Tantum ergo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tantum Ergo)

Tantum ergo (Brasil: Tão Sublime Sacramento / Portugal: Veneremos Adoremos) são as palavras iniciais das duas últimas estrofes do Pange lingua, um Hino Latino Medieval escrito por Santo Tomás de Aquino para adorar o real Corpo de Cristo presente verdadeira e fisicamente na Hóstia católica.

Estas duas últimas estrofes são cantadas durante as Adorações e Bênçãos do Santíssimo Sacramento na Igreja Católica[1] e outras igrejas que adotam estas práticas.

Por volta do ano 1264, segundo alguns biógrafos, para celebrar a festa de Corpus Christi o Papa Urbano IV encarregou dois frades, o frade franciscano São Boaventura e o frade dominicano Santo Tomás de Aquino para a criação do Ofício. Quando o Pontífice começou a ler em voz alta o ofício feito por Santo Tomás de Aquino, São Boaventura foi rasgando o seu em pedaços. [2]

Texto[editar | editar código-fonte]

Hino em Latim Tradução para Português Hino no Brasil Hino em Portugal
Tantum ergo Sacramentum
Veneremur cernui:
Et antiquum documentum
Novo cedat ritui:
Præstet fides supplementum
Sensuum defectui.
Genitori, Genitoque
Laus et jubilatio,
Salus, honor, virtus quoque
Sit et benedictio:
Procedenti ab utroque
Compar sit laudatio.
Amen.
V. Panem de caelo praestitisti eis.(Alleluja)
R. Omne delectamentum in se habentem.(Alleluja)
V. Oremus: Deus, qui nobis sub sacramento mirabili, passionis tuae memoriam reliquisti: tribue, quaesumus, ita nos corporis et sanguinis tui sacra mysteria venerari, ut redemptionis tuae fructum in nobis iugiter sentiamus. Qui vivis et regnas in saecula saeculorum.
R. Amen.
Ó Sacramento tão sublime
prostrados adoremos,
E a antiga Lei
ceda lugar ao novo Rito.
A fé venha em suplemento
aos sentidos deficientes.
Ao Gerador e ao Gerado
louvor e júbilo
saúde, honra, virtude
graça e bênção
Ao Espírito Santo que procede de ambos
louvemos igualmente.
Amém.
V. Do Céu lhes destes o pão.(Aleluia).
R. Que contém em si todo deleite.(Aleluia).
V. Oremos. Ó Deus que sob esse maravilhoso sacramento nos deixastes o memorial da vossa Paixão, concedei-nos, vos suplicamos, que adorando os sagrados mistérios do vosso Corpo e do vosso Sangue, podemos dentro de nós continuamente perceber sensatamente o fruto da Vossa redenção. Vós que viveis e reinais pelos séculos dos séculos.
R. Amém.
Tão Sublime Sacramento,
adoremos neste altar.
Pois o Antigo Testamento
deu ao Novo seu lugar.
Venha à fé por suplemento
os sentidos completar.
Ao eterno Pai cantemos
e a Jesus, o Salvador.
Ao Espírito exaltemos,
na Trindade eterno amor.
Ao Deus uno e trino demos
a alegria do louvor.
Amém.
V. Do Céu lhes destes o Pão.(Aleluia).
R. Que contém todo o sabor. (Aleluia).
V. Oremos: Senhor Jesus Cristo que neste admirável Sacramento nos deixastes o memorial da vossa Paixão, dai-nos venerar com tão grande amor o mistério do vosso Corpo e do vosso Sangue, que possamos colher continuamente os frutos da vossa Redenção. Vós que viveis e reinais com o Pai, na unidade do Espírito Santo.
R. Amém.
Veneremos, adoremos
A presença do Senhor, Nossa luz e pão da Vida,
Cante a alma o seu louvor.
Adoremos no Sacrário
Deus oculto por amor.
Dêmos glória ao Pai do céu,
Infinita Majestade,
Glória ao Filho e ao Santo Espírito
Em Espírito e verdade.
Veneremos, adoremos
A Santíssima Trindade!
Amém.
V. Vós sois o Pão vivo que desceu do Céu.(Aleluia).
R. Para dar a vida ao mundo.(Aleluia).
V. Oremos: Senhor Jesus Cristo que neste admirável Sacramento nos deixastes o memorial da vossa Paixão, fazei que venerando com tão grande amor o mistério do vosso Corpo e do vosso Sangue, possamos alcançar continuamente os frutos da vossa Redenção. Vós que sois Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.
R. Amém.

Bênção do Santíssimo Sacramento no Brasil[editar | editar código-fonte]

Tão Sublime Sacramento, adoremos neste altar.

Pois o Antigo Testamento deu ao Novo seu lugar.

Venha à fé por suplemento os sentidos completar.

Ao eterno Pai cantemos e a Jesus, o Salvador.

Ao Espírito exaltemos, na Trindade eterno amor.

Ao Deus uno e trino demos a alegria do louvor.

Amém.

V. Do céu lhes destes o Pão. (Aleluia).

R. Que contém todo o sabor. (Aleluia).

V. Oremos: Senhor Jesus Cristo que neste admirável Sacramento nos deixastes o memorial da vossa Paixão, dai-nos venerar com tão grande amor o mistério do vosso Corpo e do vosso Sangue, que possamos colher continuamente os frutos da vossa Redenção. Vós que viveis e reinais com o Pai, na unidade do Espírito Santo.

R. Amém.

V. Deus vos abençoe e vos guarde! Que Ele vos ilumine com a luz de sua face e vos seja favorável. Que Ele vos mostre seu rosto e vos traga a paz. Que Ele vos dê a saúde do corpo e da alma!

V. Nosso Senhor Jesus Cristo esteja perto de vós para vos defender; esteja em vosso coração para vos conservar; que Ele seja vosso guia para vos conduzir; que vos acompanhe para vos guardar; olhe por vós e sobre vós derrame sua Bênção! Ele, que vive com o Pai, na unidade do Espírito Santo. (O Presidente da celebração nesse momento dá a Benção com o Santíssimo Sacramento. É então rezado os Louvores em Reparação da Blasfêmia, como segue):

Bendito seja Deus.

Bendito seja o seu Santo Nome.

Bendito seja Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem.

Bendito seja o nome de Jesus.

Bendito seja o seu Sacratíssimo Coração.

Bendito seja o seu preciosíssimo Sangue.

Bendito seja Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento do Altar.

Bendito seja o Espírito Santo Paráclito.

Bendita seja a grande mãe de Deus Maria santíssima.

Bendita seja a sua Santa Imaculada Conceição.

Bendita seja a sua gloriosa Assunção.

Bendita seja o nome de Maria Virgem e mãe.

Bendito seja São José, seu castíssimo esposo.

Bendito seja Deus nos seus Anjos e nos seus Santos.

(Encerra-se com a Oração pela Igreja e pela Pátria:)

Deus e Senhor nosso protegei a vossa Igreja, dai-lhe santos pastores e dignos ministros. Derramai as vossas bênçãos, sobre o nosso santo padre, o Papa, sobre o nosso Bispo, sobre o nosso Pároco, sobre todo clero, sobre o chefe da nação e do estado, e sobre todas as pessoas constituídas em dignidade para que governem com justiça. Dai ao povo brasileiro paz constante e prosperidade completa. Favorecei, com os efeitos contínuos de vossa bondade, o Brasil, este bispado, a paróquia em que habitamos, a cada um de nós em particular, e a todas as pessoas por quem somos obrigados a orar ou que se recomendaram às nossas orações. Tende misericórdia das almas dos fiéis que padecem no purgatório. Dai-lhes, Senhor, o descanso e a luz eterna. Amém

Pai nosso que estais nos céus, santificado seja o vosso nome; venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na Terra como no céu; o pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém

Ave Maria cheia de graça o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém

V. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

R. Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém

V. Graças e louvores se deem a todo momento.

R. Ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento!

Bênção do Santíssimo Sacramento em Portugal[editar | editar código-fonte]

Veneremos, adoremos, a presença do Senhor,

Nossa Luz e Pão da Vida. Cante a alma o seu louvor.

Adoremos no sacrário, Deus oculto por amor.

Dêmos glória ao Pai do Céu, infinita Majestade;

Glória ao Filho e ao Santo Espírito, em espírito e verdade.

Veneremos, adoremos, a Santíssima Trindade.

Amém.

V. Vós sois o Pão vivo que desceu do Céu. (Aleluia).

R. Para dar a vida ao mundo. (Aleluia).

V. Oremos: Senhor Jesus Cristo que neste admirável Sacramento nos deixastes o memorial da vossa Paixão, fazei que venerando com tão grande amor o mistério do vosso Corpo e do vosso Sangue, possamos alcançar continuamente os frutos da vossa Redenção. Vós que sois Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.

R. Amém.

(O Presidente nesse momento dá a Benção com o Santíssimo Sacramento)

Bendito seja Deus.

Bendito o Seu santo Nome.

Bendito Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro Homem.

Bendito o Nome de Jesus.

Bendito o Seu sacratíssimo Coração.

Bendito o Seu preciosíssimo Sangue.

Bendito Jesus no Santíssimo Sacramento do Altar.

Bendito o Espírito Santo Paráclito.

Bendita a excelsa Mãe de Deus, Maria Santíssima.

Bendita a sua Santa e Imaculada Conceição.

Bendita a sua gloriosa Assunção.

Bendito o nome de Maria, Virgem e Mãe.

Bendito S. José, seu castíssimo esposo.

Bendito Deus, nos seus Anjos e nos seus Santos.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.