riad (Marrocos).
Riade
الرياض ar-Riyāḍ'
Panorâmica de Riade
Panorâmica de Riade
Brasão oficial de Riade
Brasão
Riade está localizado em: Arábia Saudita
Riade
Localização de Riade ( Arábia Saudita)
Coordenadas 24° 38' N 46° 43' E
País Arábia Saudita
Câmara de Riade Abdul Aziz ibn 'Ayyaf Al Migrin
Área  
  Urbana 1000 km²
  Metropolitana 1554 km²
População  
  Cidade (2007) 7.900.000
    Densidade   3.024/km²
  Urbana 5.853.912
  Metro 6.188.000
Fuso horário +3 (UTC+3)
Website: www.arriyadh.com

Riade[1][2] (em árabe: الرياض‎, transliterada Ar Riyāḍ, pronúncia em árabe do Négede[er.rɪˈjɑːdˤ]; literalmente "os jardins") é a capital e maior cidade da Arábia Saudita. É igualmente a capital da província de Riade e pertence às regiões históricas de Négede e Al-Yamama. Situa-se no centro da península Arábica, num grande oásis, e é habitada por mais de 4 260 000 pessoas,sendo que sua região metropolitana abriga aproximadamente 7 milhões.

A cidade está dividida em 15 distritos municipais, governados pela câmara municipal de Riade, liderada pelo presidente da câmara de Riade e pela Autoridade de Desenvolvimento de Riade, chefiada pelo governador da província de Riade, o príncipe Salman bin Abdulaziz. Abdul Aziz ibn Ayyaf Al Migrin foi prefeito de Riade de 1997 a 2012. Em seu lugar, o Rei da Arábia Saudita nomeou o engenheiro Abdullah Al-Muqbil, atual prefeito.

A cidade situa-se a cerca de 400 quilómetros do golfo Pérsico. É o centro administrativo, cultural e financeiro do reino, e ocupa uma superfície de 1 554 km². Apesar de estar localizada numa zona árida, há registro de precipitações esporádicas.

História[editar | editar código-fonte]

Pré-islã[editar | editar código-fonte]

Durante a era pré-islâmica,o sítio era chamado Hajr (em árabe: حجر), e teria sido fundada pela tribo dos Bani Hanifa.[3] Hajr serviu como a capital da província de Al Yamamah, cujos governadores eram responsáveis pela maior parte da Arábia Central e Oriental durante os califados Omíada e Abássida. Al-Yamamah rompeu com o Império Abássida em 866 e a área ficou sob o domínio dos ukhaydhiritas, que mudaram a capital de Hajr para a vizinha Al Kharj. A cidade então entrou em um longo período de declínio. No século XIV,um viajant norte-africano chamado Ibn Battuta escreveu sobre sua visita a Hajr, descrevendo-a como "a principal cidade de Al-Yamamah, e seu nome é Hajr".[carece de fontes?]

Ibn Battuta passa a descrevê-la como uma cidade de canais e árvores com a maioria de seus habitantes pertencentes a Bani Hanifa, e relata que ele continuou com o seu líder a Meca para realizar o Hajj.[carece de fontes?]

Mais tarde, Hajr dividiu-se em vários assentamentos e propriedades distintas. O mais notável destes foram Migrin (ou Muqrin) e Mi'kal, embora o nome Hajr continuou a aparecer na poesia popular local. A primeira referência conhecida a área pelo nome Riade vem de um cronista do século XVIIem relatórios sobre um evento acontecido em 1590. Em 1737, ibn Deham Dawwas, um refugiado da Manfuha vizinha, tomou o controle de Riade. Ibn Dawwas construiu uma única parede para cercar os diferentes bairros de Riade, tornando-os efetivamente uma única cidade.[carece de fontes?]

Três Estados Sauditas[editar | editar código-fonte]

Em 1744, Muhammad ibn Abdel Wahhab formou uma aliança com Muhammad ibn Saud, o governador da cidade vizinha de Diriyah. Ibn Saud, em seguida, partiu para a conquista da região circundante, com o objetivo de trazê-la a seu o domínio, com o objetivo maior de criar um único Estado islâmico. Ibn Dawwas de Riad liderou a resistência mais acirrada, aliado com as forças de Al Kharj, Al Ahsa e Banu Yam,do clã de Najran.[carece de fontes?]

Castelo de Al Masmak

No entanto, Ibn Dawwas fugiu e Riyadh capitulou aos sauditas em 1774, terminando os longos anos de guerras, que deram origem à declaração do Primeiro Estado Saudita.[carece de fontes?]

O primeiro Estado Saudita foi destruído por forças enviadas por Muhammad Ali do Egito, agindo em nome do Império Otomano. As forças Otomanas arrasaram a capital da Arábia, Diriyah, em 1818. Em 1823, Turki Ibn Abdallah, o fundador do Segundo Estado Saudita, reavivou o estado e escolheu Riade como a nova capital.Lutas internas entre os netos de Turki levaram à queda do Segunda Estado Saudita em 1891 pelas mãos de Al Rashid,o clã rival, que governou a cidade de Ha'il. Riade próprio caiu sob o domínio dos Al Rashid em 1865.O castelo de al-Masmak data deste período.[carece de fontes?]

A cidade foi recapturada em 1902 dos Al Rashid pelo rei Abdulaziz Ibn Saud Foi ele quem estabeleceu o moderno reino da Arábia Saudita em 1932, quando Riade se tornou a capital da nação.[carece de fontes?]

Geografia[editar | editar código-fonte]

King Fahd Road, no centro da cidade.

A cidade experimentou um altíssimo crescimento desde seus 150 000 habitantes nos anos 1960 até chegar nos atuais 7 milhões.[carece de fontes?]

No verão as temperaturas são muito altas, de aproximadamente 50 graus Celsius. A temperatura máxima média em julho é de 43,5°C.Os invernos são amenos com noites frias e ventosas. O clima geral é árido, recebendo muito pouca chuva. Também é conhecido por ter muitas tempestades de poeira. A poeira é tão densa que a visibilidade é inferior a 10 metros.[4]

Municípios e distritos[editar | editar código-fonte]

Riade é dividida em 15 municípios[5][6],sendo que alguns distritos estão inseridos em mais de um município.[carece de fontes?]

Esses municípios são: Al-Shemaysi, Irqah, Al-Ma'athar, Al-Olayya, Al-Aziziyya, Al-Malaz, Al-Selayy, Nemar, Al-Neseem, Al-Shifa, Al-'Urayja, Al-Bat'ha, Al-Ha'ir, Al-Rawdha, and Al-Shimal ("O Norte").Embora a Autoridade de Desenvolvimento de Riade conduza projetos em Al-Diriyah, administrativamente, Al-Diriyah é uma cidade à parte, fora do Município de Riade, sendo a sede de sua própria governadoria.[7] Segundo o site da Câmara Municipal de Riade, a cidade possui mais de 130 distritos[8][9]

Exemplos de alguns dos principais distritos de Riade:

  • Al-Bat'ha[10]
    • Al-Dirah (Velha Riyadh)
    • Mi'kal
    • Manfuha
    • Manfuha Al-Jadidah (منفوحة الجديدة – "Nova Manfuha")
    • Al-'Oud
    • Al-Margab
    • Salam
    • Jabrah
    • Al-Yamamah
    • 'Otayyigah
  • Al-'Olayya & Sulaymaniyyah[11]
    • Al-'Olayya
    • Al-Sulaymaniyyah
    • Al Izdihar
    • King Fahd District
    • Al-Masif
    • Al-Murooj
    • Al-Mugharrazat
    • Al-Wurood
  • Nemar[10]
    • Nemar
    • Dharat Nemar
    • Tuwaiq
    • Hazm
    • Deerab
  • Quarteirão Diplomático
  • Al-Shemaysi[12]
    • Al-Shemaysi
    • Eleyshah
    • Al-Badi'ah
    • Syah
    • Al-Nasriyyah
    • Umm Sleym
    • Al-Ma'athar
    • Umm Al-Hamam (Leste)
  • Al-Ma'athar[13]
    • Al-Olayya
    • Al-Nakheel
    • King Saud University (campus)
    • Umm Al-Hamam (East)
    • Umm Al-Hamam (West)
    • Al-Ma'athar Al-Shimali ("Ma'athar Norte")
    • Al-Rahmaniyya
    • Al-Muhammadiyya
    • Al-Ra'id
  • Al-Ha'ir[5]
    • Al-Ha'ir
    • Al-Ghannamiyyah
    • Uraydh
  • Al-'Aziziyyah[14]
    • Ad Dar Al Baida
    • Taybah
    • Al Mansouriyah
  • Al-Malaz[15]
    • Al-Malaz
    • Al-Rabwah
    • Jarir
    • Al-Murabba'
  • Al-Urayja[17]
    • Al-Urayja
    • Al-Urayja Al-Wusta ("Mid-Urayja")
    • Al-Urayja (Oeste)
    • Shubra
    • Dharat Laban
    • Hijrat Laban
    • As-Suwaidi
    • As-Suwaidi (Oeste)
    • Sultanah
  • Al-Naseem[19]
    • Al-Naseem (Leste)
    • Al-Naseem (Oeste)
    • As-Salam
    • Al-Manar
    • Al-Rimayah
    • Al-Nadheem
    • Al-Rayyan
  • Al-Rawdhah[5]
    • Al-Rawdhah
    • Al-Qadisiyah
    • Al-M'aizliyyah
    • Al-Nahdhah
    • Gharnatah (Granada)
    • Qortubah (Cordoba)
    • Al-Hamra
    • Al-Qouds
  • Al-Selayy[20]
    • Al-Selayy
    • Ad Difa'
    • Al Iskan
    • Khashm Al-'Aan
    • Al-Sa'adah
    • Al-Fayha
    • Al-Manakh

Olaya District é o coração comercial da cidade, com lojas, restaurantes, entretenimento e opções de compras. O Center Kingdom, Al Faisalyah e a Al-Tahlya Street são os marcos mais proeminentes da área.[carece de fontes?]

O quarteirão Diplomático, DQ como é popularmente conhecido, é lar de embaixadas estrangeiras e organizações internacionais, bem como estruturas residenciais e shopping centers. Com jardins exuberantes e numerosas instalações desportivas, é também uma das áreas mais verdes da cidade. É especialmente conhecida por sua arquitetura fina, e é considerado um modelo para outras cidades islâmicas em todo o mundo.[carece de fontes?]

Apesar do nome, os privilégios especiais oferecidos no Bairro Diplomático constitui uma questão controversa. Todas as leis sauditas devem ser obedecidas e há patrulhas ocasionais pelo Mutaween, a polícia religiosa saudita. No entanto, aos diplomatas estrangeiros e suas famílias são permitidos certos privilégios e não é muito raro ver diplomatas estrangeiros e suas esposas passeando nas ruas da DQ, de bermudas e camisas de manga curta.[carece de fontes?]

Economia[editar | editar código-fonte]

Riade tem experimentado um forte crescimento econômico nas últimas décadas, decorrente da exploração petrolífera nacional e da participação árabe no cenário externo. Além de ser o centro político do país, Riade também a cidade mais desenvolvida no campo econômico e industrial. Desde a descoberta de jazidas de petróleo, o governo saudita têm investido no setor privado através de mecanismos de privatização das indústrias relacionadas a comunicação, entre outras.[carece de fontes?]

Outro fator que contribui pesado para o crescimento econômico de Riade é o Aeroporto Internacional Rei Khalid, que também pode abrigar programas de lançamento de ônibus espaciais da NASA.[carece de fontes?]

Panorama de Riade

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. José Pedro Machado (2003). Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa Livros Horizonte [S.l.] p. 1503. , v. 3, p. 1260.
  2. Lusa, Agência de Notícias de Portugal. «Prontuário Lusa» (PDF). Consultado em 10 de outubro de 2012. 
  3. History of Riyadh at www.arriyadh.com
  4. http://www.pme.gov.sa/Riyadh%20Old.htm
  5. a b c d Official Website of the Riyadh Municipality – Interactive Map of Riyadh's branch municipalities [1] (Arabic)
  6. Mapa de Riade publicado pelo Município de Riade, mostrando os seus distritos [2], no site da Universidade Rei Saud (árabe)
  7. Website of the Governorate of Al-Dir'iyyah
  8. Official Website of the Riyadh Municipality – Interactive Map of Riyadh's branch municipalities [3] (see first drop-down list on right side)
  9. Official Website of the Riyadh Municipality – Subpage of each branch municipality contains list of districts. [4] (Arabic). Alguns distritos não estão listados mas estão documentados pelos mapas municipais, e.g. [5]
  10. a b Official website of Riyadh Municipality – Al-Bat'ha subpage
  11. Official website of Riyadh Municipality – Nemar subpage
  12. Official website of Riyadh Municipality – Al-Shemaysi subpage
  13. Official website of Riyadh Municipality – Al-Ma'athar subpage
  14. Official website of Riyadh Municipality – Al-Aziziyya subpage
  15. Official website of Riyadh Municipality – Al-Malaz subpage
  16. Official website of Riyadh Municipality – Al-Shifa subpage
  17. Official website of Riyadh Municipality – Al-'Urayja subpage
  18. Official website of Riyadh Municipality – Al-Shemal subpage
  19. Official website of Riyadh Municipality – Al-Naseem subpage
  20. Official website of Riyadh Municipality – Al-Selayy subpage

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Riade
Ícone de esboço Este artigo sobre a Arábia Saudita é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.