Órgãos dos sentidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sentidos)
Ir para: navegação, pesquisa

Órgãos dos sentidos é um conjunto de órgãos receptores externos de estímulos sensoriais. As suas funções são transformar os estímulos (luz, som, calor, pressão, sabor) em impulsos nervosos, onde esses percorrem as células nervosas até o centro nervoso, o cérebro (receptor interno). O cérebro traduz, interpreta e transforma os impulsos nervosos em sensações de quente, frio, de sabores, de cheiros, de sons, de percepção de luminosidade (claro ou escuro) ou de distinção de cores.[1][2]

Órgãos[editar | editar código-fonte]

Órgão Sentido[2]
Olho Visão
Nariz Olfato
Orelha Audição
Pele Tato
Língua Paladar (gustação)
  • Visão

É a capacidade de visualizar objetos e pessoas. O olho capta a imagem e envia para o cérebro, para que se faça o reconhecimento e interpretação.

  • Olfato

Sentido relacionado à capacidade de sentir o cheiro das coisas. O nariz humano possui a capacidade de captar os odores do meio externo. Estes cheiros são enviados ao cérebro que efetua a interpretação.

  • Audição

É a capacidade de ouvir os sons (vozes, ruídos, barulhos, músicas) provenientes do mundo exterior. O ouvido capta as ondas sonoras e as envia para que o cérebro faça a interpretação daquele som.

  • Tato

É o sentido que permite ao ser humano sentir o mundo exterior através do contato com a pele. Abaixo da pele humana existem neurónios sensoriais. Quando a informação chega ao cérebro, uma reação pode ser tomada de acordo com a necessidade ou vontade.

  • Paladar

Este sentido (capacidade) permite ao ser humano sentir o gosto (sabor) dos alimentos e bebidas. Na superfície de nossas línguas existem milhares de papilas gustativas. São elas que captam o sabor dos alimentos e enviam as informações ao cérebro, através de milhões de neurónios.

Referências

  1. Pereira, Ana Maria (2010). Passaporte para Ciências [S.l.: s.n.] 
  2. a b ABRÃO, Maria Sílvia. «Órgãos dos sentidos: Visão, audição, tato, olfato e paladar». 

Ver também[editar | editar código-fonte]