Sigismundo I da Polônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sigismundo I o Velho)
Ir para: navegação, pesquisa
Sigismundo I
Rei da Polônia e Grão-Duque da Lituânia
Reinado 8 de dezembro de 1506
a 1 de abril de 1548
Coroação 24 de janeiro de 1507
Antecessor(a) Alexandre Jagelão
Sucessor(a) Sigismundo II Augusto
 
Esposas Barbara Zápolya
Bona Sforza
Descendência Edviges Jagelão
Isabel Jagelão
Sigismundo II Augusto da Polônia
Sofia Jagelão
Ana Jagelão da Polônia
Catarina Jagelão
Casa Real Jagelão
Nascimento 1 de janeiro de 1467
Kozienice, Polônia
Morte 1 de abril de 1548 (81 anos)
Cracóvia, Polônia
Sepultamento Catedral de Wawel, Cracóvia, Polônia
7 de julho de 1548
Pai Casimiro IV Jagelão da Polônia
Mãe Isabel da Áustria
Assinatura Assinatura de Sigismundo I

Sigismundo I (Kozienice, 1 de janeiro de 1467Cracóvia, 1 de abril de 1548), apelidado de "o Velho", foi o Rei da Polônia e Grão-Duque da Lituânia de 1506 até sua morte. Era filho do rei Casemiro IV sua esposa Isabel da Áustria.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era o oitavo dos treze filhos do rei Casimiro IV Jagelão da Polônia e de Isabel da Áustria. Eram seus avós paternos Vladislau II Jagelão da Polônia, o patriarca da Dinastia Jagelônica, e de Sofia de Holszany. Pelo lado materno, era neto de Alberto, rei dos Romanos, e de Isabel de Luxemburgo.

Em 1408, no reinado de seu irmão mais velho, João I Alberto da Polônia, foi feito duque de Glogów e, em 1501, Alexandre da Polônia fê-lo duque de Opole. Quando este morreu sem filhos, em 19 de agosto de 1506, Sigismundo sucedeu-o como rei da Polônia e grão-duque da Lituânia.

Logo ao assumir o governo, Sigismundo assinou o Nihil novi, um estatuto que alterou o modo de governo da Polônia, visto que determinava que nenhum novo negócio poderia ser conduzido sem o consentimento unânime dos três estados: o rei, o senado e os representantes dos latifundiários. Uma vez que estes temiam dar ao rei um exército forte, o país ficou militarmente debilitado. Mesmo assim, ele conseguiu expulsar os russos da Lituânia após a vitória em Orsha, em 1514.

Em 23 de fevereiro de 1512, Sigismundo casou-se com Barbara Zápolya, filha de Estêvão Zápolya, palatino da Hungria, e de Edviges de Teschen. Eles tiveram duas filhas:

Morta Bárbara, em 1515, casou-se pela segunda vez com Bona Sforza, filha de João Galeácio II Sforza e de Isabel de Nápoles. Eles tiveram seis filhos:

Além destes, Sigismundo ainda teve mais três filhos naturais com Catarina Telniczanka (c. 1480 - 1528):

Sigismundo faleceu aos 81 anos, em idade avançada comparado à estatística da época, e seu corpo foi sepultado na Catedral de Wawel, em Cracóvia. Sucedeu-o seu filho Sigismundo II Augusto[2].


Precedido por
Alexandre
Herb Polski.svg
Rei da Polônia
1506-1548
Sucedido por
Sigismundo II Augusto

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.