Sara, Duquesa de Iorque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sara
Duquesa de Iorque
Reinado 23 de julho de 1986 - 30 de maio de 1996
 
Cônjuge André, Duque de Iorque (1986-1996)
Descendência Beatriz
Eugénia
Nome completo Sarah Margaret Ferguson
Nascimento 15 de outubro de 1959 (62 anos)
  Londres, Inglaterra
Pai Ronald Ferguson
Mãe Susan Barrantes
Assinatura Assinatura de Sara
Brasão

Sara Margarida Ferguson, Duquesa de York (em inglês: Sarah Margaret Ferguson, nascida em 15 de outubro de 1959) é a ex-esposa do príncipe Andrew, Duque de Iorque.

Como um ex-membro da família real britânica, Sara é a mãe das princesas britânicas Beatriz de Iorque e Eugénia de Iorque, que são, respectivamente, a nona e a décima na linha de sucessão ao trono britânico. A "Fergie", como é chamada popularmente, é conhecida por seus vários escândalos, bem como seus trabalhos de caridade. Trabalhou anteriormente como apresentadora de televisão, mas hoje é uma autora e uma produtora de cinema.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sara nasceu na cidade de Londres na Inglaterra como a segunda filha do major Ronald Ferguson e de sua primeira esposa, Susan Mary Wright (depois Susan Barrantes). Ela tem uma irmã maior: a Jane Louisa Ferguson, nascida em 1957.

Sara possui antepassados da aristocracia que estão relacionados com a Casa de Stuart. Pelo lado familiar paterno, ela é descendente de Carlos II da Inglaterra, através de dois filhos ilegítimos: Carlos Lennox, 1º duque de Richmond e James Crofts "Scott", 1º Duque de Monmouth. Sarah Ferguson é trineta de William Montagu-Douglas-Scott, 6.º Duque de Buccleuch, e bisneta de Mervyn Wingfield, 8.º Visconde Powerscourt. Além disso, é uma prima distante da princesa Alice, Duquesa de Gloucester, uma tia da rainha reinante Elizabeth II do Reino Unido.

A Sara compartilha o mesmo o mesmo sobrenome e apelido que a cantora estadunidense Fergie Ferguson, fato que levou a brincadeira do primeiro álbum de estúdio solo da cantora ser intitulado de The Dutchess (lançado em 2006), assim como provavelmente influenciou no título do segundo álbum de estúdio da artista, o Double Dutchess (lançado em 2017).

Casamento[editar | editar código-fonte]

Sara e as suas filhas: as princesas Beatriz de Iorque e Eugênia de Iorque durante uma sessão de esqui.

Em 1985, o romance entre Sara e o príncipe André começou depois que Diana, Princesa de Gales, planejou um encontro e incentivou o relacionamento entre os dois.

No início de 1986, o casal já estava noivo.

Em 23 de julho de 1986, o príncipe Andrew e a Sara casaram-se na Abadia de Westminster, na cidade de Londres.

O príncipe Andrew recebeu então o título de Duque de York de sua mãe, a rainha Elizabeth II do Reino Unido, além de outros títulos secundários (o Conde de Inverness e Barão Killyleagh). Então, a Sara automaticamente ganhou o título de "Sua Alteza Real a Duquesa de York" devido ao seu casamento. Porém, ela é conhecida por muitos, entre amigos e familiares, como "Fergie", um apelido que mantém desde pequena. A imprensa britânica às vezes se refere a ela como Fergie. Durante o seu casamento, o Duque e a Duquesa de York tiveram duas filhas:

As suas filhas são as únicas netas mulheres da rainha Elizabeth II do Reino Unido, a terem oficialmente desde o nascimento o título de "Princesa do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte", juntamente ao tratamento de "Sua Alteza Real" desde o nascimento; uma vez que Zara Tindall (filha da princesa Anne, Princesa Real do Reino Unido), não tem títulos da Casa de Windsor e nem títulos nobiliárquicos, enquanto que a Lady Luísa Windsor (filha do príncipe Eduardo, Conde de Wessex), é legalmente uma princesa britânica, porém não é estilizada como tal desde o nascimento. Depois, a outra única mulher da família real britânica, a já nascer oficialmente com o título de princesa britânica, é a princesa Charlotte de Cambridge, a filha do príncipe William, Duque de Cambridge.

Escândalos e divórcio[editar | editar código-fonte]

Por volta de 1992, o casamento já estava experimentando problemas, e o casal, apesar de ter sido feliz no final dos anos 80, não se entendia mais. Enquanto o príncipe André, Duque de Iorque ficava afastado por causa dos deveres reais e da Marinha Real Britânica, Sara era vista frequentemente em companhia de outros homens, entre eles o milionário Steve Wyatt, do Texas.

Em janeiro de 1992, o Duque e a Duquesa de York finalmente concordaram em se separar. Porém, os problemas continuaram: em agosto de 1992, foram tiradas sub-repticiamente fotos de John Bryan, um administrador financeiro dos Estados Unidos, que estava chupando os dedos dos pés de Sara, que por sua vez estava fazendo topless. O tablóide britânico Daily Mirror publicou-as na primeira página. A duquesa foi exposta ao ridículo, e definitivamente a relação de Sara com a família real britânica inteira ficou abalada.

Depois de quatro anos como oficialmente separados, o duque e a duquesa de York se divorciaram oficialmente em 1996. Desde então, ela tem sido oficialmente conhecida apenas como "Sara, Duquesa de York", sem o tratamento de "Sua Alteza Real", perdido devido ao divórcio, título esse que ela perderia totalmente caso realizasse um novo casamento com outro homem..

Nenhuma animosidade ocorreu entre o casal, quando as filhas do casal souberam da separação e posterior divórcio. Apesar de divorciados, o duque e a duquesa continuam bons amigos e são vistos algumas vezes juntos em compromissos. Também passam momentos juntos, sem problemas, com as princesas Beatriz de Iorque e Eugênia de Iorque, como se ainda fossem casados. Por meios jurídicos, Sara e o seu ex-marido o príncipe André, Duque de Iorque dividiram a custódia das duas filhas igualmente, até que cada uma das moças completasse no mínimo 18 anos de idade.

Tanto Sara como o príncipe André, Duque de Iorque não fizeram questão de salvar o casamento. Durante o seu temporário romance com o conde Gaddo della Gherardesca,[1] Sara admitiu que nunca havia namorado ninguém, pelo menos seriamente. Sua vida pessoal continua a ser matéria para páginas de jornais internacionais.

Depois do divórcio[editar | editar código-fonte]

Depois de seu divórcio do príncipe André, Duque de Iorque, Sara viu muitas publicações chamarem-na de Duchess of Pork (em outras palavras: "Duquesa da Carne de Porco"). O criticismo da imprensa era grande e tinha como seu foco não apenas o peso de Sarah, mas também o seu jeito de ser extravagante e polêmico.

Ela reiniciou a sua vida trabalhando em uma carreira de comerciais. Essas atividades ajudaram Sara a pagar as suas dívidas acumuladas nos anos 80 e 90 com os credores da rainha Isabel II do Reino Unido. Atualmente, ela é financeiramente independente, mas evita fazer comerciais na Grã-Bretanha, sendo mais popular nos Estados Unidos, para não "manchar" a imagem da família real britânica. Sara Ferguson já escreveu livros infantis e uma autobiografia.

Relações com os Windsor[editar | editar código-fonte]

O divórcio dos York foi amigável: eles tem um sistema de "co-educar" as suas filhas (as princesas Beatriz de Iorque e Eugênia de Iorque) e ainda gostam da companhia de cada um. A relação de Sara com a rainha Isabel II do Reino Unido é cordial, mas a sua comunicação com o príncipe Filipe, Duque de Edimburgo é mínima.

Sara evita responder perguntas sobre a família real britânica em entrevistas. Ela comparece a numerosas festas de aniversários da família real britânica.

Em junho de 2006, Sara e suas filhas (as princesas Beatriz de Iorque e Eugênia de Iorque) compareceram ao evento em que o príncipe André, Duque de Iorque recebeu a Ordem da Jarreteira.

Brasão de armas de Sarah, Duquesa de York, brasão concedido antes de seu casamento

Títulos e Estilos[editar | editar código-fonte]

  • 1959-1986: Srt.ª Sarah Ferguson
  • 1986-1996: Sua Alteza Real A Duquesa de York
  • 1996-presente: Sarah, Duquesa de York

Durante o seu casamento, o título completo e oficial de Sarah foi de: "Sua Alteza Real A Duquesa de York, Condessa de Inverness, Baronesa Killyleagh".

Trabalho de caridade[editar | editar código-fonte]

Sara Ferguson é patrona e ex-presidente da Motor Neurone Disease Association, desde a morte do marido de uma amiga, que morreu da doença do neurônio motor. É também uma "porta-voz estadunidense" da SOS Children's Villages.

Pelo segundo ano consecutivo, Sara é Embaixadora Global RMHC (Ronald McDonald House Charities). A sua turnê de 2006 levou-a para Tóquio, Seattle, Dallas, Detroit, Boston, Nova York e terminou em Pequim. "Nada é mais importante do que ajudar as crianças do mundo", disse a duquesa.

Livros[editar | editar código-fonte]

  • The Royal Switch, pela Duquesa de Iorque (Delacourt Press, 1996) ISBN 0-385-32177-5
  • Bright Lights, pela Duquesa de Iorque (Delacourt Press, 1996) ISBN 0-385-32178-3
    • 1989, Budgie the Little Helicopter[2]
    • 1989, Budgie at Bendick's Point[3]
    • 1991, Budgie and the Blizzard[4]
    • 1992, The Adventures of Budgie[5]
    • 1993, Budgie Goes to Sea[6]
    • 1996, Budgie's Book of Colors[7]
    • 1996, Budgie and Pippa Count to Ten![8]
  • 1995, Travels with Queen Victoria[9]
  • 1996, My Story (autobiografia)[10]
    • 1997, The Royal Switch[11]
    • 1997, Bright Lights[12]
    • 1998, Dining with The Duchess[13]
    • 1999, Dieting with The Duchess[14]
    • 2000, Win the Weight Game[15]
    • 2001, Reinventing Yourself[16]
    • 2002, Energy Breakthrough[17]
  • 2003, What I Know Now: Simple Lessons Learned the Hard Way[18]
  • 2003, Reflections. An accomplished amateur photographer, The Duchess published a collection of images in an art book, sold only in Britain, with all proceeds benefiting her UK-based charity, Children in Crisis.
  • 2003, Little Red[19]
  • 2004, Little Red’s Christmas Story[20]
  • 2006, Little Red’s Summer Adventure[21]
  • 2008, Tea for Ruby

Cinema[editar | editar código-fonte]

Desde maio de 2004, Sara trabalha com produções cinematográficas inglesas, Sara trabalhou em 2009 na produção do filme de Martin Scorsese sobre os primeiros anos da rainha Victoria, The Young Victoria, estrelado por Emily Blunt. O filme, com roteiro de Julian Fellowes, que escreveu Gosford Park, incide sobre o período turbulento, muitas vezes depois que se tornou rainha na idade de 18 anos, e seu romance e casamento com o Príncipe Albert.[22] O filme foi indicado a três Oscares no Oscar 2010 vencendo na categoria de Melhor figurino.

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.nndb.com/people/648/000025573/
  2. Amazon.com: Budgie, the Little Helicopter: HRH Duchess of York Sarah: Books
  3. Amazon.com: Budgie at Bendick's Point: Sarah Ferguson: Books
  4. Amazon.com: Budgie and the Blizzard: Sarah Mountbatten-Windsor York, John Richardson, Duchess of York: Books
  5. Amazon.com: The Adventures of Budgie: Sarah Ferguson, H.R.H. The Duchess of York, John Richardson: Books
  6. Amazon.com: Budgie Goes to Sea: Sarah, Duchess of York: Books
  7. Amazon.com: BUDGIE'S BOOK OF COLORS (Budgie the Little Helicopter): Sarah Ferguson: Books
  8. Amazon.com: BUDGIE AND PIPPA COUNT TO TEN! (Budgie the Little Helicopter): Sarah Ferguson: Books
  9. Amazon.com: Travels With Queen Victoria: Sarah Mountbatten-Windsor, Duchess of York, Benita Stoney: Books
  10. Amazon.com: My Story: Sarah The Duchess of York Ferguson: Books
  11. Amazon.com: Royal Switch: Duchess Of York: Books
  12. Amazon.com: Bright Lights: Duchess Of York: Books
  13. Amazon.com: Dining with the Duchess: Making Everyday Meals a Special Occasion: Sarah The Duchess of York Ferguson, Weight Watchers: Books
  14. Amazon.com: Dieting With the Duchess : Secrets and Sensible Advice for a Great Body: Sarah The Duchess of York Ferguson, Weight Watchers: Books
  15. Amazon.com: Win The Weight Game: Successful Strategies For Living Well: Sarah The Duchess of York Ferguson: Books
  16. Amazon.com: Reinventing Yourself with the Duchess of York : Inspiring Stories and Strategies for Changing Your Weight and Your Life: Inc. Staff Sarah the Duchess of York; Weight Watchers International: Books
  17. Amazon.com: Energy Breakthrough : Jump-start Your Weight Loss and Feel Great: Sarah The Duchess of York Ferguson: Books
  18. Amazon.com: What I Know Now : Simple Lessons Learned the Hard Way: Sarah Ferguson Duchess of York: Books
  19. Amazon.com: Little Red: Sarah The Duchess of York Ferguson, Sam Williams: Books
  20. Amazon.com: Little Red's Christmas Story (Little Red): Sarah The Duchess of York Ferguson, Sam Williams: Books
  21. Amazon.com: Little Red's Summer Adventure (Little Red): Sarah The Duchess of York Ferguson, Sam Williams: Books
  22. Sarah Ferguson se lança como produtora cinematográfica(em português)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedida por
Isabel Bowes-Lyon
Duquesa de Iorque
Coat of Arms of Sarah, Duchess of York, 1986-1996.svg

23 de julho de 1986 - 30 de maio de 1996
Sucedida por
-